Por Felipe Vinha, para o TechTudo


Star Wars Battlefront 2 chegou ao PS4, Xbox One e PC sob duras críticas, por conta de sistemas de monetização pesados e que poderiam prejudicar a diversão de seu modo principal, o multiplayer. Para completar, a campanha de um jogador não era lá grande coisa, sem momentos de surpreender ou empolgar. Agora a EA tenta recuperar o fôlego com o título, aproveitando o lançamento de Star Wars: Os Últimos Jedi nos cinemas, com o conteúdo temático que chegou de graça à aventura nos consoles e computadores. Será que dá para salvar?

Iden Versio voltou

O principal conteúdo inédito da nova expansão de Battlefront 2 é a continuação da campanha, chamada de Ressurreição. Nela vemos como Iden Versio está, anos mais velha, após os fatos ocorridos na época de O Retorno de Jedi. Sabemos ainda que a nova história se passa ao mesmo tempo em que O Despertar da Força, o sétimo filme da saga, pois vemos a Primeira Ordem ativar sua Base Starkiller e dizimar planetas, justamente como ocorre no longa-metragem.

Expansão de Star Wars Battlefront 2 continua história de Iden Versio — Foto: Reprodução/Felipe Vinha Expansão de Star Wars Battlefront 2 continua história de Iden Versio — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

Expansão de Star Wars Battlefront 2 continua história de Iden Versio — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

Neste cenário vemos Iden interagir com sua filha e colegas de esquadrão, que agora têm uma missão pessoal nas mãos: lidar com a ameaça de Hask, antigo agente imperial que voltou e quer destruir Versio e toda sua linhagem. Assim temos a introdução de novos personagens e o retorno a cenários antigos, agora com visual diferente, para alimentar sua nostalgia.

Mas a campanha…

Se você espera alguma novidade bombástica ou uma campanha emocionante nesta expansão de Battlefront 2, é melhor se preparar para a decepção. Todas as críticas que fizemos em nossa análise completa do jogo base estão mantidas aqui. Apesar de ter alguns momentos interessantes, tudo o que vemos é uma repetição de fatores, principalmente pelas fases já mostradas na campanha.

A continuação da campanha de Battlefront 2 é fraca — Foto: Reprodução/Felipe Vinha A continuação da campanha de Battlefront 2 é fraca — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

A continuação da campanha de Battlefront 2 é fraca — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

A filha de Versio, ao contrário do que se imaginava, não traz absolutamente nada de novo à trama e sua adição poderia nem mesmo existir – nenhuma mudança significativa seria vista. Esse tipo de desperdício é uma verdadeira pena, pois Star Wars é conhecido por narrar boas histórias, de alguma forma ou de outra, que sempre adicionam ao cânone da série. O segmento Ressurreição não se preocupa com isso, e nem ao menos funciona bem como enredo em separado.

O multiplayer, por outro lado…

A expansão de Os Últimos Jedi em Star Wars Battlefront 2 se salva pelas edições multiplayer, em especial o cenário do planeta Crait, o que vemos no trailer do filme com fumaça vermelha voando pelo ar, que dá um ar de imersão bem interessante. Essa sensação é ainda maior caso você tenha acabado de assistir ao longa-metragem, pois assim continua no mesmo clima. Há ainda o mapa de D’Qar, com a base original da Resistência, para fases onde controlamos apenas naves.

Expansão traz multiplayer em Crait, de Os Últimos Jedi — Foto: Reprodução/Felipe Vinha Expansão traz multiplayer em Crait, de Os Últimos Jedi — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

Expansão traz multiplayer em Crait, de Os Últimos Jedi — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

Em termos de personagens, temos a adição de Finn e Capitã Phasma, sem a necessidade de comprá-los com créditos adicionais para usar no multiplayer. Basta entrar um mapa onde estejam disponíveis e aproveitar, de acordo com sua performance. Os dois jogam de forma muito parecida – Finn é um atirador com elementos de suporte, enquanto Phasma é extremamente agressiva e lida com números grandes de inimigos sem muito esforço, quase uma “tanque”.

Com a expansão Os Últimos Jedi, a EA adiciona ainda desafios de facção – é preciso escolher entre Resistência ou Primeira Ordem, antes de iniciar a partida após a atualização – que podem te garantir recompensas, como caixas com itens e cartas raras. É uma boa forma de recompensar jogadores que ficaram insatisfeitos com as polêmicas das “loot boxes”, há algumas semanas.

Bons momentos em Crait em Star Wars Battlefront 2 — Foto: Reprodução/Felipe Vinha Bons momentos em Crait em Star Wars Battlefront 2 — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

Bons momentos em Crait em Star Wars Battlefront 2 — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

Além de tudo, a expansão é gratuita, possivelmente também como forma de falar “nos perdoem” aos jogadores. Por mais que a porção de história seja um pouco descartável e sem muita razão de existir, as adições no multiplayer são pontuais e divertidas. Neste caso, deixe seu Battlefront 2 atualizando e aproveite.

Quais são os melhores jogos de Star Wars? Comente no fórum do TechTudo!

MAIS DO TechTudo