Por Thássius Veloso, da WWDC 2018 em San José

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Faltando pouco mais de uma semana para o início da Copa do Mundo, o assunto esteve em destaque no principal congresso da Apple para profissionais de TI. Realizado na Califórnia, o evento conta com a participação de estudantes brasileiros que foram escolhidos pela empresa maçã para demonstrar um aplicativo de iPhone que tem tudo a ver com a data: o Coleciona facilita gerenciar o Álbum da Copa, lançado pela Panini.

Os alunos da Unicamp, em Campinas (SP), estão na faixa dos 20 e poucos anos. Eles participam da iniciativa Apple Academy, promovida pela empresa com a capacitação de estudantes em dez universidades brasileiras. Somente a Itália tem programa similar. O projeto iniciado na sala de aula envolveu sete integrantes de variadas áreas de conhecimento acadêmico.

Estudantes da Unicamp estão em San José para a WWDC 2018 — Foto: Thássius Veloso / TechTudo Estudantes da Unicamp estão em San José para a WWDC 2018 — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

Estudantes da Unicamp estão em San José para a WWDC 2018 — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

O Coleciona começou a ser feito no fim de fevereiro. Um mês e meio depois, estava pronto para entrar na loja oficial do iOS. O contador de downloads começou a correr mais rápido: o software foi baixado em 60 mil celulares nos primeiros dez dias de publicação. Atualmente, o número está perto dos 600 mil downloads.

Participante do projeto, Rodrigo Noronha conta que a maioria dos interessados pelo app estão no Brasil. Mesmo assim, a equipe recebe mensagens de diversas partes do mundo. Moradores da Guatemala chegaram a mandar um email pedindo uma modificação no gerenciador de figurinhas porque o álbum vendido em outros países da América Latina tem modificações.

Aplicativo gerencia figurinhas do Álbum da Copa no iPhone — Foto: Divulgação/Apple Aplicativo gerencia figurinhas do Álbum da Copa no iPhone — Foto: Divulgação/Apple

Aplicativo gerencia figurinhas do Álbum da Copa no iPhone — Foto: Divulgação/Apple

O Coleciona se diferencia de apps similares – entre eles o Figurinhas, também criado por brasileiros – por tornar mais conveniente o processo de adicionar novos itens. A câmera do smartphone é ativada, reconhece o cromo e cadastra o jogador.

Amantes do futebol podem compartilhar entre si quais figurinhas estão faltando por meio de um QR Code que transmite as informações. Além disso, os universitários criaram uma maneira simples de contar o estado do álbum para contatos do WhatsApp. “Conseguimos contemplar pontos que outros apps não conseguiram”, afirma Gabriel Murizine.

O grupo diz que o principal uso do software nos dias atuais está relacionado com o mundial da Rússia. No entanto, futuramente ele poderá ser empregado para outros eventos que também utilizem, de alguma forma, a numeração de figurinhas. O Coleciona tem download grátis na App Store. Alguns recursos são reservados para pagantes.

De acordo com a Apple, a iniciativa em universidades tem três pilares: programação, design e empreendedorismo. Alguns integrantes da iniciativa chegaram a visitar o quartel-general da empresa, em Cupertino (EUA), depois de criarem aplicativos que chamaram a atenção do alto escalão. O projeto existe há cinco e, entre os benefícios para os estudantes, está o incentivo por meio de doação de celulares, computadores e outros equipamentos que permitam testar o que foi criado no ambiente estudantil.

O jornalista viajou para os Estados Unidos a convite da Apple.

iOS 12: conheça os destaques do novo sistema da Apple

iOS 12: conheça os destaques do novo sistema da Apple

MAIS DO TechTudo