Facebook diz que usuários estão passando menos tempo na rede social

Criador da rede social, no entanto, vê a redução de forma positiva

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Taysa Coelho, Para o TechTudo

O Facebook divulgou o relatório de resultados de 2017 nesta quarta-feira (31) e os números mostram que os usuários estão passando menos tempo na rede social. Surpreendentemente, Mark Zuckerberg, o criador da plataforma, vê de forma positiva essa redução de cerca de 50 milhões de horas por dia. O CEO a atribui a uma mudança de algoritmos realizada já nos três últimos meses do ano, que faz com que sejam exibidos menos vídeos “virais” nos feeds, como forma de assegurar que os usuários gastassem o tempo com mais qualidade na rede.

Relatório anual do Facebook mostra que usuários passam menos tempo na rede social atualmente (Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo) Relatório anual do Facebook mostra que usuários passam menos tempo na rede social atualmente (Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo)

Relatório anual do Facebook mostra que usuários passam menos tempo na rede social atualmente (Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo)

Em um post em seu perfil, Zuckerberg afirmou, mais uma vez, que seu objetivo em 2018 é ter a certeza de que o Facebook não é apenas um passatempo, mas algo que contribui para o bem-estar das pessoas e para a sociedade. Ele acredita que a diminuição de 5% no tempo de acesso — o que, segundo o site TechCrunch, significa que cada usuário fica 2,14 minutos a menos por dia — seja o resultado desse esforço para encorajar conexões reais em detrimento do consumo passivo de conteúdos.

Mudanças no feed

Em seu post, o CEO da rede social fez um balanço do ano que passou e afirmou não ter sido fácil. Segundo ele, houve utilização de forma abusiva da plataforma, bem como a disseminação de notícias falsas e sensacionalistas, além do debate sobre a função das redes sociais. “Nós temos a responsabilidade de entender completamente como os nossos serviços são usados e fazer tudo que podemos para ampliar o bem e prevenir danos. Esse é meu desafio pessoal para 2018”, declarou.

Por isso, algumas mudanças já foram anunciadas. A primeira delas foi uma atualização que prioriza a exibição de conteúdos de amigos e familiares em vez daqueles que caráter mais comerciais, buscando ampliar a interação entre as pessoas. A segunda atualização fará com os usuários vejam primeiro as notícias de veículos da localidade onde se encontram aliado ao combate a divulgação de informações falsas, discursos de ódio ou qualquer tipo de uso da plataforma de forma prejudicial. Por fim, também há a preocupação com mais transparência em relação às publicações pagas.

A força dos Stories

Stories são aposta de Mark Zuckerberg. No Instagram, a ferramenta liberou recentemente o uso de GIFs (Foto: Divulgação/Instagram)

Stories são aposta de Mark Zuckerberg. No Instagram, a ferramenta liberou recentemente o uso de GIFs (Foto: Divulgação/Instagram)

Zuckerberg afirmou ainda que acredita no potencial dos Stories, posts em fotos e vídeos de no máximo 15 segundos que permanecem somente 24 horas no ar. "Esperamos que os Stories estejam no caminho certo para ultrapassar as publicações no Feed, como a maneira mais comum de compartilhamento em todos os aplicativos sociais", revelou. Segundo ele, esse é o melhor formato para compartilhar filmes rápidos ao longo do dia.

Não à toa, diversos apps que pertencem à sua companhia já contam com o recurso, como o próprio Facebook, o Instagram e o WhatsApp. Inclusive, é forte o investimento na integração cada vez maior entre esses programas: é possível postar os Stories do Instagram diretamente no Facebook e está em fase de testes a possibilidade de estender essa facilidade ao WhatsApp.

Outros números cresceram

WhatsApp Business é uma ferramenta criada para ampliar a comunicação entre empresas e clientes (Foto: Rita Silveira/TechTudo) WhatsApp Business é uma ferramenta criada para ampliar a comunicação entre empresas e clientes (Foto: Rita Silveira/TechTudo)

WhatsApp Business é uma ferramenta criada para ampliar a comunicação entre empresas e clientes (Foto: Rita Silveira/TechTudo)

Apesar da queda nos acessos diários, a análise de 2017 mostra que isso não significa o declínio da rede social. O Facebook fechou o ano com 2,1 bilhões de usuários, dos quais 1,4 bilhão confere seu feed diariamente. Ainda segundo o relatório, o negócio cresceu 47% em relação ao ano anterior, atingindo o valor de US$ 40 bilhões (cerca de R$ 126,6 bilhões).

Além disso, a companhia vem investindo no uso de suas plataformas voltadas para os negócios. Através do WhatsApp e do Messenger, foram dados recursos para que empresas e consumidores ampliassem sua comunicação. Através do primeiro, são trocadas mais de 60 milhões de mensagens diariamente, das quais, de acordo com a publicação, um número cada vez maior é de cunho comercial. Por isso, acharam necessário o lançamento sua mais nova ferramenta, o WhatsApp Business.

MAIS DO TechTudo