Por Marcelo Ferrantini, da redação


A Ilha da Macacada venceu o Flamengo por 3 a 1 e conquistou o título do Circuito Desafiante 2018 e a vaga direta para o segundo split do CBLoL. O time composto por Gustavo "Name" Rodrigues, Marcos "Carioca" Oliveira, Ruan "Anyone" Silva, Matheus "Sarkis" Guimarães e Yan "Damage" Sales conseguiu dominar por três partidas e se sagrou campeão do Circuitão pela primeira vez. A derrotada equipe rubro-negra ainda terá a chance de subir para a elite do League of Legends brasileiro pela série de acesso.

As equipes foram bastante diferenciadas em seus drafts desde o primeiro jogo. As mudanças nas comps colocaram uma vitória para cada lado em dois jogos rápidos para começar a série.

Após vitória sobre o Flamengo, IDM conquista o título do Circuito Desafiante 2018  — Foto: Reprodução/Twitter Após vitória sobre o Flamengo, IDM conquista o título do Circuito Desafiante 2018  — Foto: Reprodução/Twitter

Após vitória sobre o Flamengo, IDM conquista o título do Circuito Desafiante 2018 — Foto: Reprodução/Twitter

O terceiro jogo começou bastante equilibrado, no entanto, algumas decisões colocaram o Flamengo em situação ruim nas lutas. A escolha de Gangplank por parte de Jisu acabou não sendo de muita utilidade na fase final da partida, e o Kassadin de Anyone começou a escalar de forma a se tornar uma ameaça muito grande. Bons trabalhos de Sarkis para evitar os avanços de brTT e sua Jinx deixaram a IDM em forte vantagem na partida.

O momento chave da partida foi a conquista do Barão pela Ilha, em uma tentativa de contestação de SirT que acabou por terminar em duas mortes da equipe rubro-negra. A IDM pressionou e conseguiu fechar a partida pouco depois, colocando o 2 a 1 no placar.

Já na quarta partida, o Flamengo optou por um jogo mais agressivo. Pressionando desde o começo do jogo, o time rubro-negro conseguiu o first blood em uma grande luta no bot, mas a eliminação acabou ficando para o suporte esA, e, com a resposta da IDM conquistando duas kills para o Varus de Sarkis, a partida se inverteu e a Ilha começou a dominar um pouco mais o mapa.

Os objetivos começaram a ser o foco das duas equipes, mas uma luta na rota do meio deu a T1 para a IDM, mas duas eliminações chave para o time carioca, que conseguiu levar as duas primeiras torres do meio e tomar a vantagem no ouro da partida. No entanto, uma triple kill de Anyone em uma luta no meio permitiu que o time da IDM conquistasse o Barão e amplificasse a pressão. Levando dois inibidores, a pressão se fortaleceu e a equipe só precisou administrar a vantagem para garantir o título.

Com a vitória a IDM fica com a vaga deixada pela paiN Gaming, já rebaixada para o Circuito Desafiante 2018. O segundo split do CBLoL começa o caminho para os times brasileiros que sonham em chegar ao Worlds, o mundial de League of Legends em 2018.

LoL ou DOTA: qual é o melhor jogo? Opine no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo