Por Bárbara Fernandes, para o TechTudo


O mIRC e o Orkut, antecessores do Facebook e WhatsApp, foram sucesso na época da lenta Internet discada, quando era necessária uma linha telefôncia para o acesso. A popularização da web, no final dos anos 90, trouxe força para as plataformas sociais que, até hoje, provocam nostalgia. Com o desenvolvimento da tecnologia, plataformas aprimoradas possibilitam o uso de recursos mais sofisticados, que usamos atualmente, como Instagram e Twitter.

As redes sociais fazem parte da vida dos brasileiros. Cerca de 130 milhões de pessoas são usuárias ativas das redes sociais, segundo a pesquisa Digital in 2018, realizada pela We Are Social, em janeiro de 2018.

Veja a seguir dez entre as redes sociais mais usadas desde o início da Internet.

O Orkut encerrou suas atividades em 2014, mas até hoje deixa usuários nostálgicos — Foto:  (Foto: Barbara Mannara/TechTudo) O Orkut encerrou suas atividades em 2014, mas até hoje deixa usuários nostálgicos — Foto:  (Foto: Barbara Mannara/TechTudo)

O Orkut encerrou suas atividades em 2014, mas até hoje deixa usuários nostálgicos — Foto: (Foto: Barbara Mannara/TechTudo)

1. mIRC

O mIRC, criado em 1995, foi um programa que conectou pessoas ao redor do mundo por meio de um IRC – em inglês, Internet Relay Chat, uma espécie de encontro virtual em diversos canais (salas de bate-papo). Apensar de ser uma invenção revolucionária para a época, o mIRC não tinha suporte para fotos. A identificação era feita por meio de um “nickname”, ou seja, um apelido.

Ainda disponível para download, o mIRC já não tem a mesma força de antes — Foto: Reprodução/Bárbara Fernandes Ainda disponível para download, o mIRC já não tem a mesma força de antes — Foto: Reprodução/Bárbara Fernandes

Ainda disponível para download, o mIRC já não tem a mesma força de antes — Foto: Reprodução/Bárbara Fernandes

Esse foi um dos primeiros softwares de mensagens online e, em seu auge, chegou a alcançar 150 milhões de downloads. No Brasil, ficou conhecido em 1998. Apesar de só se ouvir falar de forma nostálgica do mIRC, o software não morreu e ainda está disponível para utilização.

2. ICQ

O ICQ foi um dos primeiros aplicativos de bate-papo do mundo, lançado em 1996. Em 2001, o mensageiro tinha 90 milhões de usuários ativos. Ele também ficou na sexta posição do ranking dos domínios ou programas de Internet mais acessados no Brasil, segundo uma pesquisa realizada pela Media Metrix.

Para não perder espaço, o ICQ se reinventou e se adaptou às novas tecnologias — Foto: Divulgação/ICQ Para não perder espaço, o ICQ se reinventou e se adaptou às novas tecnologias — Foto: Divulgação/ICQ

Para não perder espaço, o ICQ se reinventou e se adaptou às novas tecnologias — Foto: Divulgação/ICQ

Mesmo com a queda na utilização, o ICQ funciona sem interrupção desde seu lançamento. Em 2014, foi disponibilizada uma versão para smartphone – disponível para Android, iPhone (iOS) e Windows Phone. Hoje, além da versão web, que não precisa de download, existe também uma versão para desktop – que pode ser baixada no PC com Windows, Linux e macOS.

A nova versão do ICQ oferece diversas funções, entre elas, mensagens de texto, voz e vídeo, troca de arquivos, serviço SMS gratuito e criação de Stories.

3. MSN Messenger

O MSN Messenger foi um dos mensageiros instantâneos mais populares da história da Internet, lançado em 1999 pela Microsoft. Com um sistema de fácil usabilidade, o MSN permitia o envio de mensagens de texto, áudio, vídeos e arquivos, além de possibilitar a criação de grupos com amigos.

Esse, que desbancou o ICQ, conseguiu a marca de 330 milhões de inscrições no mundo todo em 2009. Mas, como nada é para sempre, anos depois acabou perdendo espaço para outros concorrentes e encerrou suas atividades no primeiro semestre de 2013. Então, migrou os usuários para o Skype, software de mensagens instantâneas também da Microsoft.

Versão 4.6 do MSN Messenger, lançada em 2000 — Foto: Reprodução/TechTudo Versão 4.6 do MSN Messenger, lançada em 2000 — Foto: Reprodução/TechTudo

Versão 4.6 do MSN Messenger, lançada em 2000 — Foto: Reprodução/TechTudo

4. Fotolog

O termo “fotolog” se refere à publicação de imagens ou fotografias na Internet acompanhadas de um texto ou legenda. Esse sistema deu origem a diversos sites com o mesmo padrão. Entre eles, o Fotolog.com em 2002 – também conhecido como Flog. Em sua versão gratuita, era possível publicar uma foto por dia.

Sem a adesão de antes, o Fotolog se mantém no ar — Foto: Reprodução/Bárbara Fernandes Sem a adesão de antes, o Fotolog se mantém no ar — Foto: Reprodução/Bárbara Fernandes

Sem a adesão de antes, o Fotolog se mantém no ar — Foto: Reprodução/Bárbara Fernandes

O ancestral do Instagram foi pensado para uma comunidade de apenas 200 pessoas, mas acabou disseminado pelo mundo por ter um sistema de fácil navegação. Mais tarde, quando chegou ao Brasil, foi necessário limitar o número da criação de contas para 100 por dia para evitar problemas técnicos. Mesmo assim, o Fotolog chegou a alcançar o número de 33 milhões de usuários em todo o mundo. O site permanece no ar, mesmo com baixa adesão.

5. MySpace

O MySpace surgiu em 2003 e permitia adicionar fotos, fóruns e perfis em um só lugar. Apesar de já ser famoso por aqui, somente em 2007 foi lançada uma versão brasileira da rede social. Com vários recursos, o que fez mais sucesso na rede social foi o MySpace Music, ferramenta que permitia incluir até dez músicas e para que outros interessados fizessem o download.

Em 2008, o MySpace tinha por volta de 76 milhões de usuários. No entanto, a fama do Facebook fez a rede social encerrar as atividades no Brasil. Atualmente, o MySpace tem um conteúdo voltado para audiovisual, música e entretenimento.

Com uma nova proposta, o MySpace se mantém até hoje no ar — Foto: Divulgação/MySpace Com uma nova proposta, o MySpace se mantém até hoje no ar — Foto: Divulgação/MySpace

Com uma nova proposta, o MySpace se mantém até hoje no ar — Foto: Divulgação/MySpace

6. Orkut

Quem usou o Orkut, com certeza se lembra dos scraps (mural de recados), das comunidades e depoimentos. Parece até que foi ontem mas, na verdade, era 2004 quando o Google lançou o Orkut. Além dessas ferramentas citadas, a rede social também oferecia cards com mensagens de sorte do dia, mensagens privadas, jogos, aviso sobre os visitantes recentes, além de uma classificação – onde os amigos avaliavam se o dono do perfil era confiável, legal e sexy.

O Orkut chegou a ser uma comunidade com mais de 300 milhões de pessoas — Foto: Reprodução/TechTudo O Orkut chegou a ser uma comunidade com mais de 300 milhões de pessoas — Foto: Reprodução/TechTudo

O Orkut chegou a ser uma comunidade com mais de 300 milhões de pessoas — Foto: Reprodução/TechTudo

O site chegou a computar 50% de seus registros no Brasil, 51 milhões de comunidades e 120 milhões de tópicos. Porém, anunciou seu fim 10 anos depois e deixou para trás mais de 300 milhões de usuários pelo mundo.

