Por Paulo Alves, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Aplicativos de iPhone e iPad que compartilham a localização do usuário sem permissão serão removidos da App Store. A decisão foi tomada pela Apple e vazou em um email encaminhado a programadores que estariam violando a política de privacidade do iOS.

O teor do alerta leva a crer que a medida é mais uma tentativa de se antecipar às novas regras de privacidade que começam a valer na União Europeia a partir de 25 de maio. Ainda não está claro quantos nem quais aplicativos para iPhone, iPad e iPod Touch serão excluídos da loja.

Apple vai remover apps de iPhone, iPad e iPod Touch que violam regras de privacidade — Foto: Thássius Veloso/TechTudo Apple vai remover apps de iPhone, iPad e iPod Touch que violam regras de privacidade — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Apple vai remover apps de iPhone, iPad e iPod Touch que violam regras de privacidade — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

O email enviado aos desenvolvedores de apps para iOS informa que a exclusão se dá "após reavaliação", dando a entender que não se trata do primeiro aviso. Os apps em questão não teriam se adequado às diretrizes mais recentes da loja, que proíbem o compartilhamento de dados para terceiros antes de obter autorização do usuário. O documento foi divulgado pelo site especializado 9to5Mac.

A Apple também impede que informações pessoais sejam usadas para propósitos que não sejam para melhorar o funcionamento do app. A regra visa impedir, por exemplo, que desenvolvedores comercializem dados como no caso Cambridge Analytica para a eleição presidencial de Donald Trump nos EUA e na campanha pelo Brexit, no Reino Unido.

A Apple permite que os aplicativos removidos retornem à App Store no futuro. Para isso, seus criadores devem remover qualquer código relacionado ao compartilhamento automático de dados sem autorização prévia. Também é obrigatório que eles submetam o programa para nova inspeção.

iPhone X: testamos o celular e respondemos as suas perguntas

iPhone X: testamos o celular e respondemos as suas perguntas

Mudanças na Europa

As novas regras (chamadas de GDPR) que entram em vigor na Europa no fim do mês colocam sobre as empresas de tecnologia a responsabilidade por dados de usuários vazados sem consentimento. Sites e aplicativos deverão informar claramente sobre a destinação das informações pessoais e pedir permissão para compartilha-las com outros serviços.

A legislação decorre do caso Facebook e Cambridge Analytica, com consequências que resvalam em outras gigantes da tecnologia, como Apple e Google, e em usuários do mundo inteiro, incluindo o Brasil.

Com informações de 9to5Mac

MAIS DO TechTudo