Por Marcelo Ferrantini, do CBLoL, em São Paulo

KaBuM bate Vivo Keyd e conquista o primeiro split do CBLoL 2018 KaBuM bate Vivo Keyd e conquista o primeiro split do CBLoL 2018

A KaBuM e-Sports bateu a Vivo Keyd por 3x2, neste sábado (07), e se sagrou campeã do primeiro split do CBLoL 2018. Com público enchendo os estúdios da Riot Games em São Paulo para a grande festa do League of Legends no Brasil, os estreantes liderados por Alexandre "TitaN" Lima se sagraram os ganhadores da premiação de R$ 70 mil e os representantes do país no Mid-Season Invitational 2018.

A decisão

A primeira partida começou com uma escolha ofensiva por parte dos dois times. TitaN começou com um Ezreal, ao lado do Braun de Riyev. Com um Shen nas mãos de Zantins, a rota do topo se tornou palco de boas lutas. A Nidalee nas mãos de Ranger foi uma surpresa, e a Cassiopeia de Dynquedo garantiu o CC para a KaBuM. Do outro lado, a Keyd trouxe uma composição com Swain no top, a tradicional Anívia de tockers, o bot com Varus e Tahm Kench e a selva dominada pelo Trundle de Revolta.

A agressividade do time da KaBuM apareceu logo aos três minutos de jogo. Com um belo gank de Ranger no top com sua Nidalee, Yang e seu Swain acabaram abatidos, para um First Blood muito rápido a favor dos alaranjados. A segunda eliminação do time também veio em uma invasão de Ranger, dessa vez no bot, com a estatística ficando nas mãos de TitaN.

Zantins e Ranger trabalharam bem para o first blood na grande final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games Zantins e Ranger trabalharam bem para o first blood na grande final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games

Zantins e Ranger trabalharam bem para o first blood na grande final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games

Com o jogo em 6x2 para a KaBuM, a Keyd conseguiu um bom espaço e conquistou um Barão praticamente sem contestação. No entanto, um engage errado dos alaranjados foi o necessário para que os guerreiros conquistassem três eliminações e reequilibrassem o jogo. Com bastante inteligência, a KaBuM conseguiu evitar maiores danos nas estruturas, mas a grande diferença em ouro no jogo havia sido bastante encurtada.

O segundo Barão ficou nas mãos da KaBuM, e foi o necessário para a line up estreante em finais para fechar a partida. Uma luta muito bem feita no rio, próxima ao dragão, colocou os alaranjados em uma situação de quatro contra um, deixando espaço para que invadissem a base dos guerreiros e, de uma só vez, finalizassem a primeira partida.

Ranger foi muito importante no primeiro jogo da final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games Ranger foi muito importante no primeiro jogo da final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games

Ranger foi muito importante no primeiro jogo da final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games

O segundo jogo começou novamente com a KaBuM na frente. Com mais um gank de Ranger, a bot da Keyd acabou sendo pega fora de posição e Riyev, com um Trundle como suporte, ficou com a eliminação. Revolta descontou a invasão e ajudou mica0 a abater a Jinx de TitaN com sua Caitlyn. No entanto, a luta deixou tockers, que desceu do meio para ajudar, fora de posição, e a Taliyah acabou eliminada e devolvendo a vantagem aos alaranjados.

A Vivo Keyd acabou virando o jogo em um avanço exagerado na bot lane, que acabou dando uma eliminação para tockers e uma para o Alistar de Jockster. Mas a vantagem durou pouco. A boa rotação da KaBuM acabou colocando o mid laner da Keyd isolado, na tentativa de derrubar a torre do bot. Duas eliminações para os alaranjados, mas a vantagem em torres ainda era dos guerreiros.

tockers foi o grande nome do segundo jogo da final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games tockers foi o grande nome do segundo jogo da final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games

tockers foi o grande nome do segundo jogo da final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games

A diferença de gold começou a aumentar, e a Vivo Keyd passou a conseguir um certo controle dos espaços. Jockster vinha fazendo um bom jogo, e mica0 somava 3 eliminações em menos de 20 minutos de jogo. As lutas passaram a ser favoráveis aos guerreiros, e uma eliminação sobre o Trundle de Riyev deu espaço para a Keyd dominar a selva e circundar o covil do Barão.

Em uma luta na selva, a Vivo Keyd conseguiu quatro abates sobre a KaBuM, e ficou com espaço aberto para a execução do Barão. Com 13 a 6 em eliminações, e mais quatro torres contra uma, os guerreiros se colocavam quase 10 mil de ouro na frente. A pressão foi insuportável para a KaBuM, que não evitou a entrada dos guerreiros na direção do nexus para empatar a final em 1x1.

Jockster fez um excelente jogo 2 para empatar a final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games Jockster fez um excelente jogo 2 para empatar a final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games

Jockster fez um excelente jogo 2 para empatar a final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games

A escolha agressiva de heróis da KaBuM para o terceiro jogo deu resultado imediato no começo da partida. Com Jayce no top, Taliyah no meio, Caitlyn e Alistar no bot com o auxílio do perigoso Nocturne na selva, o time pressionou a complexão da equipe da Keyd, que vinha com Poppy, Skarner, Azir, Varus e Leona. Em pouquíssimo tempo, os alaranjados abriram 4x1 no placar e tinham vantagem até os 18 minutos, quando três avanços da Keyd empataram o jogo.

A KaBuM tomou algumas decisões erradas e abriu espaço para os guerreiros conquistarem o Barão. A equipe da Keyd começou a pressionar pelo meio, depois de virar o jogo em eliminações, mas a defesa da KaBuM vinha sendo bem feita. Com um flanqueamento muito bem feito, os alaranjados ainda conseguiram eliminações suficientes para empatar novamente a partida e levar a T2 na rota do meio.

A KaBuM contou com o apoio da torcida por toda a final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games A KaBuM contou com o apoio da torcida por toda a final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games

A KaBuM contou com o apoio da torcida por toda a final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games

Novamente depois de decisões ruins da KaBuM, que optou pelo split push depois do ressurgimento do Barão, a Vivo Keyd investiu no objetivo, conseguiu duas eliminações e somou o segundo barão, para abrir a vantagem em 13 kills contra 10 dos alaranjados, e, pela primeira vez, saldo de mil de ouro na frente.

Os guerreiros forçaram a torre do meio depois de eliminar Zantins fora de posição. A queda do inibidor não foi contestada, e, com o buff do Barão, a Keyd começou a forçar as rotas secundárias para aumentar a pressão. Mas com uma defesa perfeita, a KaBuM conseguiu evitar a entrada total da Keyd na base, e com uma incrível luta de Riyev e TitaN em frente ao covil deixou os alaranjados prontos para conquistar o buff e inverter a pressão.

Com a ajuda do buff do Dragão Ancião, a força da KaBuM chegou a níveis diferenciados. Uma excelente pescada de Dynquedo para cima de tockers no meio foi o necessário para que a pressão dos alaranjados furasse a barreira da Keyd, que não resistiu às ofensivas e acabou derrotada no terceiro jogo.

A KaBuM ficou perto de fechar a série depois de vencer o quarto jogo da final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games A KaBuM ficou perto de fechar a série depois de vencer o quarto jogo da final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games

A KaBuM ficou perto de fechar a série depois de vencer o quarto jogo da final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games

O quarto jogo começou, mais uma vez, com a KaBuM bastante ofensiva. O time conquistou a vantagem inicial, mas a Keyd não deixou os alaranjados conquistarem a distância necessária para ter conforto no placar. Os times trocaram eliminações até os 16 minutos de partida, quando tockers e Jockster conseguiram engajar bela luta no rio, dando a oportunidade de micaO conquistar um quadra kill e Yang fechou o ace, que deu a vantagem de mais de 3 mil em ouro para os guerreiros.

mica0 chegou às mil eliminações na carreira durante a final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games mica0 chegou às mil eliminações na carreira durante a final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games

mica0 chegou às mil eliminações na carreira durante a final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games

A décima segunda eliminação da VK no jogo ficou nas mãos de micaO, que anotou a sétima no jogo e a milésima na carreira. Com mais duas eliminações do atirador, os guerreiros passaram a ter muito domínio do mapa, e executaram o Barão aos 28 minutos. Com o buff, micaO conseguiu mais um triple kill e abriu o meio do mapa para o time avançar. A base da KaBuM foi destruída rapidamente e novamente a série se empatou, desta vez em 2x2.

micaO foi o grande destaque do quarto jogo da final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games micaO foi o grande destaque do quarto jogo da final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games

micaO foi o grande destaque do quarto jogo da final do CBLoL — Foto: Divulgação/Riot Games

A KaBuM partiu para o último jogo com Swain, Exreal, Zoe, Trundle e Taric, contra Gangplank, Skarner, Taliyah, Caitlyn e Thresh no lado da Vivo Keyd. O first blood ficou em um 2x2 no bot, com um bom trabalho de TitaN, tirando micaO da disputa e deixando Jockster extremamente vulnerável para a eliminação de Riyev.

A alta velocidade e a pressão do jogo da KaBuM colocou a Keyd em péssimos lençóis no começo do jogo. Abrindo rapidamente 4x0, a vantagem em ouro chegou a 3 mil em menos de 10 minutos. Dynquedo fazia um grande jogo com sua Zoe, somando três eliminações.

TitaN, o grande destaque da KaBuM em todo o CBLoL conseguiu entrar de vez na partida. Com excelentes jogadas, muito agressivas, o jogador usou o melhor de seu Ezreal para abrir espaço para os avanços e a pressão da equipe dos alaranjados. A tentativa de roubo de Barão de Revolta foi infrutífera, e a KaBuM teve espaço para forçar o meio e conquistar a vitória no último jogo e o título do primeiro split do CBLoL 2018.

A equipe conquistou o segundo título da organização, enquanto a line up estreante se sagra campeã do CBLoL pela primeira vez. Por outro lado, o “Exodia” amarga sua primeira derrota em uma final na história do elenco. Os alaranjados serão os representantes brasileiros no MSI 2018.

O caminho da KaBuM

Maior surpresa do split, a KaBuM subiu diretamente do Circuito Desafiante no split passado e, com uma campanha de seis vitórias e apenas uma derrota, os alaranjados garantiram a vaga direta para a decisão, ficando com o primeiro lugar nos pontos corridos pelos critérios de desempate, depois de empatar com a campanha da RED Canids.

Titan foi o grande destaque da KaBuM no primeiro split do CBLoL 2018 — Foto: Divulgação/Riot Games Titan foi o grande destaque da KaBuM no primeiro split do CBLoL 2018 — Foto: Divulgação/Riot Games

Titan foi o grande destaque da KaBuM no primeiro split do CBLoL 2018 — Foto: Divulgação/Riot Games

O grande destaque da equipe foi o atirador Alexandre "TitaN" Lima, jogador com mais eliminações em todo o campeonato durante a primeira fase. O carry mostrou bastante sinergia com o suporte Marcelo "Riyev" Carrara, e ajudou ao resto da equipe, composta do topo Luccas "Zantins" Zanqueta, do caçador Filipe "Ranger" Brombilla e do mid Matheus "Dynquedo" Rossini.

O caminho da Vivo Keyd

A campanha do "Exodia" do CBLoL foi mais complicada do que se esperava. A line up mais vezes campeã do Brasileiro de League of Legends acabou sofrendo três derrotas na fase de pontos corridos, conquistando a vaga apenas na última semana. No entanto, uma das quatro vitórias dos guerreiros foi exatamente sobre a KaBuM, adversária da final.

A experiência e habilidade de Revolta foram chave para a classificação da Vivo Keyd para a final do CBLoL 2018 — Foto: Divulgação/Riot Games A experiência e habilidade de Revolta foram chave para a classificação da Vivo Keyd para a final do CBLoL 2018 — Foto: Divulgação/Riot Games

A experiência e habilidade de Revolta foram chave para a classificação da Vivo Keyd para a final do CBLoL 2018 — Foto: Divulgação/Riot Games

Enquanto isso, os três times que derrotaram a Keyd foram ProGaming, CNB e-Sports Club e RED Canids, os mesmos times que caíram durante a campanha dos guerreiros na escalada, o novo sistema de fase final do CBLoL. As vitórias da equipe de Gabriel "Revolta" Henud, Gabriel "tockers" Claumann, Micael "micaO" Rodrigues, Luan "Jockster" Cardoso e Felipe "Yang" Zhao sobre a CNB e a RED mostraram uma equipe bem diferente da primeira fase. Com excelente trabalho, a Vivo Keyd chega com moral para a decisão.

Sobre o CBLoL

O Campeonato Brasileiro de League of Legends chega ao final de sua décima primeira edição. O torneio se tornou referência no meio dos esports no país, e, como principal campeonato da região, concede vagas aos principais campeonatos mundiais a cada temporada.

Segundo o diretor de esports e publishing da Riot Games Brasil Carlos Antunes, em entrevista exclusiva ao TechTudo, a estratégia principal da Riot Games para o Brasil foi de se aproximar às práticas esportivas tradicionais e trabalhar sempre junto dos times, jogadores e torcedores para entender as demandas e entregar um bom trabalho para os consumidores.

"Nosso plano passou por dois caminhos. Um deles era de como levar o mesmo conteúdo. Tem muito a ver com as histórias que têm a ver com o League (of Legends), com os streamers, com os times, então essa construção foi feita com todo mundo ao mesmo tempo, e ela se complementou a todo o conteúdo de League que tem no mercado", disse o diretor.

MAIS DO TechTudo