Por Bruno Soares, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

A MyLiFi é uma luminária que promete oferecer Internet Li-Fi ao seu computador enquanto ilumina o ambiente. O produto, que vem com um dongle conectável a USBs, foi apresentado durante a CES 2018 e está disponível para financiamento coletivo no site Indiegogo. O detalhe interessante é que o aparelho de 800 lumens de potência e dois anos de garantia também emite uma luz infravermelha, invisível aos olhos humanos, que alimenta o modem com Internet sem fio de até 23 Mb/s.

Desenvolvido pela empresa Oledcomm, o abajur é um dos primeiros objetos a trazer a tecnologia Li-Fi para o mercado.

MyLiFi: luminária fornece conexão com a internet — Foto: Divulgação/Oldecomm MyLiFi: luminária fornece conexão com a internet — Foto: Divulgação/Oldecomm

MyLiFi: luminária fornece conexão com a internet — Foto: Divulgação/Oldecomm

Os brasileiros que estiverem interessados podem financiar a empreitada por um preço a partir de US$ 840 (cerca de R$ 2.721, na cotação atual, sem adição de impostos). O frete para o país custa US$ 60 (R$ 194) e a entrega estimada é para julho deste ano. Quem apoiar, recebe um kit composto por uma luminária LED e um dongle com conexões USB-A e USB-C.

O repórter Jacob Kastrenakes, do portal norte-americano The Verge, testou o aparelho e, ao que tudo indica, ele funciona mesmo. De acordo com o relato do site, a conexão com a Internet ocorreu cerca de 15 segundos após o dongle ser plugado no MacBook utilizado no experimento. Entretanto, Kastrenakes aponta vantagens e desvantagens para o produto.

Ao contrário do Wi-Fi, a tecnologia Li-Fi não se sai muito bem atravessando paredes, o que evitaria que vizinhos roubassem a sua conexão. Mas, como você já deve estar imaginando, esse é também um problema: para que haja eficácia no funcionamento, é preciso que o dispositivo USB conectado ao seu computador esteja na reta da luz. Além disso, por enquanto, somente uma pessoa pode usar a MyLiFi por vez, o que deve mudar em atualizações futuras.

MyLiFi: em exposição na CES 2018 e com financiamento no Indiegogo — Foto: Divulgação/Oldecomm MyLiFi: em exposição na CES 2018 e com financiamento no Indiegogo — Foto: Divulgação/Oldecomm

MyLiFi: em exposição na CES 2018 e com financiamento no Indiegogo — Foto: Divulgação/Oldecomm

Entre as facilidades que a MyLiFi oferece está a possibilidade de controlar a lamparina pelo app, configurando senhas e limitando acesso de crianças, por exemplo. Também é possível regular a iluminação ambiente, criando, inclusive, efeitos de nascer e pôr do sol para melhorar o sono. Outra vantagem é que, para se conectar à Internet, não é preciso manter a luz ligada, já que não é a iluminação LED que garante a transmissão de dados.

Tecnologia Li-Fi

Desde 2015, cientistas europeus vêm testando as aplicações práticas do Li-Fi. Testes realizados pela empresa Velmenni, na Estônia, revelam que a tecnologia é capaz de transmitir dados em até 1 Gb/s, o que possibilitaria uma conexão 100 vezes mais rápida do que a alcançada pelo Wi-Fi. Com promessa de reduzir custos e aumentar a velocidade, a novidade tem potencial para atrair investidores.

Um dos principais argumentos a favor do Li-Fi é a segurança, uma vez que não é possível que a transmissão de dados atravesse paredes – o que acaba sendo um desafio. O My LiFi é um dos primeiros produtos que se propõe a levar a tecnologia para a esfera doméstica. Em um primeiro momento, a Oledcomm trabalhava com a aplicação em outros ambientes, como hospitais.

MAIS DO TechTudo