Falha no Tinder pode revelar fotos e matches; entenda

Vulnerabilidade no app dá acesso a fotos e matches dos usuários por meio de Wi-Fi público

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Carolina Ribeiro, para o TechTudo

O Tinder tem uma falha em sua criptografia que possibilita o vazamento de fotos e matches, quando o usuário estiver conectado à rede Wi-Fi de locais públicos, como aeroportos, restaurantes e empresas. A brecha permite que pessoas mal-intencionadas acessem as fotos de perfil do usuário, saibam as pessoas que ele curtiu e, até mesmo, adicionem imagens maliciosas. Para isso, os hackers precisam estar conectados à mesma rede de Internet sem fio da vítima. Vale destacar que o problema está presente nas versões do Tinder para celulares Android e iPhone (iOS).

A vulnerabilidade foi revelada na última terça-feira (23) por especialistas da empresa de segurança Checkmarx. De acordo com os pesquisadores, o aplicativo de relacionamento não possui HTTPS (Protocolo de Transferência de Hipertexto Seguro), proteção padrão de dados usada por apps e sites.

O que é e como funciona o Tinder?

O que é e como funciona o Tinder?

Para descobrir as falhas de segurança do aplicativo, a Checkmarx criou a plataforma TinderDrift, com o objetivo de mostrar que hackers também podem fazer esse procedimento. Com a ajuda da ferramenta, a empresa conseguiu acessar perfis no Tinder, visualizar e controlar as imagens e os matches do usuário. A única condição para que a tentativa funcionasse era que a pessoa usasse o app de relacionamentos enquanto estivesse conectada à uma rede Wi-Fi pública.

Além disso, a ferramenta permitia monitorar o comportamento do usuário por meio do tamanho dos dados transmitidos, ou seja, pela medição dos padrões de bytes: ao deslizar o dedo para a esquerda (278 bytes) ou para a direita (274 bytes). Dessa maneira, seria possível identificar as pessoas que o usuário curtiu, não curtiu e deu match, por exemplo.

Empresa Checkmarx descobre que Tinder não usa criptografia em fotos e matches dos usuários (Foto: Divulgação / Checkmarx) Empresa Checkmarx descobre que Tinder não usa criptografia em fotos e matches dos usuários (Foto: Divulgação / Checkmarx)

Empresa Checkmarx descobre que Tinder não usa criptografia em fotos e matches dos usuários (Foto: Divulgação / Checkmarx)

Após a divulgação da falha de segurança, o Tinder afirmou ao site Engadget que as imagens divulgadas no aplicativo estão disponíveis para qualquer usuário, já que ele está inserido em um contexto de plataforma global e gratuita. Além disso, a empresa destacou que utiliza uma rede de ferramentas e sistemas para proteger a integridade do programa e que está trabalhando em novos recursos de segurança.

MAIS DO TechTudo