Fim do suporte da Nvidia em sistemas 32 bits: veja o que muda para você

Melhorias de desempenho via driver só chegarão a quem usar sistemas 64 bits

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Filipe Garrett, para o TechTudo

A Nvidia não lança mais versões de seus drivers para sistemas operacionais de 32 bits. A nova política afeta usuários de versões de Windows e Linux que usam esse tipo de arquitetura em computadores equipados com placas gráficas da marca.

Segundo a fabricante, drivers de 32 bits só receberão correções de segurança até janeiro de 2019, quando o suporte será encerrado definitivamente. Isso significa que ganhos de performance e novas funcionalidades promovidas por drivers passarão a ser exclusivos para quem usa sistema operacional de 64 bits.

Drivers e aplicativo Geforce Experience passarão a oferecer apenas versões de 64 bits atualizadas — Foto: Divulgação/Nvidia Drivers e aplicativo Geforce Experience passarão a oferecer apenas versões de 64 bits atualizadas — Foto: Divulgação/Nvidia

Drivers e aplicativo Geforce Experience passarão a oferecer apenas versões de 64 bits atualizadas — Foto: Divulgação/Nvidia

Versões de sistemas operacionais em 32 bits apresentam algumas limitações vinculadas ao suporte de memória – não reconhecem mais que 3 GB de RAM, por exemplo. Somando isso à grande disponibilidade de CPUs 64 bits nos últimos anos, deu-se a decisão da Nvidia. O Geforce Experience, aplicativo opcional para usuários de placas da fabricante, também deixará de contar com novas atualizações para as plataformas de 32 bits.

Drivers de placas de vídeo são importantes porque costumam trazer melhorias de desempenho a cada atualização, especialmente para placas mais recentes. Por conta disso, a melhor solução para quem roda um sistema de 32 bits será reinstalar o Windows ou Linux em edições de 64. Se você não sabe ao certo se as novas mudanças afetam o seu equipamento, é fácil descobrir se seu sistema é de 32 ou 64 bits.

Fim da linha para a arquitetura Fermi

GTX 480 é um exemplo de placa que também deixará de receber atualizações — Foto: Divulgação/Nvidia GTX 480 é um exemplo de placa que também deixará de receber atualizações — Foto: Divulgação/Nvidia

GTX 480 é um exemplo de placa que também deixará de receber atualizações — Foto: Divulgação/Nvidia

Além do encerramento do suporte para sistemas operacionais de 32 bits, a Nvidia decidiu aposentar uma geração inteira de placas de vídeo. As placas de vídeo da arquitetura Fermi, lançadas até 2011 e integrantes das linhas Geforce 400 e 500, também deixarão de ser contempladas por novas versões dos drivers gráficos da Nvidia. É importante ter em mente que essa decisão afeta tanto sistemas de 32 quanto de 64 bits que usem placas com essa arquitetura.

32 e 64 bits

Um sistema de 32 bits está relacionado à arquitetura suportada pelo sistema operacional em relação ao processador. CPUs de 32 bits, por exemplo, podem trabalhar apenas com versões de sistema de 32 bits, enquanto um processador de 64 bits pode rodar ambos.

Se seu computador tem processador de 64 bits – e ele deve ter, há menos que sua CPU tenha mais de 10 anos de idade – o ideal é que você procure rodar um sistema operacional com os mesmos 64 bits. Isso garante um melhor suporte de software e a possibilidade de usar quantidades maiores de memória RAM em seu sistema.

Via Nvidia, Anand Tech

Qual a melhor placa de video da Nvidia? Saiba no Fórum do TechTudo

MAIS DO TechTudo