Por Anna Kellen Bull*, De Redmond, EUA

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Que o Xbox One X é um dos consoles mais poderosos da atualidade não é nenhuma novidade. No entanto, existem detalhes que são desconhecidos para a maioria dos jogadores. O processo de produção do aparelho da Microsoft envolve preocupações presentes desde o momento de idealização até a concepção do videogame. O posicionamento das peças, o resfriamento dos componentes e a aparência externa são apenas alguns exemplos.

Para descobrir como nasceu o XOne X, o TechTudo visitou o campus da empresa norte-americana, em Redmond, no estado de Washington. Nas próximas linhas, você acompanha o tour e fica por dentro de curiosidades da fábrica.

Xbox One X: conheça as principais curiosidades do console

Xbox One X: conheça as principais curiosidades do console

Vale lembrar que o lançamento do Xbox One X está marcado para o dia 7 de novembro com o preço de US$ 499 (aproximadamente R$ 1.567, em conversão direta, sem impostos). O valor e a data de desembarque no Brasil, porém, ainda não foram revelados.

O começo de tudo

O tour começa no setor responsável pelo hardware interno e design externo do Xbox One X. A visita é guiada por Leo Castillo, diretor geral de hardware; Carl Ledbetter, diretor sênior de design; e Bryan Sparks, designer industrial sênior.

Leo Castillo, Carl Ledbetter e  Bryan Sparks na fábrica da Microsoft — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo Leo Castillo, Carl Ledbetter e  Bryan Sparks na fábrica da Microsoft — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Leo Castillo, Carl Ledbetter e Bryan Sparks na fábrica da Microsoft — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Os diretores explicam que a construção do videogame teve como base três pilares principais. O primeiro objetivo é criar uma família de consoles: pela primeira vez, os fãs têm à disposição dois consoles premium da Microsoft disponíveis no mercado – os Xbox One S e Xbox One X. A segunda preocupação do time de engenheiros era fazer um console muito poderoso e, apesar disso, conseguir deixá-lo com o corpo compacto.

Xbox One X: visita à fábrica da Microsoft revela detalhes do console — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo Xbox One X: visita à fábrica da Microsoft revela detalhes do console — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Xbox One X: visita à fábrica da Microsoft revela detalhes do console — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

O terceiro alvo da equipe foi encontrar a melhor forma de apresentação visual do videogame. Leo, Carl e Bryan explicam que o desafio era achar uma maneira de transmitir a potência interna do console por meio do seu visual externo – assim, os jogadores perceberiam a força do XOne X de cara, sem precisar efetivamente ligá-lo.

Raio-x do Xbox One X: um quebra-cabeça

O Xbox One X é o videogame mais poderoso da Microsoft e disputa a preferência dos consumidores com o rival PS4 Pro, da Sony. Entre suas especificações, o destaque fica por conta do processador de 6 Teraflops de desempenho – que supera os 4.2 Teraflops do concorrente PlayStation 4 Pro.

Além de potente, o aparelho também consegue ser o mais compacto – o tamanho reduzido foi, inclusive, uma das maiores metas dos engenheiros durante a concepção do protótipo.

Os diretores explicam que todos os componentes foram construídos paralelamente, embora o console seja produzido a partir de uma só peça maciça de aço. Dessa forma, foi possível planejar onde eles deviam encaixar, empurrar ou puxar, a fim de diminuir suas dimensões.

Xbox One X por dentro — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo Xbox One X por dentro — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Xbox One X por dentro — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Ao abrir os compartimentos do Xbox One X para o TechTudo, conseguimos entender o que os engenheiros descreveram anteriormente: todas as peças se encaixam de modo que quase não há espaço vazio entre elas.

A placa-mãe, por exemplo, fica agrupada na parte de cima sobre outros componentes, enquanto a ODD (unidade de disco óptico) localiza-se no espaço entre a motherboard e o HD. No fim, o console torna-se apenas uma grande peça integrada – como um quebra-cabeça completo.

Xbox One X tem peças encaixadas como um quebra-cabeça — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo Xbox One X tem peças encaixadas como um quebra-cabeça — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Xbox One X tem peças encaixadas como um quebra-cabeça — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Segundo os funcionários, a fonte de energia é duas vezes mais poderosa do que a presente no Xbox One S, embora ocupe virtualmente o mesmo espaço. Outra vantagem é a separação da porta AC na parte traseira do videogame. Eles explicam que, agora, o usuário consegue conectar e desconectar a porta de forma mais simples e familiar.

O maior desafio

O maior desafio de chegar ao design final do XOne X, de acordo com a Microsoft, foi controlar o nível de calor do console. Para isso, a fabricante optou por utilizar uma tecnologia de resfriamento não muito usual na indústria, chamada de "chamber heat sink". O componente, que utiliza água na parte interna, evapora o líquido com o objetivo de manter a temperatura dentro do console sob controle.

Chip 4K do Xbox One X — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo Chip 4K do Xbox One X — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Chip 4K do Xbox One X — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Em relação à segurança, a empresa frisa que foram feitas simulações para melhor alocar os dissipadores de calor e a posição das ventoinhas. Para isso, a equipe buscou inspiração nos feedbacks do Xbox One Slim.

"Testamos para ver onde o calor estava passando, por onde ele precisava passar (...). Mas queríamos refinar o padrão de resfriamento do One S, porque, nele, as ventoinhas eram um traço mais rudimentar. No XOne X, nós queríamos encorpá-la com precisão ao design", esclarece Bryan.

Saída de ar do Xbox One X — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo Saída de ar do Xbox One X — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Saída de ar do Xbox One X — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

"O principal desafio foi migrar a área aberta do console do plástico para o aço, e ter certeza de que conseguimos performar no novo material da mesma maneira – em relação ao calor gerado no aço ser maior que no plástico", completa.

Sobre o visual externo, Carl defende que a ideia era dividir o console em dois blocos: um na parte superior e outra na parte inferior do videogame. O diretor mostra que os dois encaixes refletem a luz de forma distinta, de modo que a iluminação proporciona um tom de preto diferente em cada caixa. Em relação à cor do Xbox One X, aliás, a Microsoft esclarece que o tom escolhido foi o "preto infinito" após muitas pesquisas com fãs da marca.

"O desafio foi migrar a área aberta do console do plástico para o aço, e ter certeza de que conseguimos performar no novo material da mesma maneira"

Xbox One X em pé (na vertical) — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo Xbox One X em pé (na vertical) — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Xbox One X em pé (na vertical) — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Especificações técnicas

  • Processador: 2,3 GHz 8 Cores;
  • GPU: 1,172 GHz com 6.0 Teraflops;
  • Memória RAM: 12 GB GDDR5 326 GB/s;
  • Armazenamento: 1 TB;
  • Tamanho: 30 cm x 24 cm x 6 cm;
  • Peso: 3,81 Kgs.

Esta reportagem é a primeira de uma série que publicaremos ao longo desta semana sobre a fábrica do Xbox One X .

*A editora viajou para os Estados Unidos a convite da Microsoft.

MAIS DO TechTudo