Por Thássius Veloso, da CES 2018, em Las Vegas

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Enquanto os brasileiros se queixam da velocidade da internet 4G no celular, os passageiros a bordo de aviões com Wi-Fi poderão experimentar conexões até 20 vezes mais rápidas do que as atuais. A Panasonic revelou a terceira geração do modem que fica na aeronave e que provê o acesso à rede.

A nova geração de conexão a bordo inclui a possibilidade de assistir vídeos por streaming em plataformas como Netflix e YouTube. Além disso, a companhia vislumbra a possibilidade de que a tripulação participe de conversas via Skype, com direito a áudio e vídeo.

Companhia demonstrou tecnologias para aeronaves (chamadas de avionics) durante a CES 2018 — Foto: Divulgação / Panasonic Companhia demonstrou tecnologias para aeronaves (chamadas de avionics) durante a CES 2018 — Foto: Divulgação / Panasonic

Companhia demonstrou tecnologias para aeronaves (chamadas de avionics) durante a CES 2018 — Foto: Divulgação / Panasonic

A possibilidade de liberar ligações por voz ou vídeo divide opiniões, com argumentos válidos dos dois lados: parte dos consumidores diz que a viagem poderia virar uma bagunça, com pessoas falando alto em seus assentos; enquanto isso, outra parcela afirma que, com haveria uma maior facilidade para resolver questões emergenciais.

Por via das dúvidas, os principais serviços de internet a bordo bloqueiam chamadas de voz ou de vídeo. Por outro lado, algumas companhias aéreas experimentam o acesso liberado a aplicativos de chat como Messenger, WhatsApp e Telegram.

A Panasonic explicou ao TechTudo que atualmente uma aeronave alcança a velocidade de 12 Mb/s quando está em altitude de cruzeiro. A conexão é compartilhada entre os dispositivos que se conectam ao Wi-Fi, o que resulta numa navegação de sites pouco mais veloz do que o visto no início da banda larga no Brasil.

Já a nova tecnologia de modem alcança a velocidade de 120 Mb/s. Como há dois receptores, a banda total é de 240 Mb/s em cada avião, velocidade que é oferecida por algumas empresas de banda larga no Brasil a preços elevados.

O sinal de internet chega ao avião por satélite. É por meio dele que também chegam as imagens da TV ao vivo, que devem passar por melhorias devido ao avanço na na conectividade em pleno céu.

Área de cobertura dos satélites que provêm acesso à internet em voo — Foto: Divulgação / Panasonic Área de cobertura dos satélites que provêm acesso à internet em voo — Foto: Divulgação / Panasonic

Área de cobertura dos satélites que provêm acesso à internet em voo — Foto: Divulgação / Panasonic

Mais de mil aeronaves contam atualmente com a tecnologia de conexão a bordo da Panasonic. A expectativa é de que as empresas aéreas comecem a atualizar o aparato nos próximos meses.

A japonesa ressaltou, em nota, que apenas vende a tecnologia para as companhias aéreas. Cada transportadora decide, com base no objetivo de negócios, quais recursos serão liberados no Wi-Fi depois que o avião decolar, bem como os preços cobrados pelo serviço.

O jornalista viajou para os Estados Unidos a convite da Panasonic.

MAIS DO TechTudo