Governo dos EUA investiga Apple por derrubar velocidade de iPhones antigos

Empresa alega que medida foi adotada para evitar panes e reinícios inesperados.

Governo dos EUA investiga Apple por derrubar velocidade de iPhones antigos Governo dos EUA investiga Apple por derrubar velocidade de iPhones antigos
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Thássius Veloso, da redação

O governo dos Estados Unidos decidiu investigar formalmente a Apple por causa da crise envolvendo baterias antigas de iPhones. De acordo com o portal financeiro Bloomberg, entidades da administração pública têm dúvidas sobre a conduta da companhia, que pode ter violado leis americanas ao liberar uma atualização do sistema iOS que resultou em smartphones mais lentos.

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos e a Comissão de Títulos e Câmbio se envolveram no caso nesta terça-feira (30). Ainda de acordo com a publicação, o governo solicitou informações à Apple para dar corpo à investigação, que neste momento ainda se encontra em fase inicial. Por ora, segundo fontes da Bloomberg, é cedo para dizer se os Estados Unidos pedirão algum tipo de punição.

Lançamento de 2015, iPhone 6S Plus faz parte de programa mundial de troca de bateria com preço mais baixo (Foto: Lucas Mendes/TechTudo) Lançamento de 2015, iPhone 6S Plus faz parte de programa mundial de troca de bateria com preço mais baixo (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

Lançamento de 2015, iPhone 6S Plus faz parte de programa mundial de troca de bateria com preço mais baixo (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

A crise das baterias começou com usuários do fórum Reddit, que perceberam uma queda significativa no poder de processamento de smartphones mais antigos, ainda em dezembro. A Apple admitiu o uso de uma técnica para diminuir a velocidade e alegou que a medida preservaria os telefones de panes e reinícios inesperados. Também disse que jamais reduziria a capacidade de produtos para estimular a troca antecipada, conduta classificada como obsolescência programada por clientes da França e de Israel.

Ainda de acordo com a fabricante, a queda de velocidade está associada com o envelhecimento da bateria do iPhone. Conforme os meses se passam, o componente sofre uma degradação considerada natural do ponto de vista químico. Todos os smartphones passam por isso, pois as baterias possuem um tempo máximo de vida útil. A novidade no caso Apple foi a decisão de derrubar a rapidez com que as tarefas são executadas no dispositivo.

Junto com o pedido de desculpas, a Apple anunciou um programa mundial para substituição de bateria a preços mais em conta. Segundo a companhia, o procedimento retornaria o telefone à velocidade máxima. Além disso, o presidente-executivo Tim Cook prometeu uma atualização no iOS para que cada usuário decida se quer ativar o recurso, opção que não existe atualmente.

Review do iPhone 7: analisamos o lançamento da Apple para 2016

Review do iPhone 7: analisamos o lançamento da Apple para 2016

A substituição da bateria do iPhone custa atualmente R$ 149 nas lojas oficiais e assistências técnicas parceiras. O preço é válido até o fim de 2018.

Consumidores elogiaram o procedimento e garantiram que o telefone volta às condições originais, conforme informou o TechTudo. O preço com desconto vale para iPhone SE; iPhone 6 e iPhone 6 Plus; iPhone 6S e iPhone 6S Plus; iPhone 7 e iPhone 7 Plus, iPhone 8 e iPhone 8 Plus; e iPhone X. Apesar de modelos mais recentes aparecerem na lista, é improvável que a bateria precise ser trocada devido ao desgaste natural.

A fabricante chegou a dizer ao TechTudo que o iPhone 5C também faria parte da oferta. No entanto, há relatos de consumidores que procuraram assistências técnicas e não conseguiram o preço especial para o telefone lançado em 2013. Procurada pela reportagem, a Apple Brasil não se manifestou sobre o tema até o presente momento.

Principais sintomas

De acordo com a Apple Brasil, casos que exigem formas mais extremas de gerenciamento incluem os seguintes sintomas:

  • Tempos maiores de inicialização de apps
  • Menores taxas de quadros durante a rolagem
  • Escurecimento da luz de fundo (que pode ser substituído na Central de Controle)
  • Volume mais baixo do alto-falante de até -3dB
  • Reduções graduais da taxa de quadros em alguns apps
  • Em casos mais extremos, o flash da câmera será desativado como visível na interface do usuário da câmera
  • Apps sendo atualizados em segundo plano podem exigir recarregamento após a inicialização

Com informações: Bloomberg

MAIS DO TechTudo