Por Luiz Felipe Lima, para o TechTudo

O que é MSI? Entenda o mundialito de meio de ano do League of Legends O que é MSI? Entenda o mundialito de meio de ano do League of Legends

O Mid-Season Invitational - popularmente conhecido como MSI - é o mundialito de meio de ano de League of Legends, organizado pela Riot Games, que ocorre entre o primeiro e segundo split dos torneios regionais, e reúne grandes equipes de todas as partes do mundo. A edição 2018 acontecerá na Europa, e promete trazer confrontos incríveis e surpreendentes - mas antes, é hora de entender as raízes do mundialito.

As origens: o MSI de 2015 a 2017

As duas primeiras edições do MSI receberam seis times cada: as equipes campeãs da LCS NA e LCS EU, da LPL, da LMS e da LCK se juntaram ao campeão do International Wildcard Invitational, torneio qualificatório criado para o MSI. Vale destacar que o IWCI foi um torneio criado para selecionar a equipe que representaria as regiões emergentes, como LAS, LAN e o próprio CBLoL, durante o mundialito.

Na época, as premiações eram “modestas”: US$ 250 mil (aproximadamente R$ 850 mil) compuseram o prêmio em 2015, e US$ 450 mil (R$ 1,5 milhão) em 2016. Curiosamente, esses valores eram divididos apenas até o quarto colocado, o que fazia com que o 5º e o 6º lugares saíssem do torneio de mãos vazias. E com a EDward Gaming campeã em 2015 e SK Telecom T1 em 2016, a história do MSI estava pronta para mudar no ano seguinte.

EDG foi a campeã do Mid-Season Invitational 2015, e a única a vencer a SKT no torneio. — Foto: Reprodução/LoLeSports BR EDG foi a campeã do Mid-Season Invitational 2015, e a única a vencer a SKT no torneio. — Foto: Reprodução/LoLeSports BR

EDG foi a campeã do Mid-Season Invitational 2015, e a única a vencer a SKT no torneio. — Foto: Reprodução/LoLeSports BR

Em 2017, um salto aconteceu: os 13 times campeões de todas as regiões, incluindo as emergentes, foram convidados para participar do torneio, que aconteceria em duas fases distintas. O MSI começaria com a Fase de Entrada, onde as equipes das regiões emergentes, da LCS NA e da LMS batalhariam por três vagas na Fase de Grupos. Quem vencesse, se uniria aos campeões da LCS EU, LCK e LPL, e os seis disputariam as quatro vagas para a Fase Eliminatória e, posteriormente, o título do mundialito.

Mas essa não foi a única novidade do MSI 2017. Pela primeira vez a premiação passou dos sete dígitos, totalizando US$ 1.690.000,00 (R$ 5,75 milhões), e também foi dividida por todos os 13 participantes. Com isso, a edição 2017 não apenas terminou com SKT campeã mais uma vez, mas também solidificou a importância do torneio no cenário mundial de League of Legends, tornando o encontro das regiões em um espetáculo ainda maior.

Palco dos maiores do mundo

Ex-jogador, Ronaldo Fenômeno entre medalhas a Faker no MSI 2017. — Foto: Reprodução/Sportv Ex-jogador, Ronaldo Fenômeno entre medalhas a Faker no MSI 2017. — Foto: Reprodução/Sportv

Ex-jogador, Ronaldo Fenômeno entre medalhas a Faker no MSI 2017. — Foto: Reprodução/Sportv

Jogadores de renome internacional já passaram pelo MSI. O maior jogador da história do LoL, Lee “Faker” Sang-hyeok, participou da competição nos últimos três anos, defendendo a SKT. Com a equipe sul-coreana, Faker chegou até a final em todas as vezes, tendo conquistado o título em 2016 e 2017.

Além de Faker, outro grande nome a atuar no mundialito foi Jesper "Zven" Svenningsen, atirador da Team SoloMid. Em 2017, o jogador atuava pela equipe espanhola G2 Esport, e foi um dos jogadores de referência durante a campanha do time. Foi com Zven que a G2 chegou à final do torneio, e, mesmo tendo sido derrotada, garantiu a melhor campanha de uma equipe europeia no MSI.

E não se pode falar de MSI sem citar a única equipe que derrotou a SKT na história do torneio. A campanha da EDG em 2015, que culminou em um suado 3 a 2 em cima do time sul-coreano, teve como um de seus maiores pilares o jogador Ming "Clearlove" Kai. O chinês é um dos mais antigos profissionais de League of Legends, sendo conhecido por competir desde 2011, e vencer o MSI 2015 foi uma das maiores conquistas de sua carreira.

O maior torneio de League of Legends que o Brasil já viu

Um dos detalhes mais incríveis do MSI 2017 foi ter acontecido no Brasil. Além de ter sido a maior edição do torneio, foi também o maior torneio de LoL que o país sediou, com múltiplas transmissões ao redor do mundo acontecendo pela TV e pela internet. E os números foram impressionantes, passando da marca de 360 milhões de espectadores únicos ao longo do torneio e do pico de quatro milhões de espectadores simultâneos, de acordo com a Riot Games.

Parte do infográfico do MSI 2017, que mostra os números expressivos do torneio. — Foto: Reprodução/LoLeSports BR Parte do infográfico do MSI 2017, que mostra os números expressivos do torneio. — Foto: Reprodução/LoLeSports BR

Parte do infográfico do MSI 2017, que mostra os números expressivos do torneio. — Foto: Reprodução/LoLeSports BR

Tendo sua fase inicial ocorrendo em São Paulo e as fases de grupos e eliminatória acontecendo no Rio, o mundialito tomou o país. Apesar do representante brasileiro não ter ido muito longe no torneio (a RED Canids foi eliminada ainda na fase inicial), o público nacional não desapontou e compareceu em peso.

Curiosamente, a ausência de um time brasileiro nas fases finais não impediu o público de vibrar por uma equipe específica: os vietnamitas da GIGABYTE Marines caíram nas graças da torcida após contrariarem as expectativas e chegarem à fase de grupos. O time da Marines não conseguiu se classificar para a fase eliminatória, mas sua campanha ficou marcada como uma das mais impactantes da história do MSI.

E agora, o MSI 2018

Depois de três grandes edições entre 2015 e 2017, chegou a hora de mais um MSI. O mundialito acontecerá na França e na Alemanha, e dessa vez contará com 14 times. O formato de múltiplas fases se manterá, e com isso já há a presença garantida de uma equipe brasileira na Fase de Entrada: a campeã do CBLOL, KaBuM e-Sports, estará representando o país no torneio.

A Kabum foi a campeã do 1º split do CBLOL 2018 e representará o país no MSI. — Foto: Reprodução/LoLeSports BR A Kabum foi a campeã do 1º split do CBLOL 2018 e representará o país no MSI. — Foto: Reprodução/LoLeSports BR

A Kabum foi a campeã do 1º split do CBLOL 2018 e representará o país no MSI. — Foto: Reprodução/LoLeSports BR

O Mid-Season Invitational 2018 acontecerá entre 03 e 20 de maio, e você poderá conferir todas as notícias aqui no TechTudo.

MAIS DO TechTudo