Por Isabela Giantomaso, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

O Mavic Air, novo drone da DJI, chegou ao Brasil na última sexta-feira (2). Lançado em janeiro, o aparelho ultraportátil e com câmera 4K é um pouco maior do que um smartphone top de linha e pode ficar no ar por até 21 minutos com transmissão de vídeo em tempo real para o controle remoto, que também aposta na portabilidade com joysticks destacáveis. O preço sugerido do modelo no mercado nacional é a partir de R$ 4.199, com uma opção de kit de R$ 5.199 com três baterias e hub de carga.

A seguir, confira os principais pontos da ficha técnica do Mavic Air e conheça os detalhes do novo drone da DJI. O lançamento traz também mais modos de gravação de vídeo e tecnologia HDR para capturar fotos nítidas.

Mavic Air é ultraportátil e tem câmera 4K com modo slow motion — Foto: Divulgação/DJI Mavic Air é ultraportátil e tem câmera 4K com modo slow motion — Foto: Divulgação/DJI

Mavic Air é ultraportátil e tem câmera 4K com modo slow motion — Foto: Divulgação/DJI

Ficha técnica

  • Lançamento: 23 de janeiro de 2018
  • Preço sugerido no Brasil: a partir de R$ 4.199
  • Tamanho: 16,8 x 8,3 x 4,9 cm (fechado) / 16,8 x 18,4 x 6,4 cm (aberto)
  • Peso: 430 g
  • Vídeo: 4K - 30 fps / slow motion 1080p - 120 fps
  • Foto: 12 megapixels com tecnologia HDR
  • Armazenamento: 8 GB interno
  • Bateria: 21 minutos
  • Alcance: 4 km
  • Velocidade: 68,4 km/h no modo Sport

Design

O design é um dos principais diferenciais do DJI Mavic Air. O drone é ultraportátil, com tamanho semelhante ao de um smartphone, quando seus braços e hélices estão dobrados. Além de facilitar o transporte durante corridas, caminhadas ou passeios, o aparelho também é leve, com 430 gramas, e tem chassi aerodinâmico para ajudar nos voos.

Drone dobrável fica um pouco maior que um smartphone top de linha — Foto: Divulgação/DJI Drone dobrável fica um pouco maior que um smartphone top de linha — Foto: Divulgação/DJI

Drone dobrável fica um pouco maior que um smartphone top de linha — Foto: Divulgação/DJI

Além do drone, o controle remoto também chama a atenção, com joysticks destacáveis para guardar dentro do próprio controle. O design é ergonômico para encaixar o celular conectado ao aplicativo DJI GO de forma fácil, sem forçar nenhum dos aparelhos.

Câmera

Para auxiliar na estabilização das imagens, o Mavic Air é equipado com um braço mecânico com três eixos. Os vídeos podem ser capturados em até 4K (30 fps) e em 1080p (120 fps) no modo slow motion.

As fotos no sensor CMOS com lente de abertura f/2,8 e distância focal de 24 mm podem ter até 12 megapixels, o mesmo que no Mavic Pro e no Spark. No entanto, o novo drone traz a tecnologia HDR para imagens mais nítidas com maior equilíbrio de cores.

 Modo de vídeo Boomerang no Mavic Air cria efeito semelhante ao brinquedo  — Foto: Divulgação/DJI

Modo de vídeo Boomerang no Mavic Air cria efeito semelhante ao brinquedo — Foto: Divulgação/DJI

Entre os recursos para fotografar e gravar, o modo Sphere promete juntar até 25 fotos automaticamente e criar uma imagem panorâmica de 32 megapixels em até 8 segundos. Além disso, os seis recursos de vídeo oferecem opções para gravar ângulos avançados sem precisar de técnicas aprimoradas de pilotagem.

No modo Boomerang, uma das novidades no Mavic Air, o drone voa em torno do usuário em um movimento oval, finalizando exatamente no ponto inicial, assim como o brinquedo boomerang. Já no Asteroid, o eletrônico inicia a gravação de forma esférica até chegar na superfície. São funções para criar imagens avançadas e prontas, dispensando qualquer edição.

