Por Gabriel Ribeiro, para o TechTudo


Os MacBooks do futuro podem ter um novo tipo de teclado mais higiênico. Um pedido de patente da Apple, registrado nesta quinta-feira (8), mostra que a marca está pensando em um teclado capaz de evitar que sujeiras, como migalhas ou poeira, sejam capazes de entrar no computador através das teclas.

A ideia é fazer com que o dispositivo conte com algum tipo de barreira entre os botões e o circuito interno. Dessa forma, a máquina ficaria mais protegida contra qualquer problema ocasionado pelo acúmulo de detritos.

MacBook Air aberto — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo MacBook Air aberto — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

MacBook Air aberto — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Os teclados disponíveis atualmente no mercado contam com uma construção propícia para o acúmulo de sujeira. Os resíduos são facilmente aglomerados no espaço entre as teclas - isso é potencializado com quem costuma comer na frente do computador.

O problema pode ser ainda maior no caso dos notebooks, já que o teclado fica acima de componentes importantes como a placa-mãe e o HD. Qualquer líquido derramado – isso inclui o molho do cachorro-quente e até produtos de limpeza – pode ser fatal.

A Apple traz duas ideias para amenizar um pouco os riscos. A primeira é uma espécie de limpador, como se fossem escovas, em cada tecla. A outra é um compartimento extra, um tipo de membrana, que cobriria toda a parte abaixo dos botões, antes dos contatos eletrônicos.

No lado esquerdo o esquema com membranas contra sujeira, no direito a tecla com a barreira individual — Foto: Divulgação/USPTO No lado esquerdo o esquema com membranas contra sujeira, no direito a tecla com a barreira individual — Foto: Divulgação/USPTO

No lado esquerdo o esquema com membranas contra sujeira, no direito a tecla com a barreira individual — Foto: Divulgação/USPTO

Não existem muitos detalhes a respeito de como as duas propostas funcionariam na prática. Porém, no documento, a fabricante acredita que elas poderiam servir para evitar que líquidos entrassem em contato com as partes sensíveis do computador.

Vale lembrar que ainda não é possível afirmar se a Apple vai levar as ideias para frente, já que trata-se apenas de um pedido de registro no USPTO, o escritório de patentes dos Estados Unidos.

Mais do TechTudo