Por Gabriel Ribeiro, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

O GrayKey é um equipamento que está sendo usado para descobrir a senha de aparelhos com iOS. O dispositivo, mais parecido com uma setup-box, tem sido usado por agências de segurança para desbloquear iPhones de suspeitos na participação de crimes. Disponível em duas versões, ele tem um preço sugerido a partir de US$ 15 mil, algo em torno de R$ 50 mil em conversão direta.

O aparelho é fabricado pela Grayshift, uma empresa misteriosa que teria entre os seus administradores membros de algumas agências de inteligência dos Estados Unidos e até um ex-engenheiro de segurança da Apple.

GrayKey pode ser usado em dois iPhones ao mesmo tempo — Foto: Divulgação/MalwareBytes GrayKey pode ser usado em dois iPhones ao mesmo tempo — Foto: Divulgação/MalwareBytes

GrayKey pode ser usado em dois iPhones ao mesmo tempo — Foto: Divulgação/MalwareBytes

Uma das características mais marcantes do iOS sempre foi a dificuldade de ser desbloqueado por terceiros. Isso é de certa forma excelente para os usuários, mas uma dor de cabeça para a polícia. Membros de governos de alguns países, como Inglaterra e Estados Unidos, têm sugerido que a Apple crie um backdoor, uma forma das autoridades terem acesso ao aparelho de pessoas envolvidas em atentados terrorista ou outros crimes. A fabricante sempre foi contra essa ideia, dizendo que se isso fosse feito todos os usuários do seu sistema estariam comprometidos.

A Grayshift, ao que tudo indica, conseguiu desenvolver um aparelho capaz de liberar o acesso a iPhones bloqueados. Alguns detalhes do equipamento foram revelados em documentos obtidos pela revista Forbes. O GreyKey poderia desbloquear até mesmo smartphones com o iOS 11.2.5, incluindo os novos iPhone X e iPhone 8, lançados no ano passado. Suporte a versões mais antigas do sistema - abaixo do iOS 9 - poderiam ser incluídas no futuro.

Vale lembrar que, mesmo quando a biometria está ativa, ainda sim o sistema pede uma senha alfanumérica, caso o Face ID ou o Touch ID por algum motivo não consiga desbloquear o aparelho.

iPhone: quatro dicas para aumentar a duração da bateria

iPhone: quatro dicas para aumentar a duração da bateria

Como funciona

O GreyKey é uma pequena caixa que se conecta ao iPhone pela entrada Lightining. O dispositivo utiliza uma técnica conhecida como força bruta, quando há milhares de tentativas em pouco tempo para descobrir o código correto. O tempo médio para descobrir uma senha é de duas horas, mas pode levar mais tempo caso o password tenha mais de seis dígitos.

Depois que o dispositivo é desbloqueado, o conteúdo completo do sistema de arquivos é baixado para o GrayKey. Os dados podem ser acessados em uma plataforma Web ou direto por um computador conectado ao aparelho. Não há informação se o iPhone voltaria a funcionar normalmente depois da exportação dos dados para o dispositivo.

Feito isto, autoridades policiais poderiam ter acesso a informações sigilosas do dispositivo como fotos, documentos e troca de mensagens.

Preço

O GreyKey está disponível em duas versões. A mais barata funciona apenas conectada à internet e custa em torno de R$ 50 mil, em conversão direta. Já o outro modelo, que trabalha apenas offline, custa US$ 30 mil, cerca de R$ 100 mil.

A diferença é que a versão mais barata tem uma configuração mais complicada, permitindo se conectar em apenas uma única rede. O modelo sem conexão à internet não tem esta limitação e pode desbloquear quantos aparelhos forem necessários.

Com informações MalwareBytes e Forbes

iPhone 6 com faixa azul na tela: como resolver? Comente no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo