Por Nicolly Vimercate, Do Google I/O 2018, em Mountain View, EUA*

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp
Google I/O 2018: cinco tecnologias que você deve usar em breve  Google I/O 2018: cinco tecnologias que você deve usar em breve 

Android P, Google Lens e Smart Displays são algumas das novidades apresentadas na Google I/O 2018. A conferência traz todo ano tecnologias que estão sendo desenvolvidas pela empresa e devem chegar às casas e às mãos das pessoas em breve. Desta vez, o foco do evento foi o uso da Inteligência Artificial para poupar o tempo do usuário.

O TechTudo acompanhou os lançamentos e demonstrações no evento que aconteceu entre 8 e 10 de maio, em Mountain View, Estados Unidos. Confira a seguir produtos e serviços em que vale a pena ficar de olho e esperar até que estejam no mercado.

Android P: saiba tudo sobre o sistema operacional

Android P: saiba tudo sobre o sistema operacional

1. Android P

O Android P, nova versão do sistema operacional para celular, trouxe várias novas funções. O botão home mudou de formato e agora mostra os apps mais acessados e os que foram abertos recentemente. É nele que está o acesso ao menu de aplicativos também.

Um novo modo de economia de energia chamado de bateria adaptativa promete identificar quais apps são os mais importantes para cada pessoa e colocar os outros em “stand by”. Com isso, o aparelho seria capaz de ficar longe da tomada por mais 30% do tempo.

Fazer print da tela e mudar as configurações de volume do aparelho ficou mais simples e essas ações podem ser feitas apertando o botão power e o botão de volume, respectivamente. Um pequeno menu aparece na tela e a intuição resolve o resto.

Android P apresenta novo layout — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo Android P apresenta novo layout — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo

Android P apresenta novo layout — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo

Por falar em ações, a tecnologia App Actions tenta “adivinhar” qual será a próxima escolha do usuário. Ao pesquisar por Uber, por exemplo, quem tiver o aplicativo de trânsito instalado, vai ver atalhos para os lugares mais visitados, como casa ou trabalho.

Por fim, com o Android 9.0, o Google diz estar interessado em que os usuários passem menos tempo de olho no smartphone. O novo modo Não Perturbe desliga rapidamente todas as notificações, enquanto um recurso chamado Dashboard permite controlar por quanto tempo determinados apps ficam disponíveis. Apesar de ter sido demonstrada no Keynote principal do Google I/O, a função não estava funcionando para teste.

2. Google Assistente

Até quem já está acostumado a falar “OK, Google” e bater-papo com o celular pode ficar surpreso com o que o assistente virtual agora é capaz de fazer. As conversas ficaram mais naturais, com seis novas vozes, ganharam contexto e também se tornaram mais visuais. A proposta do Google é que o usuário precise, cada vez menos, tocar no telefone. Um dos pontos positivos da função é evitar as distrações das pessoas enquanto dirigem. O Maps agora está integrado ao Assistente e o motorista pode continuar vendo a rota enquanto pede ao Google que coloque uma música para tocar.

Google Assistente tem autonomia para marcar compromissos — Foto: Reprodução/TechTudo Google Assistente tem autonomia para marcar compromissos — Foto: Reprodução/TechTudo

Google Assistente tem autonomia para marcar compromissos — Foto: Reprodução/TechTudo

A novidade mais interessante, no entanto, ficou por conta do uso do assistente virtual para fazer coisas no mundo real. O app, ao receber um pedido para marcar um horário no salão, ligou para o cabeleireiro, negociou a melhor data e registrou na agenda do dono do celular. Nada mal.

3. Smart display

O Google tem investido em hardwares, seja de fabricação própria ou criados em parceria com outras empresas. Por quê? A resposta é simples: mostrar tudo que os softwares e aplicativos são capazes de fazer.

“É quase uma necessidade do Google desenvolver hardware porque as experiências que queremos oferecer não são feitas apenas através do sistema operacional”, explicou Mario Queiroz, VP global de produtos do Google, que é brasileiro e um dos criadores do Chromecast.

Google Pixel, Google Home, Google Wifi e agora Smart displays também estão na lista de aparelhos da companhia. Esse último tem o objetivo de demonstrar o Google Assistente interagindo com o usuário não só a partir da voz, mas também visualmente. A tela de 8 polegadas, o microfone mais potente que o do celular e os auto-falantes de qualidade devem tornar a interação do Assistente com os humanos cada vez mais fluida. Está cozinhando e quer saber o passo a passo? Fale com o smart display e a receita aparece na tela.

Google investe em Smart display na seção de hardware — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo Google investe em Smart display na seção de hardware — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo

Google investe em Smart display na seção de hardware — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo

Os produtos já haviam sido demonstrados da CES 2018 e, apesar de contarem com a tecnologia do Google, são fabricados pela LG, JBL, Lenovo e Sony. Os smart displays chegam ao mercado em julho, mas não há confirmação das vendas no Brasil.

4. Google Lens

A inteligência artificial também vai tornar possível usar a câmera do celular para copiar um texto de um livro físico e colar em um aplicativo. O Google Lens é a tecnologia que permite que isso aconteça. Além disso, o app também mostra os horários de exibição de um filme, por exemplo, ao mostrar para ele o cartaz do longametragem. Basta apontar a câmera para a informação que quer descobrir.

Google Lens permite seleção de trecho em imagem — Foto: Divulgação/Google

Google Lens permite seleção de trecho em imagem — Foto: Divulgação/Google

O recurso já havia sido anunciado no Google I/O 2017, mas só agora ficou disponível para todos. A versão em português chega na próxima semana.

5. Sugestões do Maps

O Google Maps é, até momento, usado quando as pessoas já sabem para onde ir. O usuário escolhe o restaurante e usa o aplicativo para pesquisar a rota até lá. A novidade deste ano é que o app de mapa quer ser mais proativo. Ele agora vai usar a inteligência artificial para aprender com o comportamento de cada um e sugerir o melhor restaurante de acordo com suas preferências pessoais.

Google Maps estima o tempo de chegada e toca músicas conectado ao YouTube — Foto: Reprodução/TechTudo Google Maps estima o tempo de chegada e toca músicas conectado ao YouTube — Foto: Reprodução/TechTudo

Google Maps estima o tempo de chegada e toca músicas conectado ao YouTube — Foto: Reprodução/TechTudo

Como explicou o VP de engenharia e responsável pelo Maps Luiz Barroso, “o app está se transformando de um produto para quem já sabe o que quer fazer em um que ajuda a descobrir o mundo, utilizando a combinação de tecnologias e experiências”.

*A jornalista viajou para Mountain View a convite do Google

Quais são os melhores aplicativos para Android? Veja dicas no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo