Por Gabriel Ribeiro, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

As atualizações mais recentes do Windows estão causando problemas em alguns computadores com processadores da AMD. De acordo com relatos em fóruns na Internet, após a instalação, a máquina apresenta a "tela azul da morte" ao inicializar. A Microsoft reconheceu o problema e suspendeu o update. A companhia também informou que está trabalhando junto com a fabricante de processadores para resolver a falha.

Os updates que apresentaram problemas no Windows tinham como objetivo corrigir as vulnerabilidades Meltdown e Spectre, falha de segurança que afeta algumas CPUs e que foi divulgada na última semana. A Microsoft ainda não divulgou quais os processadores da AMD foram afetados, mas acredita-se que apenas os modelos antigos (Sempron e Athlon) estejam sofrendo de instabilidade com o pacote de segurança.

Atualização do Windows causa problema em PCs com processadores da AMD — Foto: Divulgação/AMD Atualização do Windows causa problema em PCs com processadores da AMD — Foto: Divulgação/AMD

Atualização do Windows causa problema em PCs com processadores da AMD — Foto: Divulgação/AMD

Esses são os patchs de segurança que podem causar erro no Windows em máquinas AMD e que foram suspendidos pela Microsoft :

  • Janeiro 3, 2018—KB4056897 (Security-only update)
  • Janeiro 9, 2018—KB4056894 (Monthly Rollup)
  • Janeiro 3, 2018—KB4056888 (OS Build 10586.1356)
  • Janeiro 3, 2018—KB4056892 (OS Build 16299.192)
  • Janeiro 3, 2018—KB4056891 (OS Build 15063.850)
  • Janeiro 3, 2018—KB4056890 (OS Build 14393.2007)
  • Janeiro 3, 2018—KB4056898 (Security-only update)
  • Janeiro 3, 2018—KB4056893 (OS Build 10240.17735)
  • Janeiro 9, 2018—KB4056895 (Monthly Rollup)

Em um comunicado, a companhia informou um dos motivos que podem estar causando problemas na inicialização do sistema em máquinas com processador AMD. “Depois de investigar, a Microsoft determinou que alguns processadores AMD não estão de acordo com a documentação anteriormente fornecida para que a Microsoft desenvolvesse as atenuações do Windows contra as vulnerabilidades conhecidas como Spectre e Meltdown”, explica a empresa, sem dar muitos detalhes sobre quais são os problemas na documentação.

A AMD, por outro lado, também declarou ter conhecimento da situação e disse que já está trabalhando com a Microsoft em uma solução. "A AMD está ciente de um problema com alguns processadores de geração mais antiga após a instalação de uma atualização de segurança da Microsoft que foi publicada no fim de semana. A AMD e a Microsoft estão trabalhando em uma atualização para resolver o problema e esperam que ele comece a ser distribuída novamente para estes impactados em breve", diz o comunicado da empresa.

Caso seu computador tenha um processador AMD, a recomendação é não instalar essas atualizações. Se o update já tiver sido feito e esteja acontecendo problemas no boot, a Microsoft preparou um guia que ajuda a consertar o erro.

Vídeo mostra como programar um computador Windows para desligar sozinho

Vídeo mostra como programar um computador Windows para desligar sozinho

Spectre e Meltdown

As falhas em processadores foram descobertas em junho de 2017 por uma equipe de pesquisadores de segurança do Google, mas só foram divulgadas nesse início de ano. Durante este período, as fabricantes foram informadas e tiveram tempo para criar pacotes de correção.

O Meltdown está restrito a processadores Intel. O erro permite que um aplicativo mal intencionado solicite à CPU para acessar dados protegidos da memória. Já o Spectre coloca em risco, além de chips da Intel, da AMD e até da ARM (maioria dos processadores para smartphones e tablets). A vulnerabilidade age ao forçar que um app forneça registros de memória. Mais complexo, o Spectre requer não só uma atualização para o sistema operacional, mas uma modificação dos próprios aplicativos. Os navegadores Edge, Chrome, Safari e Firefox já receberam atualizações que corrigem a vulnerabilidade.

Além disso, as fabricantes começaram a liberar updates para o sistema, caso não só da Microsoft, mas também da Apple. A polêmica se estendeu quando pesquisadores afirmaram que essas correções poderiam comprometer o desempenho dos computadores. Nesta terça-feira, a empresa de Redmond, além de explicar o problema que a atualização vem causando em computadores com processador AMD, também esclareceu tais afirmações.

De acordo com a companhia, as atualizações do Windows que corrigem as falhas em processadores Intel mais recentes não limita o desempenho de PCs com Windows 10. No entanto, modelos com Windows 7 ou 8, acompanhados de chips Intel mais antigos, têm sua performance comprometida. A Microsoft ficou de divulgar mais informações quando finalizar seus testes.

Qual é o melhor processador para jogos? Opine no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo