Homens e pessoas com mais de 45 anos são os que mais usam Happn

Estudo também revela o crescimento do número de usuários em cidades brasileiras.

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Gabrielle Lancellotti, da redação

O happn divulgou a análise do crescimento do seu aplicativo de namoro e paquera no Brasil. Nesse estudo, feito durante o período de um ano, além de considerar as cidades do país com maior concentração de pessoas usando a plataforma, informações como a representatividade de gênero e idade também foram avaliadas.

Segundo o app, São Paulo cresceu 57% em número de usuários e permanece com o título de cidade brasileira com mais happners no mundo (1,7 milhão). A região da Avenida Paulista ainda é o local na capital onde mais acontece o "crush", quando duas pessoas demonstram interesse mútuo nos perfis uma da outra — a mesma ideia do "match", do Tinder, mas com outro nome e em outro aplicativo.

Happn (Foto: Divulgação/Happn) Happn (Foto: Divulgação/Happn)

Happn (Foto: Divulgação/Happn)

Porto Alegre, Rio de Janeiro, Brasília e Curitiba, de acordo com o happn, tiveram um crescimento de até 82% em número de usuários. Sendo que a capital do estado do Paraná foi a cidade que teve maior crescimento durante esse tempo (82%) e, agora, conta com 270 mil curutibanos cadastrados no app — o mesmo número de cadastrados da capital federal do país, Brasília. Rio de Janeiro (780 mil usuários) e Porto Alegre (300 mil usuários) cresceram 60% cada uma.

Número de usuários do happn por cidade brasileira
Fonte: happn

Mulheres e homens no app

O estudo também revela que a proporção de usuários do sexo masculino é maior em todas as cidades pesquisadas, sendo 60% de perfis de homens e 40% de perfis de mulheres. No quesito faixa etária, o app indica que há uma média de crescimento de 85% de pessoas com mais de 45 anos presentes na plataforma.

Via happn

Qual o melhor aplicativo de paquera: Tinder, Badoo ou happn? Dê sua opinião no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo