Por Gabriel Ribeiro, para o TechTudo


O Google Flights começa a ganhar mais um aliado para ajudar os usuários a planejar viagens. O serviço para comparação de preços de passagens usa a inteligência artificial para prever quando um voo pode atrasar. O recurso funciona por meio do aprendizado de máquina para analisar o histórico do voo. Desse modo, é possível fornecer a probabilidade do avião demorar a decolar, incluindo um tempo estimado.

A previsão de atrasos do Google Flights chega primeiro para usuários dos Estados Unidos. Ainda não há informações de quando o recurso será liberado no Brasil e em outras regiões.

Ao pesquisar o número do voo, resultado mostra o tempo estimado de atraso  — Foto: Divulgação/Google Ao pesquisar o número do voo, resultado mostra o tempo estimado de atraso  — Foto: Divulgação/Google

Ao pesquisar o número do voo, resultado mostra o tempo estimado de atraso — Foto: Divulgação/Google

O Google Flights já traz uma função que informa até mesmo o motivo do atraso do voo. No entanto, essa informação demorava a ser passada pela companhia aérea e, por esse motivo, muitas vezes o passageiro era pego de surpresa. Com a ajuda de algoritmos treinados, o Google quer informar com antecedência se um voo deve sofrer com uma demora não planejada.

Para isso, o serviço vai usar informações do histórico do status do voo. A ferramenta só vai sinalizar a previsão de atraso quando tiver pelo menos 80% de certeza que o avião vai demorar a decolar. A expectativa é que o recurso seja bastante preciso.

Para usar a ferramenta, basta digitar o número do voo direto no Google app. No resultado da busca vai aparecer todas as informações da viagem, incluindo se o voo tem tendência a atrasar. Em testes conduzidos pelo TechTudo nesta quarta-feira (31), as informações sobre a previsão de atraso ainda não apareciam no resultado para voos do Brasil.

Funções pouco conhecidas do Google Maps

Funções pouco conhecidas do Google Maps

Restrições

O Google Flights também vai passar a oferecer mais detalhes sobre a classe básica/econômica. Com isso, ao fazer uma pesquisa para comparar preços, o usuário vai saber quais as restrições da passagem, se há algum tipo de embargo à bagagem de mão, por exemplo. Por enquanto, essa função só está disponível para passagens da Delta, United e American Airlines.

Com informações: Venturebeat e Engadget

Como conseguir cupons de desconto no Airbnb? Troque dicas no Fórum TechTudo.

MAIS DO TechTudo