Por Isabela Cabral, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

A Apple marcou forte presença no último mês de 2017. Para os brasileiros, dezembro começou com o lançamento do iPhone X, no dia 8. O mais caro e potente celular da Apple até hoje trouxe um visual remodelado e um novo sistema de reconhecimento facial.

Na reta final do mês, porém, a empresa enfrentou uma crise ao admitir que diminui a desempenho de alguns dos iPhones antigos. Apesar da fabricante argumentar que a medida é em benefício dos aparelhos, usuários a acusam de praticar obsolescência programada.

iPhone X abandonou o tradicional botão Home; controle do celular depende de gestos — Foto: Thássius Veloso/TechTudo iPhone X abandonou o tradicional botão Home; controle do celular depende de gestos — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

iPhone X abandonou o tradicional botão Home; controle do celular depende de gestos — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Enquanto isso, o Google continuou demonstrando seu interesse no mercado de smartphones básicos e lançou o Android 8 Oreo Go, edição do sistema destinada aos dispositivos com especificações mais simples. Além disso, a companhia anunciou três novos apps de edição de imagens.

A Qualcomm, por sua vez, lançou o super processador Snapdragon 845, que deve estar em alguns dos smartphones top de linha deste ano. Outra novidade foi a descoberta de um novo Nokia 3310, o famoso “tijolão”, em desenvolvimento. Saiba mais, a seguir, sobre os assuntos que foram destaque em dezembro.

iPhone X no Brasil

iPhone X: conheça sete curiosidades sobre o modelo da Apple

iPhone X: conheça sete curiosidades sobre o modelo da Apple

Um mês após o lançamento nos Estados Unidos, o poderoso iPhone X finalmente chegou às lojas brasileiras. O preço oficial da Apple é de R$ 6.999 pelo modelo de 64 GB e R$ 7.799 pelo de 256 GB. Ao comprar o smartphone aliado ao plano de uma operadora, porém, os valores são mais baixos.

Entre as novidades do iPhone X estão o design renovado e uma nova forma de biometria. A tela de 5,8 polegadas em formato 18:9 ocupa quase toda a frente do smartphone e abandona o botão Home. No campo da segurança, o leitor de impressões digitais Touch ID dá lugar ao reconhecimento facial avançado do Face ID. Além disso, a Apple adotou novos comandos por gestos no iOS 11. A câmera traseira é dupla e tem 12 megapixels, enquanto a frontal tem 7 megapixels.

Crise do iPhone com bateria vencida

Os últimos dias de dezembro foram marcados pela polêmica da redução intencional do desempenho de versões antigas do iPhone. A Apple admitiu a prática e os usuários ficaram revoltados. Em nota oficial com um pedido de desculpas, a empresa defendeu o objetivo de prevenir prejuízos aos aparelhos com baterias desgastadas naturalmente pelo tempo. Segundo a Apple, o recurso presente no iOS melhora o gerenciamento de energia para evitar desligamentos inesperados.

Por causa da limitação, a fabricante já enfrenta processos em ao menos três países. A empresa da maçã anunciou queda no preço cobrado para substituir o componente por um novo, procedimento que faz o telefone retornar ao desempenho nativo. No Brasil, o valor caiu de R$ 449 para R$ 149. Os iPhones 6, 6 Plus, 6S, 6S Plus e SE estão aptos a receber o serviço.

iPhone 6 é um dos modelos afetados pela limitação da Apple — Foto: TechTudo iPhone 6 é um dos modelos afetados pela limitação da Apple — Foto: TechTudo

iPhone 6 é um dos modelos afetados pela limitação da Apple — Foto: TechTudo

Google anuncia Android Oreo Go

Apostando nos smartphones mais simples, o Google lançou o Android 8 Oreo Go Edition, edição de seu sistema adaptado para oferecer experiência otimizada a celulares com especificações mais modestas, que operam com memória RAM entre 512 MB e 1 GB. Ainda não há informações de quando os modelos com o sistema vão chegar ao mercado.

Para deixar o Go mais leve, o Google desenvolveu versões especiais dos aplicativos pré-instalados, que ocupam menos espaço de armazenamento e consomem menos dados. Google Search, Google Assistente, YouTube, Google Maps, Gmail, Gboard, Google Play e Chrome estão na lista. Juntos, eles ocupam menos da metade da memória necessária para o Android Oreo padrão. Na Play Store, os usuários encontrarão uma sessão que indica apps otimizados para o novo sistema.

Android Oreo Go Edition é voltado para smartphones com até 1 GB de RAM — Foto: Divulgação/Google Android Oreo Go Edition é voltado para smartphones com até 1 GB de RAM — Foto: Divulgação/Google

Android Oreo Go Edition é voltado para smartphones com até 1 GB de RAM — Foto: Divulgação/Google

Apps de edição de imagens do Google

O gigante de buscas lançou três aplicativos voltados para a edição de imagens: o Storyboard, disponível apenas para celulares Android; o Scrubbies, para iPhone (iOS); e o Selfissimo!, que pode ser baixados em ambos os sistemas. Gratuitos, os apps fazem parte da abordagem “appsperimental”, que testa tecnologias recentes, como identificação de objetos, segmentação de pessoas e aplicação automática de efeitos em fotos e vídeos.

O Storyboard aplica, de forma inteligente, um estilo de HQ nas imagens. O usuário nem sequer precisa fazer uma seleção, pois o software escolhe os melhores momentos a partir de um vídeo. Enquanto isso, o Selfissimo! ajuda nas selfies, disparando uma sequência de cliques conforme o usuário troca de pose. Já o Scrubbies serve para alterar a velocidade a reprodução de vídeos e, assim, criar efeito similar ao Boomerang do Instagram.

Storyboard junta imagens no estilo quadrinho — Foto: Divulgação/Google

Storyboard junta imagens no estilo quadrinho — Foto: Divulgação/Google

Snapdragon 845

A Qualcomm anunciou seu novo processador superpoderoso, o Snapdragon 845, que deve chegar ao mercado em janeiro. Especula-se que o chipset estará em vários dos principais lançamentos das grandes fabricantes de celulares em 2018, mas até agora apenas a Xiaomi confirmou o novo Snapdragon no Mi 7.

O processador deve oferecer maior duração de bateria, chegando a mais de 20 horas de reprodução de vídeo. O carregamento também vai ficar mais rápido devido à tecnologia Quick Charge 4, que promete levar o aparelho de 0% até 50% de carga em apenas 15 minutos. A CPU Kryo 385 traz quatro núcleos com até 2,8 GHz de velocidade, com promessa de até 25% mais performance que sua geração anterior.

Segundo a fabricante, a GPU Adreno 630 vai melhorar a experiência dos jogos, com maior velocidade nos gráficos e mais eficiência de energia. O modem X20 LTE deve acelerar a conexão de internet dos smartphones, tanto nas redes móveis quanto no Wi-Fi. Já a tecnologia Spectra 280 ISP pode turbinar a qualidade das fotos e vídeos capturados com a câmera dos celulares.

Snapdragon 845 é o novo chipset da Qualcomm — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo Snapdragon 845 é o novo chipset da Qualcomm — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Snapdragon 845 é o novo chipset da Qualcomm — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Nokia 3310 com 4G

O nostálgico Nokia “tijolão”, que foi relançado em 2017, deve ganhar mais uma versão, agora compatível com internet 4G e aplicativos como WhatsApp e Facebook Messenger. De acordo com o site Nokiamob, o TENAA, órgão regulador de telefonia na China, já realizou testes de homologação com o novo dispositivo. Os documentos indicam um Nokia 3310 com o mesmo visual retrô, sem mudanças externas perceptíveis.

O novo celular rodaria o YunOS, sistema operacional baseado em Android. Isso possibilitaria o funcionamento de versões simplificadas dos apps famosos, se eles se adequarem às características do 3310, como tela pequena e teclado numérico. Não há, porém, informações quanto à data de lançamento e o preço da novidade.

Nokia 3310 voltou em 2017 — Foto: Divulgação/Nokia Nokia 3310 voltou em 2017 — Foto: Divulgação/Nokia

Nokia 3310 voltou em 2017 — Foto: Divulgação/Nokia

MAIS DO TechTudo