Por Ana Marques, da redação

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Uma pesquisa da Motorola revela que 56% dos brasileiros entram em pânico quando acham que perderam seu smartphone. O estudo, realizado entre novembro e dezembro de 2017, reflete o tipo de relação que os usuários têm com seus celulares. A empresa também coletou dados dos Estados Unidos, França e Índia. Entre todos esses países, o Brasil é o que mais passa tempo no smartphone: 68% dos entrevistados responderam que estão constantemente usando o aparelho.

De acordo com a análise, as gerações mais novas tendem a sofrer mais com a dependência pelos dispositivos móveis no dia a dia – no Brasil, metade da geração Z (nascidos entre 1998 e 2002) considera o smartphone como o “melhor amigo”.

Smartphone é considerado o "melhor amigo" de metade dos usuários da geração Z. — Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo Smartphone é considerado o "melhor amigo" de metade dos usuários da geração Z. — Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo

Smartphone é considerado o "melhor amigo" de metade dos usuários da geração Z. — Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo

A pesquisa faz parte da iniciativa “Phone Life Balance”, da Motorola, focada no incentivo do uso inteligente de smartphones. Com a ação, a marca pretende que as pessoas aproveitem o tempo conectadas para interagir com amigos distantes, por exemplo. Porém sem se desligar completamente dos que estão por perto.

Uso consciente: é importante ter uma vida separada do smartphone?

Há várias formas de usar o celular para se conectar com outras pessoas, trabalhar e até buscar por lazer. No entanto, o alarmante deste estudo é o sacrifício de relações interpessoais durante o processo.

Em um panorama global, 60% dos entrevistados dão importância à distinção da vida com e sem celular. O número cai para 48% ao observar apenas o cenário nacional. A pesquisa sugere ainda que os usuários podem procurar por ajuda: mais da metade (61%) afirma que deseja aproveitar o máximo da vida quando está fora do smartphone. Porém, a consciência de um possível vício parece não ser o suficiente para controlar o comportamento na maioria dos casos.

Como evitar ou tratar a dependência por celulares?

A Motorola propõe algumas soluções para ajudar pessoas a encontrarem maior equilíbrio nas relações com e sem celular. As opções incluem um teste online para comprovar o nível de dependência do usuário; o app Space, que promove um uso consciente por meio de um programa de 60 dias; a plataforma #HelloCidades, que promove a interação com o ambiente em que você vive.

Faz mal deixar cartão magnético junto ao celular? Descubra no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo