Por Victor de Abreu, para o TechTudo

Heroes of the Storm: entenda a temporada do MOBA da Blizzard Entertainment Heroes of the Storm: entenda a temporada do MOBA da Blizzard Entertainment

A temporada 2018 do Heroes of the Storm teve seu início em janeiro, com torneios localizados na América do Norte, Europa, Coreia do Sul, China e outras ligas paralelas de menor expressão. A “Heroes of the Storm Global Championship”, equivalente à LCS do League of Legends, é a liga principal do MOBA da Blizzard. Nos países e continentes citados, ela é composta pelos oito melhores times do servidor e serve como classificatória para eventos internacionais maiores, como o Western Clash e o Eastern Clash, o Mid-Season Brawl e, claro, o mundial da categoria, que ocorre no final do ano, na Blizzcon.

Apesar da cena competitiva da América do Sul ter sofrido algumas turbulências, como a falta de pagamento de premiações para jogadores e a insegurança em se investir no jogo na região, a HGC Copa América ainda sobrevive, assim como o jogo em si. Porém, ainda existe bastante desconhecimento sobre a cena competitiva dos servidores ou as HGCs.

Confira como acompanhar os melhores times e jogadores de Heroes of the Storm nas HGCs 2018.

MVP Black levantando a taça de campeão mundial de Heroes of the Storm 2017 — Foto: Reprodução/Youtube MVP Black levantando a taça de campeão mundial de Heroes of the Storm 2017 — Foto: Reprodução/Youtube

MVP Black levantando a taça de campeão mundial de Heroes of the Storm 2017 — Foto: Reprodução/Youtube

1° Semestre

HGC Semanas 1-5 (15/01/2018 - 22/02/2018)

Composta por cinco semanas de jogos no formato "Round-Robin", ou seja, todos os times se enfrentando em melhores de cinco, a primeira fase da HGC dos principais servidores ocorreu nos meses de janeiro e fevereiro.

A fórmula é simples: uma vitória na melhor de cinco concede um ponto para o time vencedor. O número de vitórias e derrotas dentro das séries servem como critérios de desempate.

Na HGC sul-coreana, a Tempest encerrou as primeiras semanas de forma invicta — Foto: Reprodução/Liquipedia Na HGC sul-coreana, a Tempest encerrou as primeiras semanas de forma invicta — Foto: Reprodução/Liquipedia

Na HGC sul-coreana, a Tempest encerrou as primeiras semanas de forma invicta — Foto: Reprodução/Liquipedia

No final da última semana, os melhores times de cada região foram classificados para os “Clashes”. Em resumo, o Western Clash foi um evento que reuniu os quatro melhores times do servidor norte-americano contra os quatro melhores times do servidor europeu. Já o Eastern Clash reuniu os quatro melhores times da primeira fase sul-coreana contra os quatro melhores do servidor chinês, sendo uma das vagas destinadas para um time de Taiwan.

Em 2017, os times campeões da América Latina e Austrália & Nova Zelândia tinham uma vaga cada para o Western Clash. No entanto, ambas as regiões terão seu próprio Clash em 2018.

Banners de anúncio para ambos os Clashes — Foto: Divulgação/Blizzard Entertainment Banners de anúncio para ambos os Clashes — Foto: Divulgação/Blizzard Entertainment

Banners de anúncio para ambos os Clashes — Foto: Divulgação/Blizzard Entertainment

Assim como em 2017, os sul-coreanos dominaram o Eastern Clash. Os times chineses e o time taiwanês foram derrotados em todas as séries contra os times da Coreia do Sul, e o Top 4 foi formado por apenas uma nação.

Na grande final, em uma melhor de sete, a atual campeã mundial KSV Black (ex-MVP Black), dos famosos jogadores Jung Hyuk "Sake" Lee e Jae Won "Rich" Lee, enfrentou a Ballistx, do destaque Seung-Chul "sCsC" Kim, e acabou derrotada por 4x3.

A atuação do jogador sCsC foi crucial para a vitória da Ballistx contra a KSV Black — Foto: Reprodução/Youtube A atuação do jogador sCsC foi crucial para a vitória da Ballistx contra a KSV Black — Foto: Reprodução/Youtube

A atuação do jogador sCsC foi crucial para a vitória da Ballistx contra a KSV Black — Foto: Reprodução/Youtube

Já no Western Clash, o domínio continuou a ser europeu. Em 2017, no Western Clash do primeiro semestre, o Top 3 foi composto apenas por times do continente, Dignitas, Fnatic e Misfits respectivamente. Esse ano, bem que a Tempo Storm tentou representar o servidor norte-americano, obteve boas vitórias, mas caiu para a Zealots na Loser’s Finals e amargou a terceira colocação.

Na grande final, a Dignitas, do ex-Fnatic Jonathan "Wubby" Gunnarsson, enfrentou a própria Zealots e venceu pelo mesmo placar da outra final, 4 x 3, conquistando novamente o título do Western Clash.

Time da Dignitas levanta a taça de campeão do Western Clash 2018 — Foto: Reprodução/Youtube Time da Dignitas levanta a taça de campeão do Western Clash 2018 — Foto: Reprodução/Youtube

Time da Dignitas levanta a taça de campeão do Western Clash 2018 — Foto: Reprodução/Youtube

HGC Semanas 6-7 (27/03/2018 – 02/04/2018)

Com fim dos Clashes, os torneios HGC voltam à liga regular para as últimas rodadas de pontos corridos. Os times no topo da tabela almejam a próxima fase, o HGC Playoffs, e uma das vagas para o Mid-Season Brawl, segundo torneio mais importante de Heroes of the Storm. Em contrapartida, aqueles com pior rendimento buscam a fuga do HGC Crucible e da possibilidade de rebaixamento em suas respectivas HGCs.

HGC Copa América 2018 (20/04/2018 – 25/04/2018)

Após o fechamento das ligas mundiais principais, é dado início à tradicional HGC Copa América de Heroes of the Storm, um torneio bem menor do que os das grandes ligas ao redor do mundo. No caso da região sul, a liga se iniciará no dia 20 de abril e contará com a presença de seis times, estando entre eles, costumeiramente, brasileiros e argentinos. Já a liga da região norte ocorrerá um pouco antes, do dia 10 de abril até o dia 15 de abril.

HGC Playoffs: 27/04/2018 – 29/04/2018

A fase mata-mata de todas as HGCs acontece no formato de escalada. O time melhor posicionado na tabela ganha a vaga direta para a grande final dos playoffs e confirma sua presença no Mid-Season Brawl. Os outros times, do segundo colocado até o sexto colocado, se enfrentam em séries eliminatórias para decidir quem vai para a grande final e fica com a outra vaga para o torneio.

HGC Crucible: 05/05/2018 – 06/05/2018

Enquanto os seis melhores se enfrentam nos playoffs, os dois últimos colocados das ligas principais são obrigados a jogar a HGC Crucible. Trata-se do único meio de novos times, vindos da chamada Open Division, equivalente à segunda divisão da HGC, de conseguirem uma vaga para a liga principal de Heroes of the Storm do seu servidor.

Em 2017, a atual vice-campeã do Western Clash, Zealots, conquistou sua vaga na HGC Europe após a vitória em uma melhor de sete contra o Team Synergy — Foto: Reprodução/Youtube Em 2017, a atual vice-campeã do Western Clash, Zealots, conquistou sua vaga na HGC Europe após a vitória em uma melhor de sete contra o Team Synergy — Foto: Reprodução/Youtube

Em 2017, a atual vice-campeã do Western Clash, Zealots, conquistou sua vaga na HGC Europe após a vitória em uma melhor de sete contra o Team Synergy — Foto: Reprodução/Youtube

Entre os times em situação delicada na tabela, está o No Tomorrow do servidor norte-americano. A equipe tem como destaque a presença de Juan “Jschritte” Passos, brasileiro e um dos jogadores mais vitoriosos do servidor sul-americano.

Jschritte, hoje na No Tomorrow, atuando pela Red Canids no Mid-Season Brawl de 2017 — Foto: Reprodução/Youtube Jschritte, hoje na No Tomorrow, atuando pela Red Canids no Mid-Season Brawl de 2017 — Foto: Reprodução/Youtube

Jschritte, hoje na No Tomorrow, atuando pela Red Canids no Mid-Season Brawl de 2017 — Foto: Reprodução/Youtube

HGC Copa América 2018, Grande Final: 12/05/2018

Os campeões da região sul e região norte se enfrentam presencialmente no Brasil no dia 12 de maio. O vencedor conquista uma vaga para o Intercontinental Clash, novidade em 2018 que colocará o campeão da Copa América contra o campeão da Austrália & Nova Zelândia. O vencedor garante vaga no Mid-Season Brawl.

Semelhante ao Intercontinental Clash, haverá também o Horizon Clash, que vai reunir o melhor time do servidor de Taiwan contra o melhor do Sudeste Asiático disputando mais uma vaga para o mesmo torneio.

Mid-Season Brawl: 09/06/2018 – 19/06/2018

O mundial de meio de temporada ocorrerá em Estocolmo, Suécia, e vai reunir doze times para fechar o primeiro semestre de competições. No caso dos servidores com a liga HGC convencional - América do Norte, Europa, Coreia do Sul e China - os dois melhores times nos HGCs Playoffs terão a vaga para o torneio.

No entanto, caso a região tenha sido vitoriosa em um dos Clashes principais, o servidor ganhará mais uma vaga para o Mid-Season Brawl. No caso de 2018, Europa e Coreia do Sul terão uma espaço extra para o torneio, graças aos títulos da Dignitas e da Ballistx respectivamente.

Lembrando que os servidores com ligas paralelas terão a oportunidade de adquirir uma vaga com os eventos Intercontinental Clash e o Horizon Clash.

No Mid-Season Brawl 2017, que teve participação da brasileira Red Canids, Fnatic e Dignitas se enfrentaram na final. Melhor para a Fnatic, que embolsou US$ 100,000 de premiação — Foto: Reprodução/Youtube No Mid-Season Brawl 2017, que teve participação da brasileira Red Canids, Fnatic e Dignitas se enfrentaram na final. Melhor para a Fnatic, que embolsou US$ 100,000 de premiação — Foto: Reprodução/Youtube

No Mid-Season Brawl 2017, que teve participação da brasileira Red Canids, Fnatic e Dignitas se enfrentaram na final. Melhor para a Fnatic, que embolsou US$ 100,000 de premiação — Foto: Reprodução/Youtube

2° Semestre/ 2° Fase

Após o Mid-Season Brawl e as HGCs Crucible, é dado início à segunda fase das HGCs, em agosto e setembro. O formato das ligas principais e paralelas mantém o padrão e é provável que os Clashes voltem a ocorrer nesse semestre, assim como em 2017.

Por fim, o Heroes of the Storm World Champioship 2018, evento máximo do MOBA da Blizzard, que ocorre anualmente na Blizzcon e que fecha o ano de competições do game.

Os jogos das ligas e os torneios principais são transmitidos no canal oficial do Heroes of the Storm pela plataforma Twitch. Quanto à Copa América, ela está sendo organizada pela PromoArena, mesma organizadora do Circuito Desafiante de League of Legends.

MAIS DO TechTudo