Por Sabrina Pascoal, para o TechTudo

Entenda o caso SADO: a maior suspensão da história do Overwatch Entenda o caso SADO: a maior suspensão da história do Overwatch

A Philadelphia Fusion lançou um vídeo contando a história de Su-min "SADO" Kim. O jogador coreano recebeu a maior punição de toda a história da Overwatch League por praticar atividades de account boosting, o ato de vender suas habilidades para aumentar o nível da conta de outro usuário. O atleta foi suspenso por toda a pré-temporada e por mais 30 jogos da temporada normal. O caso aconteceu antes mesmo de a Overwatch League ser inaugurada.

Declaração da Philadelphia Fusion sobre o caso em 29 novembro de 2017. A organização manifestou apoio a Sado e disse estar ansiosa para ver a contribuição do jogador no futuro. — Foto: Reprodução/Twitter Philadelphia FUsion Declaração da Philadelphia Fusion sobre o caso em 29 novembro de 2017. A organização manifestou apoio a Sado e disse estar ansiosa para ver a contribuição do jogador no futuro. — Foto: Reprodução/Twitter Philadelphia FUsion

Declaração da Philadelphia Fusion sobre o caso em 29 novembro de 2017. A organização manifestou apoio a Sado e disse estar ansiosa para ver a contribuição do jogador no futuro. — Foto: Reprodução/Twitter Philadelphia FUsion

"Em relação a SADO.
A Fusion cooperou completamente com a Overwatch League durante o processo de descoberta e apoia a decisão de suspender SADO de jogar nas primeiras três etapas da temporada. Nós pedimos desculpas por esconder isso de nossos fãs pelas últimas semanas, já que não queríamos comentar sobre a situação até que todos os fatos estivessem descobertos. Estamos ao lado de SADO, entendemos que ele perseverou por circunstâncias duras, e não acreditamos que o caráter dele seja definido por estes erros do passado. Estamos ansiosos pela contribuição dele para nosso time no futuro, e também pelo crescimento dele como um homem"

Na entrevista concedida ao quadro Fusion Spotlight, Sado conta que a sugestão de praticar account boosting partiu de seus amigos e que foi a maneira que havia encontrado de ajudar a sua família financeiramente. Com o lucro obtido, o jogador investiu em um computador melhor e o restante do dinheiro complementava a renda de casa.

A prática durou seis meses e chegou ao fim quando Sado percebeu que as suas ações não eram corretas. Desse modo, voltou a se dedicar ao jogo por lazer e, alguns meses depois, foi contratado pela Philadelphia Fusion para jogar profissionalmente.

No entanto, antes mesmo de a liga começar, o jogador foi investigado e punido severamente pelas ações praticadas, que vão contra o código de conduta da Blizzard Entertainment.

Apesar de ainda não poder jogar, o coreano deseja dar o seu máximo e mostrar a todos o quanto cresceu como pessoa e jogador, bem como provar que a segunda chance e confiança depositada pela organização não foram em vão.

A suspensão de Sado acaba em maio e o jogador poderá, finalmente, estrear na quarta fase da liga, onde atuará como tanque da equipe.

Para conferir a história contada na íntegra, o vídeo lançado pela Philadelphia Fusion está disponibilizado abaixo com legendas em inglês.

MAIS DO TechTudo