Por Isabela Giantomaso, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

O Instagram é uma das redes sociais mais populares do mundo. Com o objetivo principal de compartilhar imagens, ver fotos e vídeos de amigos, a plataforma atualmente se destaca também pelo Stories, transmissões ao vivo e mensagens diretas. No entanto, o uso do aplicativo era restrito no início: disponível só para iPhone (iOS) e com quatro opções de filtros para a edição.

Quem começou a usar a plataforma em 2010, no ano de lançamento, pode lembrar dos vídeos de apenas 15 segundos e do design branco e azul nos botões, substituído recentemente pelo preto e branco para dar mais destaque às imagens. Para relembrar as grandes mudanças da redes social, como a compra do app pelo Facebook em 2012, o TechTudo reuniu os detalhes de layout, funções, filtros e ícones da ferramenta.

Veja 10 dicas para deixar suas fotos no Instagram com 'toque especial'

Veja 10 dicas para deixar suas fotos no Instagram com 'toque especial'

Expansão do aplicativo

Ao ser lançado em 2010, o Instagram foi disponibilizado apenas na App Store, para celulares com sistema operacional iOS (iPhone). Mesmo com a restrição, a rede social foi eleita o melhor aplicativo do ano na loja da Apple, em 2011, e recebeu 15 milhões de downloads em menos de dois anos.

Apesar de ter sido considerado um app exclusivo para iPhone por um tempo, o Instagram chegou ao Android em abril de 2012, mesmo mês em que a plataforma foi comprada pelo Facebook por US$ 1 bilhão (cerca de R$ 3,4 bilhões em conversão direta). Em execução no sistema operacional do Google, a rede social foi baixada cinco milhões de vezes nos seis primeiros dias na Google Play Store e se tornou, então, um fenômeno mundial.

Instagram ganhou versão desktop em 2012 para acabar com dependência nos celulares — Foto: Divulgação/Instagram Instagram ganhou versão desktop em 2012 para acabar com dependência nos celulares — Foto: Divulgação/Instagram

Instagram ganhou versão desktop em 2012 para acabar com dependência nos celulares — Foto: Divulgação/Instagram

Para evitar a dependência dos smartphones, em 2012 o Instagram também recebeu uma versão desktop para curtir e comentar as imagens. Ao longo dos anos o recurso foi atualizado e hoje abriga o Stories, imagens disponíveis por até 24 horas nos perfis, e oferece ferramentas para publicar fotos pelo PC e responder mensagens do Instagram Direct.

Atualização do layout

Layout passou por mudanças em 2016 e ganhou interface em preto e branco — Foto: Reprodução/TechTudo Layout passou por mudanças em 2016 e ganhou interface em preto e branco — Foto: Reprodução/TechTudo

Layout passou por mudanças em 2016 e ganhou interface em preto e branco — Foto: Reprodução/TechTudo

Os usuários do Instagram usavam o app com um visual azul e branco em todos os botões, abas e legendas até 2016. Com a mudança, a plataforma passou a apresentar todos os ícones internos em preto e branco, para uma interface mais discreta.

Na época, a rede social afirmou que a mudança tinha como objetivo ajudar na experiência dos usuários. "O design mais simples coloca o foco nas fotos e nos vídeos, sem mudar a navegação do app", explicou o Blog do Instagram.

Ícone redesenhado

As mudanças no design do Instagram em 2016 também alteraram o ícone do app, antes reconhecido pelo desenho de uma câmera com tons em marrom e formato de Polaroid. Com a reformulação, o botão ficou com uma imagem mais simples, com o contorno da câmera em branco sobre um fundo com tons de rosa em degrade.

Ícone do Instagram e de apps da família foram reformulados junto com o layout interno — Foto: Divulgação/Instagram Ícone do Instagram e de apps da família foram reformulados junto com o layout interno — Foto: Divulgação/Instagram

Ícone do Instagram e de apps da família foram reformulados junto com o layout interno — Foto: Divulgação/Instagram

Os outros aplicativos da família, como o Layout, Boomerang e Hyperlapse, também passaram por alterações e apareceram com os ícones aperfeiçoados nas lojas de aplicativos oficiais.

Evolução dos filtros

O Instagram chegou com uma novidade, na época: edição de fotos com filtros no próprio aplicativo de publicação, sem precisar recorrer a outros recursos para ajustar as imagens. Entre as opções estavam quatro máscaras: Amaro, Rise, Hudson e Valencia. Todas continuam disponíveis no aplicativo, que agora dispõe de outras 19 possibilidades para customizar as fotografias.

Número de filtros disponíveis no Instagram cresceu ao longo dos anos — Foto: Divulgação/Instagram Número de filtros disponíveis no Instagram cresceu ao longo dos anos — Foto: Divulgação/Instagram

Número de filtros disponíveis no Instagram cresceu ao longo dos anos — Foto: Divulgação/Instagram

Além disso, ao longo dos anos, a edição das imagens ganhou a possibilidade de correção de ângulos (2013), para ajustar imagens tortas ou invertidas, e a configuração manual para regular individualmente brilho, contraste, temperatura, cor e sombras. A intenção era evitar o uso de um software externo de edição antes de publicar o conteúdo.

Cada vez mais funções

Apesar da repentina popularidade em 2010, o Instagram foi lançado com a opção de publicar apenas fotos no formato quadrado. Não havia até então recursos para vídeos, imagens retangulares e muito menos Stories ou transmissões ao vivo.

As ferramentas começaram a surgir em 2013, com o suporte a vídeos de até 15 segundos. Primeiro, a função ficou disponível apenas para iOS e captura de imagens dentro do app. Depois, os dispositivos com sistema Android também receberam a atualização, que chegou com a permissão de importar vídeos armazenados na galeria do smartphone.

Vídeos dentro do app passaram de 15 segundos para 1 minuto de 2013 a 2015 — Foto: Divulgação/Instagram Vídeos dentro do app passaram de 15 segundos para 1 minuto de 2013 a 2015 — Foto: Divulgação/Instagram

Vídeos dentro do app passaram de 15 segundos para 1 minuto de 2013 a 2015 — Foto: Divulgação/Instagram

Os 15 segundos de vídeo só foram expandidos em 2015 para até um minuto — restrição mantida até hoje. No mesmo ano, o Instagram recebeu uma atualização importante para quem precisava utilizar aplicativos externos ou fazer "gambiarras" caso quisesse publicar fotos e vídeos retangulares: liberou as publicações em formato paisagem ou retrato. A mudança encerrou com a obrigatoriedade do padrão quadrado, velho conhecido da rede social.

Para não ficar restrito apenas às publicações de fotos e vídeos no feed e se aproximar dos concorrentes, a plataforma lançou o Instagram Stories em 2016. Na ocasião, usuários reclamaram que a ferramenta para publicar imagens por apenas 24 horas era uma cópia do Snapchat.

Instagram Stories chegou como 'cópia do Snapchat' em 2016, com imagens que desaparecem em 24 horas — Foto: Divulgação/Instagram Instagram Stories chegou como 'cópia do Snapchat' em 2016, com imagens que desaparecem em 24 horas — Foto: Divulgação/Instagram

Instagram Stories chegou como 'cópia do Snapchat' em 2016, com imagens que desaparecem em 24 horas — Foto: Divulgação/Instagram

Nos meses seguintes, o recurso recebeu atualizações com filtros, geofiltros, GIFs, textos e adesivos. Além disso, o Stories ganhou integração com o Facebook, que também recebeu uma função com "fotos que desaparecem".

Entre os outros recursos que o Instagram anunciou ao longo dos últimos oito anos estão as transmissões ao vivo, lançadas em 2017 e com uma recente atualização para dividir a tela da live com amigos. Há também posts com mais de uma imagem, seja foto ou vídeo, nos modos retrato ou paisagem, sem precisar cortar as laterais para encaixar no antigo formato.

Transmissões ao vivo foram incluídas no app com opção para dividir a tela com amigos — Foto: Melissa Cruz / TechTudo Transmissões ao vivo foram incluídas no app com opção para dividir a tela com amigos — Foto: Melissa Cruz / TechTudo

Transmissões ao vivo foram incluídas no app com opção para dividir a tela com amigos — Foto: Melissa Cruz / TechTudo

Instagram Direct

Para quem gosta de conversar, o Instagram lançou o Direct, em 2013. O recurso está dentro do app e permite que os usuários possam escrever secretamente em uma aba separada, sem a exposição nos comentários. Anunciado como "serviço de mensagem rival do WhatsApp", a ferramenta possibilita, além de conversas individuais, grupos de até 15 pessoas.

Assim como os outros itens, ele também recebeu mudanças ao longo dos anos e passou, por exemplo, a permitir o uso pelo PC. Usuários também ganharam a possibilidade de silenciar notificações e ficar invisível para amigos, assim como no WhatsApp com a confirmação de leitura. Além disso, foram liberados recentemente os envios de Stories, comentários e links pela aba particular.

Instagram Direct chegou ao app para permitir conversas secretas entre usuários em uma aba separada — Foto: Divulgação/Instagram Instagram Direct chegou ao app para permitir conversas secretas entre usuários em uma aba separada — Foto: Divulgação/Instagram

Instagram Direct chegou ao app para permitir conversas secretas entre usuários em uma aba separada — Foto: Divulgação/Instagram

Qual é o melhor: Snapchat ou Instagram? Opine no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo