Por Fernando Telles, para o TechTudo


Toda bateria de celular passa por desgaste com o passar do tempo. Embora o chamado efeito memória não exista nos smartphones modernos, ainda assim a perda de capacidade está entre as preocupações de quem quer usar um telefone pelo maior tempo possível. Práticas simples auxiliam justamente nesta tarefa: elas fazem a bateria do celular durar mais e minimizam os efeitos da corrosão.

Além de ajustes no Android e iPhone (iOS), a forma como utilizamos os nossos smartphones pode contribuir com o desgaste. Confira, a seguir, seis dicas para melhorar a autonomia da bateria do seu smartphone.

Descubra o que faz a sua bateria durar menos e conheça dicas para economizar — Foto: Fernando Telles/TechTudo Descubra o que faz a sua bateria durar menos e conheça dicas para economizar — Foto: Fernando Telles/TechTudo

Descubra o que faz a sua bateria durar menos e conheça dicas para economizar — Foto: Fernando Telles/TechTudo

Aplicativos gulosos

A curto ou longo prazo, aplicativos com alto consumo de energia são os principais inimigos de qualquer bateria. Mesmo quando estão em segundo plano, eles se comunicam frequentemente com a Internet e não dão descanso para o smartphone. Simplesmente fechá-los também não costuma ser a solução: como eles continuam consumindo energia. É preciso desinstalar aqueles que não forem essenciais, caso queira economizar um pouco mais de carga.

Tanto no Android quanto no iOS, é possível identificar quais aplicativos têm um maior consumo energético, embora a exibição destas informações varie conforme a versão dos sistemas operacionais.

Aplicativo do Facebook para iOS e Android é um exemplo de vilão das baterias — Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo Aplicativo do Facebook para iOS e Android é um exemplo de vilão das baterias — Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo

Aplicativo do Facebook para iOS e Android é um exemplo de vilão das baterias — Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo

  • Para verificar os aplicativos que mais consomem bateria no iPhone, basta ir aos "Ajustes" e então selecionar "Bateria".
  • Já na maioria dos dispositivos Android, é preciso acessar as "Configurações", escolher "Bateria" e, em seguida, buscar pela opção "Avançadas".

Brilho alto

Ative o brilho automático para evitar o gasto excessivo de energia — Foto:  Reprodução/Paulo Alves Ative o brilho automático para evitar o gasto excessivo de energia — Foto:  Reprodução/Paulo Alves

Ative o brilho automático para evitar o gasto excessivo de energia — Foto: Reprodução/Paulo Alves

A depender das suas configurações de brilho, a tela pode consumir mais energia do que qualquer outro componente em um smartphone, incluindo o processador. Em outros casos, displays com iluminação muito forte também aumentam a temperatura média do dispositivo, o que contribui para que a carga se desgaste mais rapidamente.

A maioria dos smartphones atuais também contam com ajuste automático do brilho. O recurso ajusta os níveis do display de forma autônoma para equilibrar o seu consumo de energia e legibilidade. Considere habilitar esta opção no seu smartphone para ter maior autonomia de bateria.

Android: quatro dicas para aumentar a duração da bateria

Android: quatro dicas para aumentar a duração da bateria

Calor

Principalmente a longo prazo, temperaturas acima da média têm o poder de deteriorar a maioria das baterias. Embora não haja muito o que fazer quando o calor vem de fontes externas, evitar que a temperatura interna do aparelho se eleve com frequência é uma boa maneira de expandir a vida útil da bateria. Isso também pode garantir que a carga dure mais.

A dica aqui é evitar deixar o telefone diretamente sob a luz do sol. Também é importante mantê-lo distante de superfícies aquecidas. Por fim, é comum deixar o aparelho perto do notebook ou PC do escritório. Observe se a saída de ar destes equipamentos está distante do celular.

Wi-Fi sempre ligado

Android e iOS permitem desativar o Wi-Fi com apenas alguns toques — Foto: Reprodução/TechTudo Android e iOS permitem desativar o Wi-Fi com apenas alguns toques — Foto: Reprodução/TechTudo

Android e iOS permitem desativar o Wi-Fi com apenas alguns toques — Foto: Reprodução/TechTudo

Assim como o uso constante dos dados móveis(4G/3G) prejudica a autonomia do smartphone, o hábito de manter o Wi-Fi sempre ligado também eleva o seu consumo de energia, principalmente quando nenhuma conexão está em uso.

Isto acontece porque, enquanto não estiver devidamente conectado a uma rede sem fio, o telefone buscará constantemente pelos pontos Wi-Fi mais próximos, na intenção de se conectar a algum deles. Justamente por isso, o mais aconselhável é deixar o Wi-Fi desativado quando não houver a intenção de usá-lo.

Notificações constantes

O excesso de notificações também aumenta o consumo de bateria — Foto: Luciana Maline/TechTudo O excesso de notificações também aumenta o consumo de bateria — Foto: Luciana Maline/TechTudo

O excesso de notificações também aumenta o consumo de bateria — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Notificações muito frequentes podem contribuir para que sua bateria dure menos ao longo do dia. Sempre que o smartphone recebe um novo alerta, recursos como a tela e a vibração são ativados, aumentando o consumo em curtos – porém, frequentes – intervalos de tempo.

Para resolver este problema, tanto o Android quanto o iOS permitem desativar a exibição de notificações na tela de bloqueio – o que impede o dispositivo de ligar quando recebe um novo alerta. Nos tutoriais a seguir, você pode conferir como o procedimento pode ser feito no iPhone ou em celulares com o sistema do Google.

Cabe lembrar que o gasto energético é residual em casos assim, a menos que o usuário receba muitas notificações.

Problemas de hardware

iPhone: quatro dicas para aumentar a duração da bateria

iPhone: quatro dicas para aumentar a duração da bateria

Baterias possuem tempo de uso limitado. Por isso, quando nenhuma das alternativas acima tiver efeito, outra opção é levar o dispositivo a uma assistência técnica – seja para a troca completa da bateria, ou até mesmo para um diagnóstico mais completo, abrangendo outros possíveis motivos para o problema. Em todos casos, no entanto, recomenda-se que o usuário não tente realizar reparos por conta própria.

MAIS DO TechTudo