7. Facebook

A versão inicial do Facebook, o “Thefacebook.com”, nasceu em 2004. A rede social só passou a ser chamada como a conhecemos no ano seguinte. A princípio, o site foi criado para que os estudantes de Harvard tivessem perfis com informações pessoais e fotografias. Anos depois de sua criação, o Facebook se expandiu para outras universidades, como Stanford e Columbia. O sucesso foi tanto que no mesmo ano já havia um milhão de cadastros.

O Facebook é a rede social mais popular do mundo — Foto: Reprodução/Bárbara Fernandes O Facebook é a rede social mais popular do mundo — Foto: Reprodução/Bárbara Fernandes

O Facebook é a rede social mais popular do mundo — Foto: Reprodução/Bárbara Fernandes

O Facebook atualmente tem em torno de 2,1 bilhões de usuários, dos quais 1,4 bilhão confere seu feed diariamente, além da posse sobre outros dois aplicativos também gigantes de audiência: Instagram e WhatsApp. Em 2018, o Facebook completou 14 anos e anunciou que adotará medidas para se concentrar na família e nos amigos, mesmo que isso signifique menos tempo de interação na rede social.

8. Twitter

O Twitter chegou em 2006 com a proposta de ser um serviço de troca de mensagens curtas por meio do celular, por isso, eram apenas 140 caracteres – hoje são 280 caracteres – por post. Em 2015, o Twitter registrou cerca de 284 milhões de usuários cadastrados em sua plataforma.

Uma das principais ferramentas da rede social – ou microblog, como costuma ser chamado – são os “Trending Topics”, lista que mostra os assuntos mais comentados no momento. Além da ferramenta, “Enquanto você estava fora”, que resume as principais notícias e/ou tweets de quem você segue.

O Twitter estimulou o uso das hashtags — Foto: Reprodução/Bárbara Fernandes O Twitter estimulou o uso das hashtags — Foto: Reprodução/Bárbara Fernandes

O Twitter estimulou o uso das hashtags — Foto: Reprodução/Bárbara Fernandes

9. Instagram

Com o intuito de ser uma rede social para o compartilhamento de fotos e vídeos, o Instagram surgiu em 2010 e registra, hoje, cerca de 800 milhões de usuários pelo mundo. Ele oferece filtros digitais para as fotos ou vídeos antes do compartilhamento no feed. Além da imagem, é possível escrever um texto longo ou uma simples legenda para a publicação.

O aplicativo também oferece a ferramenta Stories, uma nova forma de interagir por meio do compartilhamento instantâneo de momentos com fotos e vídeos personalizados com emojis, desenhos coloridos feitos a mão e textos, gifs e que ficam apenas 24 horas no ar.

Instagram é considerado uma versão moderna do Fotolog — Foto: Reprodução/Bárbara Fernandes Instagram é considerado uma versão moderna do Fotolog — Foto: Reprodução/Bárbara Fernandes

Instagram é considerado uma versão moderna do Fotolog — Foto: Reprodução/Bárbara Fernandes

10. WhatsApp

O WhatsApp é rede social mais usada no Brasil. De acordo com o IBOPE, o mensageiro está presente em 91% dos smartphones do país. O app foi lançado em 2009 e hoje o aplicativo envia mensagens de texto, voz, arquivos, vídeos e imagens, além de permitir ligações gratuitas e criação de grupos de amigos.

O mensageiro online está disponível para Android, iOS, Windows Phone, Nokia S40, macOS e Windows. Além de contar com uma versão web, que não precisa de download.

Com cerca de 1,2 bilhão de usuários no mundo, a plataforma lançou, em janeiro deste ano, o WhatsApp Business. A nova versão é voltada exclusivamente para pequenas e médias empresas que oferece diversas ferramentas que facilitam o trabalho dos empreendedores.

Qual a sua rede social favorita? Troque dicas no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo