Por Thássius Veloso, da CES 2018, em Las Vegas

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Falar com os dispositivos eletrônicos parece ser a ambição da vez entre as empresas de tecnologia. Durante a CES 2018, o Google reforçou a investida nesta forma de interação ao dar o nome de "smart displays" para esta classe de dispositivos eletrônicos. A companhia espera que aparelhos — que lembram pequenos tablets — inundem as lojas nos próximos meses.

Os tais smart displays se parecem uma versão mais completa dos smart speakers, caixinhas de som que contam com inteligência artificial. As “telas inteligentes” (em tradução livre) têm em comum o acesso à rede Wi-Fi, o sistema de áudio e o display sensível ao toque.

Conheça os Smart Displays expostos pelo Google na CES 2018

Conheça os Smart Displays expostos pelo Google na CES 2018

O sistema tem sofisticação alguns degraus abaixo do Android para tablets, em que os usuários contam com diversos aplicativos e a há a possibilidade de realizar várias tarefas ao mesmo tempo.

Gigantes do setor se comprometeram a participar da aposta do Google. JBL, Lenovo, LG e Sony exibiram smart displays capazes de entender o que o usuário está dizendo e também de apresentar as informações na tela, para uma explanação mais fácil.

Assistente digital entende a fala do usuário e mostra opções de receitas culinárias — Foto: Thássius Veloso / TechTudo Assistente digital entende a fala do usuário e mostra opções de receitas culinárias — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

Assistente digital entende a fala do usuário e mostra opções de receitas culinárias — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

"Há momentos em que uma tela poderia tornar a Google Assistente ainda mais útil, como quando você precisa aprender a cortar um abacaxi, e a melhor forma é assistindo a um vídeo”, escreveu Scott Huffmann, vice-presidente do Google na iniciativa de reconhecimento de voz.

Os apetrechos inteligentes poderão realizar tarefas básicas:

Smart display com sistema do Google exibe mapas — Foto: Thássius Veloso / TechTudo Smart display com sistema do Google exibe mapas — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

Smart display com sistema do Google exibe mapas — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

A tecnologia por trás do reconhecimento de voz e compreensão de fala é a mesma presente na Google Assistente do celular, nativa em diversos smartphones com Android. Ao todo, a assistente virtual entende e executa mais de 1 milhão de ações.

O Google não esclarece o número de comandos em português que são compreendidos pela assistente digital.

Link View emprega tecnologia de áudio da JBL e mostra compromissos do dia em tela com resolução Full HD — Foto: Thássius Veloso / TechTudo Link View emprega tecnologia de áudio da JBL e mostra compromissos do dia em tela com resolução Full HD — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

Link View emprega tecnologia de áudio da JBL e mostra compromissos do dia em tela com resolução Full HD — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

Da mesma forma, não se sabe a data de lançamento dos primeiros smart displays no Brasil. O avanço dos smart speakers está tímido, e o próprio Google Home (sem tela) não é vendido em território nacional. Ao menos a gigante da Internet não está sozinha nesta falta de apreço pelos brasileiros: a Amazon também não oferece o Amazon Echo Dot na região.

Amazon tem produto similar

Principal concorrente do Google no campo da inteligência artificial e reconhecimento de voz, a Amazon vende o Echo Show nos Estados Unidos desde junho de 2017. O aparelho com tela de 7 polegadas e assistente virtual Alexa custa US$ 299, cerca de R$ 960 pelo câmbio do dia. No entanto, não partiu da empresa de Jeff Bezos a ideia do nome smart displays, que se popularizou na CES deste ano.

O jornalista viajou para os Estados Unidos a convite da Panasonic.

MAIS DO TechTudo