Internet mais rápida foi o assunto de destaque de informática em 2017

Avanços na rede 5G e soluções sem fio que podem substituir a fibra ótica estão entre as principais notícias de informática deste ano

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Bruno Soares, para o TechTudo

As novas tecnologias desenvolvidas para melhorar a distribuição de Internet foram os maiores destaques no mundo da informática em 2017. As novidades incluem avanços na rede 5G e soluções sem fio que podem substituir a fibra ótica. Roteadores superpotentes e truques caseiros também estiveram em evidência no último ano.

Além disso, a Apple perdeu reinado no ramo dos notebooks e também houve lançamentos de processadores e computadores poderosos. Para relembrar os principais conteúdos de 2017, o TechTudo reuniu abaixo as matérias mais lidas dos últimos meses.

Internet mais rápida com repetidores: saiba como ampliar o sinal Wi-Fi da sua casa

Internet mais rápida com repetidores: saiba como ampliar o sinal Wi-Fi da sua casa

1. Dispositivo amplifica sinal Wi-Fi sem utilizar energia elétrica

Já pensou em conseguir amplificar sua Internet sem aumentar a conta de luz? É o que promete o ZeusPro, aparelho que, ao ser adicionado ao roteador, pode dobrar ou até mesmo triplicar a qualidade da conexão. A novidade apareceu aqui no TechTudo em abril, após bater a meta no site de financiamento coletivo Indiegogo.

Além da praticidade, o dispositivo ainda é ecológico: seu material é reciclável e sem metais, para não interferir no sinal Wi-Fi. O produto é compatível com decodificadores de duas ou três antenas da TP-Link, D-Link, Cisco, Netgear, Asus, Xiaomi e Linksys.

ZeusPro dispensa tomadas para ampliar alcance do sinal Wi-Fi (Foto: Divulgação/MizeusGroup) ZeusPro dispensa tomadas para ampliar alcance do sinal Wi-Fi (Foto: Divulgação/MizeusGroup)

ZeusPro dispensa tomadas para ampliar alcance do sinal Wi-Fi (Foto: Divulgação/MizeusGroup)

Na época do financiamento coletivo, o modelo estava disponível para entrega no Brasil pelo frete de US$ 10 (cerca de R$ 32). O preço do kit de quatro unidades sai por US$ 30 (cerca de R$ 97 em conversão direta) ou com apenas uma unidade por US$ 10 (aproximadamente R$ 32).

2. Internet de até 1 Gb/s por rede elétrica

A operadora americana AT&T anunciou, no último dia 13 de dezembro, o início dos testes com a tecnologia AirGig, que funciona via rede elétrica e pode atingir mais de 1 Gb/s de velocidade. Por enquanto, o experimento acontece em parte do estado da Georgia, nos Estados Unidos, mas, caso seja bem-sucedido, a ideia é utilizar a técnica para levar Internet a locais remotos e afastados.

O uso de Internet via rede elétrica, em si, não é novidade, mas o destaque fica para a velocidade que, com esses números, se equipara à rede por fibra ótica.

Tecnologia AirGig pode chegar a mais de 1Gbps de velocidade  (Foto: Divulgação/AT&T) Tecnologia AirGig pode chegar a mais de 1Gbps de velocidade  (Foto: Divulgação/AT&T)

Tecnologia AirGig pode chegar a mais de 1Gbps de velocidade (Foto: Divulgação/AT&T)

3. 5G vem aí

Além do AirGig, 2017 trouxe outros avanços nas tecnologias usadas no fornecimento da Internet. A a velocidade 5G, por exemplo, já bate à porta. Se antes a expectativa era de que esse tipo de serviço só chegasse ao mercado em 2020, a operadora americana Verizon afirmou que pretende lançá-lo para uso doméstico em cinco cidades americanas até o fim de 2018, com a promessa de uma conexão de 10 a 100 vezes mais rápida.

Além disso, não falta muito para que esse tipo de conexão chegue também aos nossos smartphones. Em novembro, a Intel apresentou a primeira linha de chips compatíveis com o 5G, com velocidades que podem ultrapassar a velocidade de 1 Gb/s e previsão de chegada em 2020.

Chip 5G da Intel deve vir embarcado em aparelhos a partir de 2020 (Foto: Divulgação/Intel) Chip 5G da Intel deve vir embarcado em aparelhos a partir de 2020 (Foto: Divulgação/Intel)

Chip 5G da Intel deve vir embarcado em aparelhos a partir de 2020 (Foto: Divulgação/Intel)

4. Roteador Deco M5 chega ao Brasil com cobertura de até 400 m²

Em setembro, a TP-Link iniciou a venda do roteador Deco M5 no Brasil. O aparelho conta com um kit com três pontos de acesso e promete cobrir uma área de até 400 m². Além disso, o modelo tem instalação descomplicada e é capaz de interligar os pontos de acesso automaticamente. O Deco M5 oferece redes dual band com velocidades que variam entre 400 Mb/s para 2,4 GHz e 867 Mbps para 5 GHz. Seu preço sugerido é de R$ 1.599.

Deco M5, da TP-Link, promete internet na casa toda (Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo) Deco M5, da TP-Link, promete internet na casa toda (Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo)

Deco M5, da TP-Link, promete internet na casa toda (Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo)

5. Nova Internet sem fios pode substituir fibra ótica

Também em 2017, cientistas da Universidade de Glasgow, na Escócia, divulgaram uma técnica que utiliza a luz para transmitir dados pelo ar. A nova tecnologia percorreu cerca de 1,6 km em zona urbana em uma velocidade maior do que 1 Gb/s e pode baratear o custo da distribuição de Internet, já que dispensa a rede de fibra ótica tradicional. O projeto, porém, ainda enfrenta algumas dificuldades para ultrapassar barreiras e se tornar ideal para utilização dentro de casas.

Nova Internet sem fios pode substituir fibra ótica (Foto: Divulgação) Nova Internet sem fios pode substituir fibra ótica (Foto: Divulgação)

Nova Internet sem fios pode substituir fibra ótica (Foto: Divulgação)

6. Internet Wi-Fi melhora com alumínio no roteador

Se a Internet está o ruim, o jeito pode ser improvisar. Segundo cientistas da Universidade de Dartmouth, nos Estados Unidos, utilizar alumínio no roteador é realmente eficaz para melhorar a conexão. A pesquisa envolveu testes com diferentes estilos de antenas e latinhas de refrigerante.

A partir dos resultados, foi desenvolvido um sistema de impressão 3D que projeta o modelo ideal de refletor de sinal baseando-se em dados sobre o ambiente onde o roteador está instalado. Com isso, é possível direcionar o sinal do Wi-Fi para o local da casa que for mais conveniente. O TechTudo ensina aqui uma técnica similar para melhorar a Internet da sua casa com latinhas de refrigerante.

Alumínio no roteador pode melhorar sinal do Wi-Fi (Foto:  Raquel Feire/TechTudo) Alumínio no roteador pode melhorar sinal do Wi-Fi (Foto:  Raquel Feire/TechTudo)

Alumínio no roteador pode melhorar sinal do Wi-Fi (Foto: Raquel Feire/TechTudo)

7. Dell lança PC Gamer projetado para processadores AMD Ryzen

Em setembro, a Dell lançou no Brasil o desktop gamer Inspiron projetado para os processadores AMD Ryzen 7 1700X. O PC chegou ao mercado com preço competitivo, custando R$ 2.999, e configurações interessantes, como memória RAM de até 16 GB, armazenamento máximo de 1 TB, placa de vídeo dedicada de até 6 GB e sistema de resfriamento. O equipamento promete ser capaz de rodar jogos em 4K, a 60 quadros por segundo, e é compatível com realidade virtual (VR). O sistema operacional pode ser tanto Windows 10 como Ubuntu.

Dell PC Gamer Inspiron para processadores AMD Ryzen (Foto: Foto: Divulgação/Dell) Dell PC Gamer Inspiron para processadores AMD Ryzen (Foto: Foto: Divulgação/Dell)

Dell PC Gamer Inspiron para processadores AMD Ryzen (Foto: Foto: Divulgação/Dell)

8. Apple perde liderança no ramo dos notebooks

Após sete anos no topo, a Apple perdeu a liderança na lista de melhores fabricantes de notebook da revista especializada Laptop Mag. A fabricante despencou no ranking e foi parar na 5ª posição, atrás de marcas como Lenovo, Asus, Dell e HP. O ranking leva em consideração fatores como inovação, qualidade, suporte, design e bom custo-benefício.

Foram justamente esses dois últimos itens que fizeram com que a maçã se desse mal na lista, com o alto custo dos Macbooks mais recentes, além da ausência de portas USB tradicionais nos MacBook Pro de 2016.

Ranking de melhores fabricantes de notebooks da Laptop Mag (Foto: Reprodução/Laptop Mag) Ranking de melhores fabricantes de notebooks da Laptop Mag (Foto: Reprodução/Laptop Mag)

Ranking de melhores fabricantes de notebooks da Laptop Mag (Foto: Reprodução/Laptop Mag)

9. Intel lança processador Core i9 com até 18 núcleos

Durante a Computex 2017, a Intel lançou a linha X Series de seus processadores, que inclui o novo processador Core i9 com até 18 núcleos. O produto é voltado para conferir alta performance em games, realidade virtual e criação e edição de vídeos.

No Brasil, ele custa cerca de R$ 9.883. Entre outras novidades, o chip é compatível com até quatro placas de vídeo e resolução total de 12K, o que deve garantir visuais deslumbrantes até mesmo em games mais exigentes.

Novo Core i9 promete alto desempenho para gamers (Foto: Divulgação/Intel) Novo Core i9 promete alto desempenho para gamers (Foto: Divulgação/Intel)

Novo Core i9 promete alto desempenho para gamers (Foto: Divulgação/Intel)

10. Concorrente do Raspberry Pi tem preço menor e resolução 4K

O Raspberry Pi ganhou um concorrente de peso em 2017. A Rock64 tem processador de quatro núcleos, memória RAM de 4 GB, além de suportar resolução de vídeo 4K HDR e ser compatível com Android 7 Nougat.

O preço sugerido pela placa também é uma grande vantagem em relação à concorrente: US$ 25 (R$ 82), US$ 10 a menos que o Pi. Entre as desvantagens estão a ausência de Wi-Fi e Bluetooth embutidos.

Placa concorrente do Raspberry Pi é mais barata (Foto: Divulgação/Pine64) Placa concorrente do Raspberry Pi é mais barata (Foto: Divulgação/Pine64)

Placa concorrente do Raspberry Pi é mais barata (Foto: Divulgação/Pine64)

MAIS DO TechTudo