Por Julio César Puiati, para o TechTudo

Final do CBLoL: conheça a expectativa para Vivo Keyd vs KaBuM e-Sports Final do CBLoL: conheça a expectativa para Vivo Keyd vs KaBuM e-Sports

Após reviravoltas, decepções e grandes duelos, os amantes de League of Legends finalmente irão conhecer o campeão do primeiro split do CBLoL 2018 neste sábado (07). A partir das 13h, com transmissão ao vivo de SporTV, Twitch e YouTube, Vivo Keyd e KaBuM e-Sports disputarão o lugar mais alto do pódio brasileiro, valendo R$ 70 mil em premiações e uma vaga no Mid-Season Invitational, maior competição do LoL no meio do ano.

A KaBuM foi a grande surpresa do primeiro semestre. A equipe treinada pelo franco-canadense Jean-François "Nuddle" Caron subiu do Circuito Desafiante e apresentou um crescimento surpreendente na primeira divisão. Com seis vitórias e apenas uma derrota, a organização paulista liderou a temporada regular e garantiu vaga direta no último confronto da escalada, parte do novo formato do CBLoL.

A trajetória da Keyd foi mais complicada. Após campanha modesta de quatro vitórias e três derrotas, os comandados do técnico norte-americano Alexander "Abaxial" Haibel finalizaram a fase de pontos em terceiro na tabela. Nas séries de mata-mata, os Guerreiros despacharam a CNB e-Sports Club, mas suaram a camisa para vencer a RED Canids pelo placar de três a dois.

Revolta e seu time Vivo Keyd conquistarão o tetracampeonato?  — Foto: Divulgação/Riot Games Revolta e seu time Vivo Keyd conquistarão o tetracampeonato?  — Foto: Divulgação/Riot Games

Revolta e seu time Vivo Keyd conquistarão o tetracampeonato? — Foto: Divulgação/Riot Games

Não é a primeira vez que as duas organizações alcançam uma final de CBLoL. Experientes no cenário competitivo do game, os times, inclusive, já levantaram a taça do torneio organizado pela Riot Games. Keyd e KaBuM foram campeões das primeira e segunda etapas de 2014 respectivamente.

Os Guerreiros da Vivo Keyd vão ao servidor com a line up mais vitoriosa da história do Campeonato Brasileiro de League of Legends. Estão confirmados no esquadrão titular o topo Felipe "Yang" Zhao, o caçador Gabriel "Revolta" Henud, o meio Gabriel "tockers" Claumann, o atirador Micael "micaO" Rodrigues e o suporte Luan "Jockster" Cardoso.

A KaBuM também irá a Summoner's Rift com força máxima. Os líderes da primeira fase contarão com as presenças do topo Luccas "Zantins" Zanqueta, do caçador Filipe "Ranger" Brombilla, do meio Matheus "Dynquedo" Rossini, do atirador Alexandre "TitaN" Lima e do suporte e capitão Marcelo "Riyev" Carrara.

CBLoL 2018: conheça o caminho percorrido pelas equipes até a final

CBLoL 2018: conheça o caminho percorrido pelas equipes até a final

Quem pode desequilibrar?

Com apenas 17 anos de idade, TitaN já mostrou ao cenário brasileiro o seu grande potencial. Não à toa, foi eleito unanimemente o melhor jogador da temporada regular de acordo com casters e analistas da Riot. O atirador da KaBuM foi o jogador com o maior número de abates durante as sete partidas da primeira etapa.

Os números indicam a agressividade e o estilo de jogo ofensivo do atleta. TitaN se mostrou também um atirador bastante habilidoso nos posicionamentos durante team fights. Sempre bem colocado no mapa, a promessa da KaBuM acumulou três quadra kills e três triple kills na fase de pontos.

Dono de uma champion pool vasta, o atirador se mostrou bastante proeficiente com qualquer tipo de personagem de sua posição. Durante a campanha, o jovem atirador utilizou campeões utility, hyper carry e caster. Foram seis até aqui: Ezreal, Kalista, Kog'Maw, Caitlyn, Tristana e Xayah. Junto com o companheiro Riyev na rota inferior, o garoto pode causar muitas dores de cabeça à Keyd.

TitaN foi o melhor atleta da temporada regular do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games TitaN foi o melhor atleta da temporada regular do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games

TitaN foi o melhor atleta da temporada regular do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games

Pelo lado dos Guerreiros, nunca podemos descartar a experiência de Revolta. Considerado mecanica e estrategicamente um dos melhores jogadores do Brasil nos últimos três anos, o caçador da Keyd é o líder e a referência técnica da maior equipe vencedora do CBLoL. A cabeça do Exodia – apelido dado à line up dos ex-Intrépidos – é a peça chave do time treinado por Abaxial.

Acostumado a disputar torneios internacionais e a ser decisivo em grandes partidas, Revolta ditará o ritmo de jogo da Keyd. É claro que as partidas dependem de vários fatores como draft e estilos de composição mas, caso o caçador dos Guerreiros consiga acelerar as ações nos momentos certos, a KaBuM encontrará grandes dificuldades para acompanhar o adversário em objetivos.

Revolta foi eleito o melhor caçador e o sexto atleta mais impactante da temporada regular. Contra a KaBuM, na sexta semana de competição, foi escolhido o principal jogador da primeira partida. Terminou a fase de pontos com um KDA de 4,8 (115 abates, 29 assistências e 23 mortes).

CBLoL 2018: saiba o que esperar da grande final

CBLoL 2018: saiba o que esperar da grande final

Experiência x Planejamento

Já não é segredo que o quinteto formado por Yang, Revolta, Tockers, micaO e Jockster se tornou o mais experiente do cenário. Juntos, os companheiros somam três títulos de CBLoL. Os jogadores conhecem os pontos negativos e positivos de cada componente do elenco. Além disso, não estão acostumados a sentir a pressão de confrontos decisivos.

Os Guerreiros, no entanto, chegam teoricamente mais expostos à grande final. A Vivo Keyd mediu forças contra CNB e RED Canids, dando a oportunidade para que os alaranjados estudassem táticas, padrões e estilos gameplay. Por outro lado, Revolta e companhia não ficaram tanto tempo sem atuar competitivamente. Podem estar, portanto, em um ritmo melhor e mais intenso.

Embora não tenha realizado uma primeira etapa tão consistente, a Keyd cresceu de produção na escalada. E os números divulgados pela Riot Games estão aí para comprovar:

Vivo Keyd em 2018

Estatística Fase de Pontos Escalada
First blood 60% 87,5% ↑
Primeira torre 53,3% 62,5% ↑
Dragões realizados 59,3% 69,8% ↑
Barões realizados 56,7% 80,2% ↑

Por terem se classificado de forma direta para a grande final, a KaBuM desfrutou um tempo maior de preparação e planejamento. A equipe gerenciada por Nuddle pôde assistir a todas as séries da escalada, aprender segredos dos adversários e focar treinamentos em pontos específicos. Os finalistas, entretanto, estão desde o dia 11 de março sem jogar.

A line up também peca na falta de experiência. Zantins, Ranger, Dynquedo, TitaN e Riyev nunca disputaram uma final de CBLoL. Nesse sentido, a tensão inevitável de um grande confronto pode atrapalhar a atuação dos alaranjados da KaBuM, mas o quinteto chega com moral para a disputa do troféu. Do rebaixamento à disputa do título, a KaBuM mostrou que tem capacidade para sair com a vitória.

MAIS DO TechTudo