Modo Asteroid captura imagens avançadas sem precisar de técnicas de pilotagem — Foto: Divulgação/DJI

Modo Asteroid captura imagens avançadas sem precisar de técnicas de pilotagem — Foto: Divulgação/DJI

Armazenamento

De acordo com a DJI, o Air é o primeiro drone da fabricante com slot de cartão de memória SD adicional com 8 GB de armazenamento interno integrado. O recurso permite salvar as capturas direto no drone. As imagens podem ser exportadas com um cabo USB-C, o que oferece mais velocidade na transferência de dados.

Recursos extras

Assim como no antecessor DJI Spark, o Mavic Air traz o QuickShot para definir os caminhos do voo e manter um usuário sempre enquadrado. A função trabalha junto ao modo inteligente ActiveTrack, que foi aprimorado para detectar automaticamente mais pessoas durante atividades de alto movimento.

Mavic Air, assim como drones anteriores, acompanha o usuário em atividade de alto movimento — Foto: Divulgação/DJI Mavic Air, assim como drones anteriores, acompanha o usuário em atividade de alto movimento — Foto: Divulgação/DJI

Mavic Air, assim como drones anteriores, acompanha o usuário em atividade de alto movimento — Foto: Divulgação/DJI

Além disso, o novo drone também vem configurado com o SmartCapture, modo de controle que chamou atenção no modelo anterior por permitir controlar o aparelho por gestos manuais. Com até seis metros de distância, é possível sinalizar para o Air iniciar o voo, fotografar e aterrissar sem ajuda do controle remoto, por exemplo.

Para voar com segurança, o FlighAutonomy 2.0 promete também processar dados de câmeras de bordo e sensores infravermelhos para construir um mapa 3D do ambiente e planejar automaticamente o voo mais preciso possível para o usuário. De acordo com a DJI, o recurso é capaz de detectar obstáculos com até 20 metros de distância e desviar de qualquer empecilho no caminho com auxílio do Sistema Avançado de Assistência ao Piloto.

Mavic Air é compatível com o Goggles, óculos VR para pilotar o drone sem ajuda de controle remoto — Foto: Divulgação/DJI Mavic Air é compatível com o Goggles, óculos VR para pilotar o drone sem ajuda de controle remoto — Foto: Divulgação/DJI

Mavic Air é compatível com o Goggles, óculos VR para pilotar o drone sem ajuda de controle remoto — Foto: Divulgação/DJI

Caso o usuário queira ainda mais emoção durante os voos com o drone, o Air é compatível com o DJI Goggles, os óculos de realidade virtual da fabricante que permitem pilotar sem usar as mãos, utilizando apenas os movimentos da cabeça. O acessório proporciona visão em primeira pessoa (FPV) e entrega as imagens que estão sendo capturadas pelo quadricóptero em resolução máxima Full HD.

Bateria e alcance

O Mavic Pro tem capacidade de bateria para voar por aproximadamente 21 minutos com ventos de até 36 km/h. O drone pode chegar aos 5.000 metros acima do nível do ar e alcança até 4 km com sinal para as transmissões de vídeo ao vivo. No modo Sport, o modelo pode atingir velocidades de 68,4 km/h.

Controle remoto do Mavic Air tem joysticks destacáveis para facilitar ainda mais o transporte — Foto: Divulgação/DJI Controle remoto do Mavic Air tem joysticks destacáveis para facilitar ainda mais o transporte — Foto: Divulgação/DJI

Controle remoto do Mavic Air tem joysticks destacáveis para facilitar ainda mais o transporte — Foto: Divulgação/DJI

Para não haver problemas de conexão entre o piloto e o drone, o controle remoto do modelo também possui antenas omnidirecionais localizadas no trem de pouso para garantir uma maior cobertura de sinal.

Preço

O DJI Mavic Air chegou ao Brasil com preços a partir de R$ 4.199. No pacote mais em conta, o aparelho vem com bateria, controle remoto, estojo para transporte e quatro pares de hélices. Já no kit mais avançado, há a opção de comprar, além do drone, três baterias, um hub de carga e seis pares de hélices, começando pelo preço de R$ 5.199. O modelo está disponível nas cores Onyx Black (preto), Artic White (branco) e Flame Rede (vermelho).

Comparado com o Spark, o Air chega ao mercado nacional com um preço mais salgado. Seu antecessor pode ser encontrado por cerca de R$ 1.900, mas com bateria, alcance, velocidade e câmeras inferiores.

Qual é o melhor drone para comprar no Brasil? Descubra no Fórum do TechTudo

MAIS DO TechTudo