Por Julio Cesar Puiati, para o TechTudo


O fenômeno PlayerUnknown's Battlegrounds receberá o seu primeiro grande torneio da história. Anunciado oficialmente pela desenvolvedora do game, o PUBG Global Invitational 2018 vai distribuir US$ 2 milhões (cerca de R$ 7 milhões) em premiações e contar com a presença das 20 melhores equipes do planeta.

PUBG é um jogo de sobrivência estilo battle royale. Fenômeno no mundo inteiro — Foto: Divulgação/PUBG Corporation PUBG é um jogo de sobrivência estilo battle royale. Fenômeno no mundo inteiro — Foto: Divulgação/PUBG Corporation

PUBG é um jogo de sobrivência estilo battle royale. Fenômeno no mundo inteiro — Foto: Divulgação/PUBG Corporation

O campeonato já tem calendário definido. As partidas serão disputadas entre 25 e 29 de julho em Berlim, na Alemanha. Outras informações como local e preço de ingressos serão divulgados em breve. O que se sabe até o momento é que as organizações se enfrentarão em duas categorias: primeira e terceira pessoa. Além disso, as line ups precisam ser compostas por quatro jogadores.

Os participantes do PGI 2018 serão escolhidos mediante qualificatórias internacionais. As vagas estão distribuídas entre dez regiões: América do Norte, Europa, Ásia, China, Japão, Coreia do Sul, Comunidade dos Estados Independentes (CEI), Oceania, América do Sul e Oriente Médio/Norte da África. Os duelos classificatórios ainda não têm data marcada.

Vagas do PGI

Região Nº de Vagas
Europa 3
América do Norte 3
Ásia 3
CEI 2
Coreia do Sul 2
China 2
Japão 2
América do Sul 1
Oceania 1
Oriente Médio/África 1

Este não é o primeiro torneio profissional de PUBG. Ainda que o battle royale da Bluehole Studio seja uma produção recente, PlayerUnknown's Battlegrounds já esteve presente em algumas competições. A Global Loot League Season 1, vencida pela Natus Vincere e o PGL Spring Invitational, conquistado pela Ghost Gaming, são alguns exemplos.

O PGI, entretanto, impressiona pela estrutura e pelo dinheiro investido em premiações. As cifras estão dentro dos valores pagos nos campeonatos de esports já consolidados como Counter Strike: Global Offensive, League of Legends e DotA 2. Equipes tradicionais de outras modalidades já estão de olho no cenário. É o caso da Team Liquid, da FaZe Clan e da própria Na'Vi.

Os brasileiros também não perderam tempo. As qualificatórias sulamericanas para o PUBG Global Invitational 2018 podem ser palco para organizações como Luminosity Gaming, do jogador Joseph "Tecnosh" Touma, SG e-sports, Pro Gaming, Battalion e-Sports, Young Kings, Insane Dragons, Modus Vitae, MyP e-Sports e Eagle Hawk.

"O PUBG Global Invitational 2018 é um marco para a história da PUBG Corporation. PUBG é um esporte eletrônico em potencial. Nossa equipe está trabalhando duro para que a competição consiga proporcionar grandes momentos não somente àqueles que estarão in loco acompanhando as partidas, mas àqueles que estarão assistindo de casa também", comentou Changhan Kim, CEO da PUBG Corp. ao site oficial da Steam.

MAIS DO TechTudo