USB, HDMI, Wi-Fi, Bluetooth e mais: conheça as conexões de smart TVs

Conheça portas e interfaces da TV e descubra suas funcionalidades

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Filipe Garrett, para o TechTudo

A tecnologia para TVs permite diversas possibilidades de uso e, para isso, os aparelhos oferecem opções de portas, entradas e saídas de som e imagem, além de interfaces com e sem fio. As funcionalidades estão presentes, sobretudo, nos televisores smart.

Os dispositivos mais comuns são os cabos HDMI e USB. No entanto, para necessidades mais específicas, há o vídeo composto, o componente e a saída ótica para som — além de recursos sem fio, como Wi-Fi e Bluetooth. Conheça abaixo algumas das conexões e entenda suas aplicações.

HDMI: configure o áudio após conectar o computador na TV

HDMI: configure o áudio após conectar o computador na TV

HDMI

O HDMI é a principal interface de áudio e vídeo em televisores e monitores há alguns anos. Conforme a versão da porta, ele pode suportar vídeos em Full HD ou em 4K com HDR. Conexões HDMI podem ser encontradas como fonte principal na distribuição de vídeos de computadores, consoles de videogame, media centers e aparelhos de Blu-ray.

HDMI é a principal interface de áudio e vídeo (Foto: Bruno Soares/TechTudo) HDMI é a principal interface de áudio e vídeo (Foto: Bruno Soares/TechTudo)

HDMI é a principal interface de áudio e vídeo (Foto: Bruno Soares/TechTudo)

Em geral, portas HDMI podem ser 1.4, quando não aceitam vídeos em resolução superior ao Full HD. A partir de 2.0 , a conexão passa a ser compatível com 4K e resoluções mais altas. Dependendo do modelo do televisor, é possível haver diversas portas HDMI. Um bom sortimento de interfaces desse tipo torna o uso da TV mais adaptável.

USB

USB pode ser interessante para alimentar um Chromecast diretamente do televisor (Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo) USB pode ser interessante para alimentar um Chromecast diretamente do televisor (Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo)

USB pode ser interessante para alimentar um Chromecast diretamente do televisor (Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo)

Portas USB em TVs têm como principal aplicação possibilitar ao usuário assistir, na tela grande, ao conteúdo armazenado em mídias como pen drives e HDs externos. Em geral, o televisor é capaz de reconhecer os padrões de vídeo mais comuns, como MKV e MP4, além de arquivos de áudio em MP3 e até mesmo fotografias. Outro uso viável é utilizar a porta para carregar acessórios, como o Chromecast. Assim como com as HDMI, uma maior quantidade de portas é desejável.

Conexão óptica

Outro recurso presente em televisores, a saída ótica permite a distribuição de som digital para periféricos de som, como soundbars e home theaters. Com transmissão de dados por sinais luminosos, a interface não é tão presente nas TVs quanto o HDMI, mas, ainda assim, ela é exigida por acessórios diferentes.

Wi-Fi

Em smart TVs, a conexão de Internet sem fio é fundamental para permitir a conexão do televisor à Internet. A partir disso, é possível ter acesso a aplicativos, jogos, atualizações de sistema operacional, bem como uma série de outras funcionalidades de rede — como serviços de streaming, YouTube e redes sociais, como Facebook, Instagram e Twitter.

Há televisores que vêm com Wi-Fi integrado. Porém, modelos sem a funcionalidade podem recorrer a placas de Wi-Fi por USB e solucionar a questão. Esse tipo de dispositivo é normalmente vendido separadamente pelas próprias fabricantes.

Ethernet

Roteador com Porta Gigabit Ethernet  (Foto: Barbara Mannara/TechTudo) Roteador com Porta Gigabit Ethernet  (Foto: Barbara Mannara/TechTudo)

Roteador com Porta Gigabit Ethernet (Foto: Barbara Mannara/TechTudo)

Assim como o Wi-Fi, a conexão Ethernet — via cabo de rede — tem como objetivo possibilitar o acesso à Internet pela televisão. A presença desse recurso está diretamente relacionada a aparelhos com funcionalidades smart.

Bluetooth

A principal aplicação do Bluetooth é permitir o pareamento de acessórios de reprodução de som, especialmente fones de ouvido sem fio e caixas de som. Em alguns outros televisores, o Bluetooth também pode ser usado para conectar teclados e controles para jogos.

Conexão de vídeo composto

Entradas de áudio e vídeo composto (Foto: Thiago Rocha/TechTudo) Entradas de áudio e vídeo composto (Foto: Thiago Rocha/TechTudo)

Entradas de áudio e vídeo composto (Foto: Thiago Rocha/TechTudo)

Caracterizado pelos cabos coloridos, o vídeo composto é um tipo de interface de vídeo fundamental para quem tem equipamentos mais antigos, como consoles de videogame, videocassetes e aparelhos reprodutores de DVD.

Conexão de vídeo componente

Painel traseiro dos televisores conta com uma série de saídas e entradas para áudio e vídeo (Foto: Paulo Alves/TechTudo) Painel traseiro dos televisores conta com uma série de saídas e entradas para áudio e vídeo (Foto: Paulo Alves/TechTudo)

Painel traseiro dos televisores conta com uma série de saídas e entradas para áudio e vídeo (Foto: Paulo Alves/TechTudo)

O vídeo componente pode ser encarado como uma revisão mais moderna do composto. O dispositivo pode ser reconhecido pelo cabo triplo, que precisa ser conectado no televisor. Sem comprimir vídeos, esse tipo de mecanismo não compromete a qualidade da imagem da mesma forma que o vídeo composto.

Conexão de áudio estéreo

Esse tipo de conector de áudio é similar ao vídeo composto porém, voltado para som. Embora apresente limitações na qualidade de transmissão da informação de áudio, ainda é bastante usado por uma série de equipamentos.

Qual cabo HDMI devo comprar? Opine no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo