Chrome quer proteger usuários contra redirect automático em sites; entenda

Google anuncia três medidas para melhorar a navegação no browser.

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por João Kurtz, para o TechTudo

O Google prepara uma mudança importante no Chrome. A partir das próximas versões do navegador, a empresa vai oferecer três novas proteções desenvolvidas para evitar redirecionamentos automáticos de páginas. A primeira medida acontece a partir do Chrome 64 e exibe uma barra de informação antes de redirecionamentos de iframes de terceiros — em vez disso acontecer de forma direta.

Outra providência da companhia, que será implementada a partir do Chrome 65, é evitar que, ao clicar em um site desejado, a nova aba seja aberta, mas a janela inicial seja redirecionada a uma página diferente e que o internauta não quer acessar. Por fim, a terceira medida protege o usuário de experiências abusivas como links de websites de terceiros escondidos como botões de play ou botões transparentes que capturam todos os cliques e que abrem outras abas.

 (Foto:  Melissa Cruz/TechTudo)  (Foto:  Melissa Cruz/TechTudo)

(Foto: Melissa Cruz/TechTudo)

Além de atrapalhar a navegação, a tática pode ser usada para enviar o usuário de uma página normal para algum golpe responsável pela distribuição de malwares. De acordo com o Google, relatórios de uso do browser no desktop indicam que uma entre cinco pessoas encontrou algum tipo de conteúdo indesejado a partir desses redirecionamentos.

A análise dos dados de navegação revelou que a maior parte dos casos em que isto ocorre é por causa de conteúdos de terceiros incorporados à página, o que significa que, muitas vezes, o próprio site de origem não sabe que a prática está ocorrendo ou não tem a intenção de permitir esse comportamento.

A primeira medida foi pensada para resolver esse problema ao mostrar uma barra de informação antes de redirecionamentos de iframes de terceiros, a menos que ele tenha interagido com aquele conteúdo antes. Caso a mudança seja intencional, será exibido um botão para permitir manualmente a troca.

Função do Chrome bloqueia redirecionamento de páginas (Foto: Reprodução/Google) Função do Chrome bloqueia redirecionamento de páginas (Foto: Reprodução/Google)

Função do Chrome bloqueia redirecionamento de páginas (Foto: Reprodução/Google)

Algumas dessas ações que direcionam os usuários para páginas indesejadas são difíceis de detectar de maneira automática, como controles enganosos que parecem fazer uma coisa, porém, ao clicar, mostram outro comportamento. Por isso, segundo a empresa, a partir de janeiro, o recurso bloqueador de pop-ups do browser vai evitar que novas janelas ou abas sejam abertas.

Veja dois casos desse tipo de ação:

  • Quando há um aparente botão de play em um vídeo, porém o usuário é direcionado para um download indesejado ao clicar.

Falso botão play (Foto: Reprodução/Gabrielle Lancellotti)

  • Quando um falso botão de fechar (X) abre pop-ups não confiáveis.

Falso botão de fechar (X) (Foto: Reprodução/Google)

O Google está dando um tempo para donos de sites até que as mudanças sejam implementadas, para que eles possam encontrar e resolver problemas em suas páginas. Para facilitar o processo, a empresa lançou também um relatório de experiências abusivas (google.com/webmasters/tools) no Google Search Console, que ajuda a detectar quando uma destas práticas está sendo usada.

A companhia ainda informa que, caso essas ações abusivas não sejam resolvidas em 30 dias, será ativada a prevenção de novas abas e janelas.

Via Google

MAIS DO TechTudo