Por Gabriel Ribeiro, para o TechTudo


O Razer DeathAdder é um dos mouses mais populares do universo gamer. O modelo, com lançamento em 2006, traz como principal característica o design ergonômico. O produto foi criado para proporcionar conforto mesmo após longas horas de uso. Para isso, o aparelho conta com uma superfície ampla que tende a oferecer uma ótima pegada – sendo indicado principalmente para aqueles usuários com Palm Grip.

Está em dúvida sobre qual modelo comprar? Confira, na lista a seguir, os detalhes e especificações de cada Razer DeathAdder disponível à venda no Brasil. O TechTudo reuniu os preços, as semelhanças e as diferenças entre as versões.

Razer DeathAdder 1800dpi não traz botões nas laterais — Foto: Divulgação/Razer Razer DeathAdder 1800dpi não traz botões nas laterais — Foto: Divulgação/Razer

Razer DeathAdder 1800dpi não traz botões nas laterais — Foto: Divulgação/Razer

1. Razer DeathAdder 1800dpi

Esta é a versão mais básica do Razer DeathAdder. A principal característica é o sensor, capaz de ler até 1.800dpi. Apesar de já existirem opções com sensores mais avançados, este modelo pode ser útil para quem deseja testar a ergonomia do mouse, mas não precisa de um sensor de alta sensibilidade.

O produto conta com os botões direito, esquerdo e scroll – portanto, não traz comandos extras. Além disso, ele não é emborrachado nas laterais. O mouse está disponível por volta de R$ 200, mas é difícil encontrá-lo em estoque.

2. Razer DeathAdder 3 Color

Iluminação do logo e scroll alternam entre três cores — Foto: Divulgação/Razer Iluminação do logo e scroll alternam entre três cores — Foto: Divulgação/Razer

Iluminação do logo e scroll alternam entre três cores — Foto: Divulgação/Razer

Com o preço na casa dos R$ 240, esta versão é uma das mais baratas entre os mouses DeathAdder. Ele conta com um sensor 3.5G, capaz de captar até 3.500 dpi. O modelo conta com um conector USB banhado a ouro, taxa de atualização de 1.000 Hz Ultrapooling, tempo de resposta de apenas 1.5 ms e uma aceleração máxima de 15g.

O Color no nome diz respeito a iluminação. O logo da Razer fica alternando entre as cores verde, um tom de roxo e azul ciano. O aparelho traz apenas três botões (direito, esquerdo e do scroll) – portanto, não há comandos extras para o polegar. Uma característica interessante é o apoio emborrachado nas laterais – ainda mais por se tratar de um mouse barato.

3. Razer DeathAdder Essential

Razer DeathAdder Essential traz sensor de 6.400 dpi — Foto: Divulação/Razer Razer DeathAdder Essential traz sensor de 6.400 dpi — Foto: Divulação/Razer

Razer DeathAdder Essential traz sensor de 6.400 dpi — Foto: Divulação/Razer

A versão Essential é uma evolução do modelo clássico do Razer DeathAdder. Ela conta com os dois botões extras para o polegar, além do scroll característico do modelo. O destaque é a sensibilidade: o aparelho conta com um sensor óptico 4G com 6.400 dpi. O mouse é capaz de ler 200 polegadas por segundo e possui 50 G de aceleração. Na prática, isso quer dizer que ele promete ler movimentos mais rápidos do que as gerações anteriores.

O periférico traz conector banhado a ouro para uma maior durabilidade, cabo com proteção em fibra e pesa em torno de 105 g. No Brasil, o Razer DeathAdder Essential pode ser encontrado por volta de R$ 300.

4. Razer DeathAdder 2.000 dpi

Razer DeathAdder 2.000 dpi: detalhe da textura na parte lateral — Foto: Divulgação/Razer Razer DeathAdder 2.000 dpi: detalhe da textura na parte lateral — Foto: Divulgação/Razer

Razer DeathAdder 2.000 dpi: detalhe da textura na parte lateral — Foto: Divulgação/Razer

O Razer DeathAdder 2.000 dpi é diferente dos outros em alguns aspectos. O primeiro é que ele não é vendido de forma separada, mas em um bundle em conjunto com o teclado Cynosa Pro. Como o nome já diz, o modelo também traz um sensor diferente, com 2.000 dpi. Da mesma forma que o Color, o produto também traz a iluminação em três cores na logo e no scroll, permitindo o ajuste pelo Razer Synapse.

Um aspecto interessante é que, apesar de ter dois botões para o polegar, ele não traz a borracha nas laterais. Em vez disso, o dispositivo traz um plástico rígido com algumas texturas. O kit com o Cynosa Pro e o Razer DeathAdder 2.000 dpi pode ser encontrado por volta de R$ 530.

5. Razer DeathAdder Chroma

Versão Chroma permite configurar iluminação RGB — Foto: Razer/Divulgação Versão Chroma permite configurar iluminação RGB — Foto: Razer/Divulgação

Versão Chroma permite configurar iluminação RGB — Foto: Razer/Divulgação

O DeathAdder Chroma segue o mesmo padrão de design, com os dois botões extras e as borrachas nas laterais, mas traz algumas características próprias. A principal delas é a iluminação RGB. Ele possui 16.8 milhões de opções de cores de iluminação, configuráveis por meio do Razer Synapse.

Outra diferença está na sensibilidade: ele traz um sensor óptico de 10 mil dpi. Com isso, o mouse é capaz de ler 300 polegadas por segundo com uma aceleração máxima de 50 G. Esta versão também conta com modelos especiais baseados em games, como o Call Of Duty 3 e Overwatch. O preço gira em torno de R$ 350.

6. Razer DeathAdder Elite

Modelo traz botão de ajuste de DPI — Foto: Divulgação/Razer Modelo traz botão de ajuste de DPI — Foto: Divulgação/Razer

Modelo traz botão de ajuste de DPI — Foto: Divulgação/Razer

O DeathAdder Elite é a versão top de linha da Razer. O mouse traz um dos sensores mais avançados do mundo com 16 mil dpi. Com isso, ele é capaz de ler 450 polegadas por segundo e 50 G de aceleração. O periférico também traz duas novidades em relação aos modelos anteriores. A primeira é a utilização de um switch próprio nos botões. Produzido pela Razer em parceria com a Omrom, a promessa é de que os botões tenham durabilidade de mais de 50 milhões de cliques. O modelo também é o único a vir com ajuste de dpi posicionado próximo ao scroll.

Aliás, o scroll também recebeu uma nova textura, com a promessa de uma maior durabilidade e conforto. O mouse também conta com iluminação RGB, no estilo do Chroma. O Razer DeathAdder Elite também conta com uma versão baseada no game Destiny. O preço gira é de cerca de R$ 450.

Qual é o melhor teclado mecânico? Comente no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo