O que é a realidade mista do Windows 10

Microsoft está desenvolvendo uma tecnologia para revolucionar a forma com que usamos computadores.

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Luana Marfim, Para o TechTudo

A realidade mista foi criada pela Microsoft com o objetivo de transformar o uso do Windows 10 em uma experiência em terceira dimensão — ou seja, 3D. Com os aparelhos necessários (computador, headset e sensor de movimento compatíveis), o usuário se transporta para um mundo virtual e pode utilizar o Windows em realidade virtual, sobrepondo mais de um programa simultaneamente.

Realidade Mista do Windows 10 (Foto: Divulgação/Microsoft) Realidade Mista do Windows 10 (Foto: Divulgação/Microsoft)

Realidade Mista do Windows 10 (Foto: Divulgação/Microsoft)

Realidade mista vs. realidade virtual

A realidade virtual é uma tecnologia que simula um ambiente virtual realista. Essa simulação funciona como uma forma de emulação que procura "enganar os sentidos" do usuário (visão e audição) através de equipamentos oculares e/ou auriculares (óculos e fones). Dessa forma, a pessoa se sente presenciando fisicamente o que está sendo transmitido apenas de forma virtual.

A proposta da Microsoft é trazer a experiência da realidade virtual para seu sistema operacional de computadores. Isso significa que os programas e aplicativos do Windows serão vivenciados em um ambiente virtual que simula experiências físicas — arrastar com as mã. No entanto, a grande novidade da realidade mista é que será possível usar os softwares de forma simultânea.

Além disso, a realidade mista também traz um novo elemento: sensores de movimento, que buscam reproduzir também o sentido de toque das mãos. Esses dispositivos são segurados pelo usuário e trabalham junto com o headset (fone e óculos) para aprimorar a sensação de imersão.

Ou seja, não há uma diferença concreta entre ambas as realidades e, sim, uma convergência. Na prática, a realidade mista usa o conceito e a tecnologia da realidade virtual, que simula um novo mundo construído digitalmente, junto a convergência de softwares e sensores de movimento.

Como a realidade mista vai funcionar

A realidade mista chegou com a atualização Windows 10 Fall Creators Update. Na nova versão, a Microsoft lançou, embutido, o aplicativo Mixed Reality Viewer (microsoft.com/mixed-reality-viewer), que simula uma casa onde as paredes e decoração são softwares. Segundo a fabricante, a tecnologia vai contar com uma grande variedade de experiências, com jogos imersivos, vídeos em 360 graus, filmes e séries, bate papos, aplicativos de criatividade, eventos ao vivo e mais.

Na realidade mista, parades de uma casa são softwares do Windows 10  (Foto: Reprodução/Luana Marfim) Na realidade mista, parades de uma casa são softwares do Windows 10  (Foto: Reprodução/Luana Marfim)

Na realidade mista, parades de uma casa são softwares do Windows 10 (Foto: Reprodução/Luana Marfim)

Com a convergência de funções simultâneas, será possível, por exemplo, conversar com um amigo por Skype e participar de uma partida de um jogo de realidade virtual, ao mesmo tempo. Os aplicativos trabalhados nessa tecnologia podem ser obtidos na própria loja de apps do Windows 10.

Por ora, a empresa anuncia os seguintes softwares:

  • Free The Night — experiência para admirar o céu estrelado como se não houvesse luz;
  • Sky World — um jogo de construir cidades para dragões;
  • Space Pirate Trainer — game de guerras no espaço.

Além disso, há a promessa de desenvolvimento de uma simulação de Minecraft, jogo que já faz sucesso entre crianças em versão 2D. É possível encontrar aplicativos com a tecnologia na loja oficial da Microsoft (microsoft.com/store/collections/MixedReality).

Diversos aplicativos irão funcionar na realidade mista da Microsoft (Foto: Reprodução/Luana Marfim) Diversos aplicativos irão funcionar na realidade mista da Microsoft (Foto: Reprodução/Luana Marfim)

Diversos aplicativos irão funcionar na realidade mista da Microsoft (Foto: Reprodução/Luana Marfim)

Compatibilidade

Para usar a realidade mista, é necessário ter um computador com Windows 10 atualizado e compatível com a tecnologia, além de um headset preparado para mesma. A própria Microsoft apresenta uma lista de notebooks preparados para essa tecnologia, com especificações de hardware para o melhor desempenho.

São eles:

No entanto, a fabricante avisa que outros computadores também são compatíveis, existe uma lista de expecificações necessárias, conforme a tabela abaixo.

Outra saída para verificar a compatibilidade é executar o aplicativo Windows Mixed Reality PC Check (microsoft.com/store/p/windows-mixed-reality-pc-check), uma ajuda da própria Microsoft.

Espeficações de hardware

Recursos Especificações
Sistema Operacional Windows 10 Fall Creators Upadete
Processador Intel Core i5 7200 (7th generation mobile) dual core com Hyper-Threading Technology ou melhor
Memória RAM 8 GB DDR dual channel
Memória interna 10 GB
Placa de vídeo Compatíveis: Integrated Intel HD Grafics 620; Nvidia MX150 discrete GPU; Nvidia 965M discrete GPU
Driver de gráfico Windows Display Driver Model (WDDM) 2.2

Entre os headsets, o único disponível à venda no Brasil é o Explorer, da Lenovo, encontrado na loja online por R$ 2.500. Funciona de forma semelhante aos já populares óculos de realidade virtual, mas conta com duas câmeras embutidas, que detectam a posição do usuário e fazem a leitura do ambiente. Nos Estados Unidos, já existem outros modelos das fabricantes Samsung, Dell, HP e Acer. São: Samsung HMD Odyssey, Dell Visor, HP Headset e Acer Headset, respectivamente.

Headsets preparados para realidade mista do Windows 10 (Foto: Reprodução/Microsoft) Headsets preparados para realidade mista do Windows 10 (Foto: Reprodução/Microsoft)

Headsets preparados para realidade mista do Windows 10 (Foto: Reprodução/Microsoft)

Via Microsoft

Dúvidas sobre VR? Deixe uma pergunta no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo