Por Julio César Puiati, para o TechTudo


A Virtus.pro mostrou sua força mais uma vez. Os atuais líderes do ranking geral confirmaram o favoritismo na grande final, venceram a OpTic Gaming por três a zero e sagraram-se campeões do ESL One Birmingham 2018 de DotA 2. A equipe europeia levou para casa US$ 500 mil (cerca de R$ 1,8 milhão em conversão direta) e 750 pontos Pro Circuit.

Virtus.pro confirma favoritismo e vence ESL One Birmingham! — Foto: Divulgação/ESL Virtus.pro confirma favoritismo e vence ESL One Birmingham! — Foto: Divulgação/ESL

Virtus.pro confirma favoritismo e vence ESL One Birmingham! — Foto: Divulgação/ESL

A equipe composta pelos jogadores Roman "RAMZES666" Kushnarev, Vladimir "No[o]ne" Minenko, Pavel "9pasha" Khvastunov, Vladimir "RodjER" Nikogosyan e Alexei "Solo" Berezin abriram a série com vitória convincente sobre os adversários. No[o]ne foi o grande destaque com 11 abates, 13 assistências, quase 14 mil de dano causado e nenhuma morte.

Os europeus também venceram o segundo duelo, mas, desta vez, com muito mais dificuldade. O jogo foi o mais longo de todo o campeonato. Mesmo atrás no placar de ouro e de experiência na maior parte do duelo, a Virtus.pro conseguiu se recuperar, invadir a base inimiga e confirmar o GG com 59 minutos no relógio.

Escalações

Virtus.pro OpTic
RAMZES666 Pajkatt
No[o]ne CC&C
9pasha zai
RodjER ppd
Solo 33

O terceiro e derradeiro embate terminou de forma inusitada. O time treinado por Ivan "Artstyle" Antonov apostou em uma composição com os heróis Warlock, Slark, Gyrocopter, Doom e Sand King, atropelaram a OpTic Gaming e dominaram o mapa desde o início. Os vice-campeões declararam desistência com 19 minutos.

A OpTic faturou US$ 200 mil em premiações e 450 pontos Pro Circuit com a segunda colocação alcançada na competição. A organização norte-americana formada pelos atletas Per "Pajkatt" Lille, Quinn "CC&C" Callahan, Ludwig "zai" Wåhlberg, Peter "ppd" Dager e Neta "33" Shapira ocupam a nona colocação do ranking geral de DotA 2.

Placar de Abates

Jogo 1 Jogo 2 Jogo 3
Virtus 32-7 OpTic Virtus 42-46 OpTic Virtus 26-6 OpTic

A campanha da Virtus.pro na fase de grupos foi exemplar. Os europeus terminaram em primeiro lugar no grupo A com duas vitórias sobre Team Spirit e Fnatic e avançaram aos playoffs sem muitos obstáculos no caminho. No mata-mata, despachou a brasileira paiN Gaming por dois a zero antes de chegar à grande final.

Os norte-americanos também foram líderes na primeira etapa. A OpTic somou dois triunfos contra Mineski e Newbee no grupo C, se classificou para os playoffs e derrotou a Fnatic nas semifinais até decidir o título contra a Virtus.pro. A equipe segue viva em busca de uma vaga para o The International 2018.

Brasil entra para a história

Kingrd, tavo e w33 comemoram o terceiro lugar histórico!  — Foto: Divulgação/ESL Kingrd, tavo e w33 comemoram o terceiro lugar histórico!  — Foto: Divulgação/ESL

Kingrd, tavo e w33 comemoram o terceiro lugar histórico! — Foto: Divulgação/ESL

Na disputa pelo terceiro lugar, a paiN Gaming não tomou conhecimento da Fnatic e saiu vitoriosa por dois a um. Os brasileiros abriram a série após grande atuação de William "hFn" Medeiros, tomaram o empate, mas fecharam o confronto com outra vitória convincente. A organização faturou US$ 100 mil (cerca de R$ 365 mil) em premiações.

Os representantes do Brasil terminaram a fase de grupos em segundo lugar no grupo B com duas vitórias sobre a atual campeã mundial Team Liquid e uma derrota para a líder OG. No mata-mata, venceram a asiática Mineski por dois a zero nas quartas de final, mas acabaram derrotados para a Virtus.pro nas semifinais. Os europeus triunfaram pelo mesmo placar.

Esta foi a melhor campanha brasileira em torneios major de DotA 2 na história. A performance apresentada no ESL One Birmingham também coroa a boa fase da paiN Gaming neste primeiro semestre de 2018. O time paulistano sagrou-se vice-campeão do WESG 2017, se classificou para o Asia Championships e avançou aos playoffs do EPICENTER XL.

O terceiro lugar na Inglaterra também conferiu aos brasileiros os primeiros Pro Circuit Points da temporada. Os pontos do circuito competitivo de DotA 2 servem como pré-requisito para a disputa do The International, campeonato considerado o Mundial da categoria. As melhores equipes do cenário voltam a se enfrentar em junho, no China Dota2 Supermajor.

MAIS DO TechTudo