Por Paulo Alves, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

O Google anunciou nesta quinta-feira (15) uma mudança de nome para o Android Wear, que passa a se chamar Wear OS. O sistema operacional é encontrado em relógios inteligentes e outros dispositivos vestíveis, e é compatível tanto com celulares Android quanto iPhones (iOS), da Apple.

Segundo a empresa, o novo nome reflete uma realidade do mercado de wearables. Em 2017, um a cada três aparelhos com o software foi comprado por donos de iPhone. “Agora somos Wear OS by Google, um sistema operacional wearable para todos”, disse a gigante da internet em comunicado à imprensa.

Android OS é o novo nome do sistema do Google para smartwatches — Foto: Divulgação/Google Android OS é o novo nome do sistema do Google para smartwatches — Foto: Divulgação/Google

Android OS é o novo nome do sistema do Google para smartwatches — Foto: Divulgação/Google

A alteração no nome do sistema havia sido identificada antes da hora por desenvolvedores que testam o Android P, próxima atualização do sistema, que ainda está em fase experimental. De acordo com o Google, a nova marca Android Wear aparecerá nos relógios e aplicativos da Google Play e App Store “ao longo das próximas semanas”.

O Android Wear foi anunciado em março de 2014 e demonstrado pela primeira vez durante a conferência Google I/O daquele ano. Em seguida, fabricantes como LG, Motorola, Samsung e Asus lançaram smartwatches com o sistema. LG Watch Urbane 2, Moto 360 Sport, Samsung Gear S3 e Asus ZenWatch 3 são alguns dos modelos mais recentes.

Os aparelhos concorrem principalmente com o Apple Watch, lançado em setembro de 2014. Atualmente na terceira geração, o dispositivo da Apple que roda o software watchOS é o mais vendido do segmento no mundo, com 21% do mercado, segundo dados da IDC.

Com informações: The Verge e IDC

MAIS DO TechTudo