Tudo sobre Google Wifi: confira preço, especificações e recursos do kit

Roteador do Google funciona com rede mesh e promete cobrir áreas maiores

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Filipe Garrett, para o TechTudo

O Google Wifi é o kit de rede mesh do Google que promete facilidade de uso, alta velocidade de transferência e capacidade de cobrir uma área de até 418 m². Lançado em 2016 nos Estados Unidos, o conjunto é compatível com os protocolos de rede mais recentes e pode ser uma solução eficiente para quem convive com baixa cobertura de Internet Wi-Fi na casa e no escritório.

É importante citar que o modelo não está à venda de forma oficial no Brasil – o único aparelho com a tecnologia mesh disponível no país é o Deco M5, da TP-Link. Nas linhas a seguir, conheça a ficha técnica do Google Wifi, seus pontos fortes e fracos. Descubra se vale a pena importar o produto pelo preço de US$ 299 (aproximadamente R$ 1.046, em conversão direta e sem impostos).

Google Wifi pode ser dividio em três para aumentar a área de cobertura do sinal sem fio (Foto: Divulgação/Google) Google Wifi pode ser dividio em três para aumentar a área de cobertura do sinal sem fio (Foto: Divulgação/Google)

Google Wifi pode ser dividio em três para aumentar a área de cobertura do sinal sem fio (Foto: Divulgação/Google)

Ficha técnica:

  • Preço: US$ 299 (R$ 1.030)
  • Conectividade sem fio: Wi-Fi AC 1200, dual-band (2.4 e 5 GHz), Wi-Fi 802.11a/b/g/n/ac, Bluetooth
  • Conectividade via cabo: Gigabit Ethernet
  • Processador e memória: 4 GB de espaço para firmware, 512 MB de RAM e processador quad-core de 710 MHz.
  • Segurança: WPA2-PSK
  • Dimensões e peso: 10,4 cm (diâmetro) x 6,8 cm (altura); 340 gramas

O que é Google Wifi?

Uma forma de entender o funcionamento do Google Wifi é imaginá-lo como “um roteador dividido em três”. É possível instalá-lo em pontos diferentes da casa, a fim de garantir melhor cobertura de rede sem fio. A ideia, que não é nova, também é aplicada em produtos de outras marcas, como TP-Link, Asus e D-Link, sob o nome inglês de “mesh” ou Wi-Fi mesh.

O sistema funciona com uma unidade principal. O roteador recebe o sinal da rua e um par de acessórios – que podem ser conectados entre si e sem fio – estendem a cobertura da rede Wi-Fi.

Desempenho

Usuátio tem opção de comprar o trio completo, ou apenas a parte roteador Google WiFi (Foto: Divulgação/Google) Usuátio tem opção de comprar o trio completo, ou apenas a parte roteador Google WiFi (Foto: Divulgação/Google)

Usuátio tem opção de comprar o trio completo, ou apenas a parte roteador Google WiFi (Foto: Divulgação/Google)

De acordo com o Google, a rede criada com o trio de dispositivo dá cobertura de sinal para uma área máxima de 418 m².

Mais do que um simples dispositivo de rede sem fio, o Google Wifi também oferece duas portas Gigabit Ethernet para conexões de rede convencionais, a partir de cabos de rede. Em termos de Wi-Fi, o dispositivo opera em AC1200 – o que significa velocidades máximas teóricas de 1.200 Mb/s – e, dual-band. O modelo tem a capacidade de alternar entre faixas de 2.4 e 5 GHz, de acordo com a demanda e a condição da sua vizinhança.

Ao operar nas duas faixas de frequência, o Google Wifi garante operação no canal mais desobstruído possível. Essa característica deve fazer a diferença em locais densamente povoados onde existe uma grande quantidade de redes sem fio diferentes.

O conjunto de especificações, especialmente por conta do protocolo AC1200, coloca o Google Wifi no mesmo patamar de roteadores mais caros e de alta performance.

Recursos

Simplicidade de configuração é um dos grandes apelos do produto (Foto: Divulgação/Google) Simplicidade de configuração é um dos grandes apelos do produto (Foto: Divulgação/Google)

Simplicidade de configuração é um dos grandes apelos do produto (Foto: Divulgação/Google)

O grande destaque do Google Wifi fica por conta da interação e o foco na usabilidade. O processo de configuração é feito por um aplicativo específico que, além de ser fácil de usar, oferece uma série de recursos extras. O app monitora a posição dos componentes do aparelho para indicar o posicionamento mais eficiente.

O programa permite a criação de políticas para privilegiar alguns dispositivos – assim, você pode direcionar mais banda para o PC ou videogame. Além disso, também é possível desligar a rede momentaneamente – função que pode ser útil para pais interessados em interromper o uso da Internet dos filhos, por exemplo.

Apesar de todas as funcionalidades interessantes, existe um ponto negativo para usuários que gostam de controlar profundamente como suas redes se comportam. O foco na simplicidade e acessibilidade do produto pode afastar quem prefere customizar firmwares, redirecionar portas e interagir com o roteador de formas mais técnicas.

Tudo sobre Google Wifi: confira preço, especificações e recursos do kit (Foto: Divulgação/Google) Tudo sobre Google Wifi: confira preço, especificações e recursos do kit (Foto: Divulgação/Google)

Tudo sobre Google Wifi: confira preço, especificações e recursos do kit (Foto: Divulgação/Google)

Preço

O Google Wifi não tem um preço acessível. No mercado norte-americano, por exemplo, o produto vendido em um kit com três peças sai por US$ 299 – valor que, convertido, resulta em R$ 1.046, em conversão direta e sem impostos. Para fins de comparação, é possível considerar o Deco M5, da TP-Link, cujo conceito de funcionamento é o mesmo de rede mesh, e que é vendido oficialmente no Brasil por preços que partem dos R$ 1.090.

Também é possível adquirir apenas um Google Wifi para usá-lo como roteador convencional. Isso, no entanto, reduz a cobertura possível para 140 m². O Google Wifi individual custa US$ 129 (R$ 451), valor que coloca o produto em um mesmo patamar de bons roteadores vendidos no Brasil.

O que é rede Wi-Fi mesh? Descubra no Fórum do TechTudo

MAIS DO TechTudo