Jogos que mereciam um remake: Fatal Fury

Clássico do Neo Geo é uma das franquias de luta mais importantes da história

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Thomas Schulze, para o TechTudo

Fatal Fury é um dos maiores clássicos entre os jogos de luta. Lançado inicialmente para o Neo Geo em 1991, posteriormente o game foi portado para diversos sistemas, como Android, iOS e Nintendo Switch. Seu último capítulo foi lançado em 1999, mas um remake da aclamada franquia da SNK poderia ser bem aceito pelos jogadores modernos. Confira algumas ideias e conheça o legado da série:

Entre planos

Apesar de seus gráficos lindos e elenco de personagens marcantes, Fatal Fury causou uma bela impressão em seu lançamento. Isso se deu especialmente por causa de sua jogabilidade sem precedentes, muito mais fluída e repleta de opções táticas que os demais jogos da época.

A possibilidade de saltar nas diferentes dimensões da tela, alternando entre a frente e o fundo do cenário para fugir e então colocar pressão no oponente, ajudou os videogames a ampliar seu senso de espaço. Além disso, a tecnologia também facilitou o salto para as 3 dimensões, algo bem aproveitado nas décadas seguintes, até mesmo por outras franquias.

Fatal Fury inovou em seu lançamento com saltos entre duas dimensões (Foto: Divulgação / SNK) Fatal Fury inovou em seu lançamento com saltos entre duas dimensões (Foto: Divulgação / SNK)

Fatal Fury inovou em seu lançamento com saltos entre duas dimensões (Foto: Divulgação / SNK)

Geese em 3D

Em julho de 2017, a Bandai Namco anunciou mais um lutador para Tekken 7, o game de luta tridimensional: Geese Howard, o eterno vilão de Fatal Fury. Essa decisão só aumenta a vontade de ver um novo título próprio da série da SNK.

Não há dúvidas de que o potente hardware de consoles como o Switch, PS4 e Xbox One poderiam proporcionar belos gráficos e impressionantes modelos 3D super detalhados de outros personagens queridos como Terry Bogard e Mai Shiranui.

Capa do primeiro Fatal Fury, cujo vilão foi homenageado no recente Tekken 7 (Foto: Divulgação / SNK) Capa do primeiro Fatal Fury, cujo vilão foi homenageado no recente Tekken 7 (Foto: Divulgação / SNK)

Capa do primeiro Fatal Fury, cujo vilão foi homenageado no recente Tekken 7 (Foto: Divulgação / SNK)

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Tal pai, tal filho

Se a jogabilidade em 3D tirar a identidade de Fatal Fury, os desenvolvedores também poderiam trilhar o caminho oposto e buscar inspiração justamente em um dos “filhos” do jogo: King of Fighters!

The King of Fighters XIV foi bem recebido em seu lançamento em 2016 e seria curioso vê-lo servir de base para um novo Fatal Fury, fechando o círculo de inspirações. Aliás, The King of Fighters era o subtítulo do primeiro Fatal Fury e o nome do torneio no qual os heróis combatiam.

Fatal Fury foi a base de The King of Fighters, série de luta de maior sucesso dos fliperamas (Foto: Reprodução / YouTube) Fatal Fury foi a base de The King of Fighters, série de luta de maior sucesso dos fliperamas (Foto: Reprodução / YouTube)

Fatal Fury foi a base de The King of Fighters, série de luta de maior sucesso dos fliperamas (Foto: Reprodução / YouTube)

Dedo do produtor

Após lançar o primeiro jogo da aclamada série Street Fighter, Takashi Nishiyama deixou a Capcom e foi para a SNK, onde produziu Garou Densetsu (Fatal Fury). Desde então, ele participou ativamente de clássicos do gênero de luta.

O desenvolvedor produziu diversos capítulos da saga The King of Fighters, além de Samurai Shodown e até Metal Slug. Posteriormente, Takashi voltou à Capcom para ser o produtor executivo de Street Fighter IV. Seria interessante ver como seria sua abordagem atual a um remake de Fatal Fury.

Fatal Fury foi criado por parte da equipe que inventou Street Fighter (Foto: Reprodução / YouTube) Fatal Fury foi criado por parte da equipe que inventou Street Fighter (Foto: Reprodução / YouTube)

Fatal Fury foi criado por parte da equipe que inventou Street Fighter (Foto: Reprodução / YouTube)

Diversão fora dos games

Caso o gameplay e elenco empolgantes não sejam motivo o bastante para criar hype por um remake, ainda é possível se animar com o universo expandido da série. Afinal, um novo jogo iria criar interesse e demanda por mais produtos relacionados a Fatal Fury.

Os animes de Fatal Fury fizeram bastante sucesso no Brasil no começo da década de 1990, quando os OVA foram lançadas diretamente em home video. Hoje, com diversas plataformas de streaming de vídeo no mercado, seria mais simples do que nunca alcançar uma grande audiência para a franquia.

Fatal Fury fez sucesso no Brasil quando seu anime passou na tv aberta (Foto: Reprodução / YouTube) Fatal Fury fez sucesso no Brasil quando seu anime passou na tv aberta (Foto: Reprodução / YouTube)

Fatal Fury fez sucesso no Brasil quando seu anime passou na tv aberta (Foto: Reprodução / YouTube)

Infelizmente, as chances de um remake ou novo capítulo de Fatal Fury ser lançado são bem remotas. Porém, seria incrível ver a SNK se unir a alguma produtora para licenciar o game em consoles da atual geração, com direito aos golpes explosivos, terrenos variados e aquele clima único que só Fatal Fury sabe proporcionar!

Qual é o melhor jogo de luta para Android? Comente no fórum do TechTudo!

MAIS DO TechTudo