GTX 1050 Ti vs GTX 960: veja o comparativo de especificações das placas

Pertencentes a arquiteturas diferentes, as placas de vídeo têm pontos fortes e fracos. Comparativo mostra o preço e ficha técnica para você decidir qual comprar.

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Filipe Garrett, para o TechTudo

A GTX 1050 Ti e GTX 960 são duas placas de vídeo com uma boa relação de custo-benefício na atualidade, apesar de o lançamento da 960 ter sido há dois anos. Com especificações e performances parecidas, os produtos de entrada da Nvidia são opções interessantes para quem quer jogar em resolução Full HD.

Além disso, as GTX 1050 Ti e GTX 960 são indicadas para quem abre mão de gastar muito dinheiro em placas de vídeo mais poderosas. A seguir, o TechTudo faz uma análise de ficha técnica e mostra os detalhes ao redor dos modelos de referência das duas placas para que você descubra qual delas é a melhor para você.

GTX 1050 Ti tem menos núcleos, mas ainda assim é mais rápida (Foto: Divulgação/EVGA) GTX 1050 Ti tem menos núcleos, mas ainda assim é mais rápida (Foto: Divulgação/EVGA)

GTX 1050 Ti tem menos núcleos, mas ainda assim é mais rápida (Foto: Divulgação/EVGA)

Especificações

Ao comparar o processador gráfico das duas, você vai descobrir que a 1050 Ti tem uma quantidade de núcleos inferior: são 768 núcleos CUDA contra 1.024 presentes no interior do processador da 960. Com relação à velocidade, a 1050 Ti pode rodar a 1.290 e 1.392 MHz, enquanto a 960 é mais lenta: 1.127 e 1.178 MHz.

A 1050 Ti também tem vantagem no quesito memória, já que a placa é encontrada com 4 GB de GDDR5, dobro dos 2 GB disponíveis na GTX 960 (existem versões de 4 GB no mercado). Entretanto, as especificações de memória são iguais entre as duas: interface de 128 bits e banda de 112 GB/s para atender módulos de RAM que operam a 7 Gbps (gigabits por segundo).

Performance

GTX 960 tem desempenho levemente inferior ao possível com a 1050 Ti (Foto: Divulgação/Nvidia) GTX 960 tem desempenho levemente inferior ao possível com a 1050 Ti (Foto: Divulgação/Nvidia)

GTX 960 tem desempenho levemente inferior ao possível com a 1050 Ti (Foto: Divulgação/Nvidia)

As duas placas são bem parecidas em termos de performance. Nos números, existem discrepâncias em termos de contagem de núcleos, com vantagem para a 960. Já em velocidade bruta, a vitória fica com a GTX 1050 Ti.

Isso ocorre porque os dois produtos pertencem a arquiteturas diferentes. A GTX 1050 Ti conta com tecnologia mais avançada, que permite atingir uma performance equivalente ou pouco superior à 960 com menos núcleos.

Em benchmarks, a 1050 Ti se coloca superior a 960 em alguns casos, atingindo médias de 15% sobre a placa da geração anterior. No entanto, é bom ter em mente que essas margens são muito pequenas e que, na prática, você não perceberia a variação de performance entre uma e outra.

Consumo

GTX 960 requer fonte mais poderosa e consome mais eletricidade para funcionar em máxima performance (Foto: Divulgação/Nvidia) GTX 960 requer fonte mais poderosa e consome mais eletricidade para funcionar em máxima performance (Foto: Divulgação/Nvidia)

GTX 960 requer fonte mais poderosa e consome mais eletricidade para funcionar em máxima performance (Foto: Divulgação/Nvidia)

Em relação ao consumo, a vantagem é ampla para a Geforce GTX 1050 Ti. Fruto de uma arquitetura mais recente e avançada, a placa consegue ter performance superior a GTX 960, pois precisa de menos energia. A Nvidia recomenda uma fonte de 300 watts e estima que, sob alta demanda, a 1050 Ti vai gastar 75 watts de energia elétrica para funcionar.

Com relação à GTX 960, os números são piores. Para começar, a fonte precisa ser mais poderosa, a 400 watts. Em consumo máximo, a placa pode chegar a 120 watts.

Preço e disponibilidade

A GTX 1050 Ti é mais recente e, portanto, mais fácil de ser encontrada no Brasil. Os preços para esse modelo saem dos R$ 650, mas podem chegar a R$ 750, dependendo da versão escolhida.

A GTX 960 não marca presença tão forte nas prateleiras e nos catálogos das lojas pela Internet. Em todo caso, quem ainda dispõe do modelo coloca o produto à venda por preços que giram entre R$ 600 e R$ 650, para as versões mais baratas, com anúncios batendo a casa dos R$ 900.

Versões

Placa GTX 1050 Ti consome menos energia para entregar performance até superior (Foto: Divulgação/Nvidia) Placa GTX 1050 Ti consome menos energia para entregar performance até superior (Foto: Divulgação/Nvidia)

Placa GTX 1050 Ti consome menos energia para entregar performance até superior (Foto: Divulgação/Nvidia)

Ambas contam com grande quantidade de versões no mercado. Entretanto, encontrar as melhores combinações da GTX 960 pode ser mais difícil em virtude do fato de que o produto foi lançado originalmente em 2015. Em todo caso, as melhores GTX 960 oferecem velocidades aumentadas para a casa dos 1.200 e 1.300 MHz e 4 GB de RAM.

A GTX 1050 Ti também tem uma grande quantidade de versões disponível no mercado. Os melhores pacotes dessa placa costumam apresentar velocidades que superam a casa dos 1.400 MHz, valores que só reforçam as vantagens da 1050 Ti numa comparação com a 960.

Custo-benefício

As duas placas são bem próximas em termos de desempenho, mas a GTX 1050 Ti parece ser um pouco superior e tem a vantagem de ser mais recente. Por isso, o tempo de suporte, de atualização de drivers e de sobrevida com novos lançamentos de games será maior nesse modelo.

O argumento a favor da GTX 960 é o seu preço inferior, com anúncios na casa dos R$ 600. Entretanto, nesse caso, talvez seja interessante considerar a GTX 1050 (sem o Ti), e as placas de entrada da AMD, como as Radeon RX 460 e 560, que são direcionadas ao mercado de entrada, são mais recentes que a 960 e também são encontradas com preços competitivos.

Como montar um PC gamer? Comente no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo