Por Julio César Puiati, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

O segundo split do CBLoL 2018 começou demonstrações de criatividade dos times. INTZ, Vivo Keyd, CNB e Ilha da Macacada venceram suas séries e estrearam com o pé direito nesta fase do campeonato. Já KaBuM, ProGaming, RED Canids e Flamengo largaram atrás com suas line ups.

Neste domingo (10), os times aproveitaram-se do patch 8.11 para apresentar composições, campeões e estilos de jogo que surpreenderam os espectadores. Confira, a seguir, um breve resumo da primeira rodada com os melhores momentos.

CBLoL 2018: veja quem brilhou na primeira semana do 2º split

CBLoL 2018: veja quem brilhou na primeira semana do 2º split

INTZ 2 - 1 KaBuM

O retorno da parceria entre Ygor "RedBert" Freitas e Luis "Absolut" Carvalho parece ter feito bem à rota inferior da INTZ. Graças ao entrosamento dos atletas ex-Team One, os Intrépidos conseguiram vitória importantíssima contra a KaBuM para abrir a segunda etapa em grande estilo. Os Alaranjados até ensaiaram reação, mas não o suficiente para garantir os três pontos.

RedBert deu um show à parte com o seu Rakan na primeira partida. O suporte encaixou boas iniciações durante team fights e terminou o duelo com 11 assistências. Do outro lado, os atuais campeões chegaram a acumular vantagem em ouro no early game, mas tropeçaram em erros primários que custaram a vitória. A INTZ derrubou o nexus com 28 no relógio.

A dupla RedBert-Absolut deu o que falar na estreia da INTZ!  — Foto: Divulgação/Riot Games A dupla RedBert-Absolut deu o que falar na estreia da INTZ!  — Foto: Divulgação/Riot Games

A dupla RedBert-Absolut deu o que falar na estreia da INTZ! — Foto: Divulgação/Riot Games

Os garotos de Limeira recuperam-se logo em seguida. A equipe treinada por Gabriel “Halier” Garcia conquistou a primeira torre do mapa, controlou a maioria dos objetivos – entre eles um Dragão do Oceano, um Arauto do Vale e um Barão Na'Shor – e só administrou a vantagem para invadir a base adversária. O meio Matheus “Dynquedo” Rossini foi o grande destaque do jogo.

Se RedBert brilhou no primeiro confronto, no cotejo que definiria o vencedor da série, foi a vez de Absolut dar as cartas. O atirador da INTZ concentrou recursos, se posicionou com maestria ao longo das lutas e não deu chances ao rival Alexandre “Titan” Lima. Sem muitas dificuldades, os Intrépidos confirmaram o primeiro triunfo no CBLoL 2018 aos 34 minutos de partida.

Vivo Keyd 2 - 0 ProGaming

"Exodia" comemora o bom início de segundo split — Foto: Divulgação/Riot Games "Exodia" comemora o bom início de segundo split — Foto: Divulgação/Riot Games

"Exodia" comemora o bom início de segundo split — Foto: Divulgação/Riot Games

A Vivo Keyd, favorita ao título, despachou a ProGaming com escolhas surpreendentes durante a série. Sob o comando de Gabriel "Revolta" Henud e Micael “micaO” Rodrigues, a Keyd mostrou os resultados obtidos no bootcamp realizado na Coreia do Sul logo na primeira semana. A ProGaming até chegou a exibir alguns bons valores, mas ainda precisa se acertar enquanto time.

O primeiro duelo foi de total controle dos Guerreiros. Com menos de cinco minutos no relógio, Revolta já havia conquistado três abates com o seu Trundle. Na botlane, micaO e Luan “Jockster” Cardoso pegaram os Caveiras desprevenidos após selecionarem os campeões Mordekaiser e Pyke. A estratégia deu certo e a vitória se confirmou sem muitos sustos.

A ProGaming não facilitou no segundo jogo. Os comandados do treinador João “Dionrray” Barbosa voltaram do intervalo com outra postura e complicaram as ações para a Vivo Keyd. Na tentativa de mudar a cara do quinteto titular, Leonardo “Lynkez” Cassuci deu lugar à Álvaro “Vert” Martins, topo de origem, mas que foi improvisado na rota central especialmente contra a Keyd.

Tudo levava a crer que os Caveiras empatariam a série, já que a equipe derrubou cinco torres em sequência e abriu seis mil de vantagem em ouro global. Os Guerreiros, entretanto, mostraram vantagem na experiência. Revolta e seus companheiros tiveram a paciência necessária para acumular recursos, virar team fights, derrotar o Barão e dar o GG.

CNB 2 - 0 RED Canids

Rakin saiu do banco para confirmar o segundo triunfo da CNB — Foto: Divulgação/Riot Games Rakin saiu do banco para confirmar o segundo triunfo da CNB — Foto: Divulgação/Riot Games

Rakin saiu do banco para confirmar o segundo triunfo da CNB — Foto: Divulgação/Riot Games

Os frutos colhidos na Escalada do primeiro semestre parecem ter servido de exemplo para a CNB. Sem muitas mudanças no quinteto titular e no banco de reservas, o elenco treinado pelo norte-americano Jimmy Harrison apresentou equilíbrio, força e versatilidade contra a RED Canids. O saldo final foi muito interessante: duas vitórias maduras e convincentes na estreia.

Contratado junto à Team One, o mid laner Bruno "Brucer" Pereira iniciou a primeira partida entre os titulares da CNB e foi importantíssimo na composição da equipe com o seu Malzahar. Mesmo atrás no placar de abates durante o early game, os Blumers utilizaram todo o potencial da estratégia de hard engage para punir a RED, virar o duelo e conquistar a vitória.

O segundo confronto foi mais tranquilo para a CNB, que apostou na entrada de Rafael “Rakin” Knittel para a rota do meio. O craque dos Blumers se saiu bem no matchup contra Kim "Sky" Ha-neul e rodou muito bem o mapa junto com o caçador Gabriel “Turtle” Peixoto. O grande destaque do jogo, no entanto, foi o Kog'Maw de Pablo “pbO” Yuri: seis abates e nenhuma morte.

Ao que tudo indica, a Matilha ainda sofre com problemas de comunicação e entrosamento em função da chegada de mais um sul coreano: o jungler Lee "Chaser" Sang-hyun. O draft da organização paulista, por exemplo, foi realizado com a presença de uma tradutora. Portanto, a tendência é que a RED Canids ainda necessite de mais treinamentos para evoluir.

IDM 2 - 1 Flamengo

Nova contratação da IDM, Cabu foi muito bem no terceiro jogo — Foto: Divulgação/Riot Games Nova contratação da IDM, Cabu foi muito bem no terceiro jogo — Foto: Divulgação/Riot Games

Nova contratação da IDM, Cabu foi muito bem no terceiro jogo — Foto: Divulgação/Riot Games

Os Rubro-Negros foram dominantes no early game da primeira partida. Após boas jogadas de Bruno “Goku” Miyaguchi e Lee "Shrimp" Byeong-hoon – curiosamente, as duas contratações do elenco – o Flamengo chegou a abrir sete abates a um com apenas 15 minutos no relógio. A IDM, entretanto, conseguiu explorar o principal ponto da composição para crescer: team fights.

Enquanto a Ilha evoluia como equipe, Mateus “Fitz” Causes acumulava recursos com sua Fiora. O topo investiu em avanços de split push, venceu todos os duelos X1 e desestruturou as defesas do inimigo. O Flamengo chegou a respirar em alguns momentos, mas os atuais-campeões do Circuito Desafiante destruiram o nexus adversário, finalmente, aos 43 minutos.

No segundo confronto, mais uma surpresa: Braum nas mãos de Goku. O campeão normalmente utilizado como suporte ganhou uma nova releitura, permanecendo na rota central e também ajudando o caçador Shrimp na selva. O sul-coreano farmou muito bem, cresceu com o seu Graves e liderou o Flamengo ao empate. Felipe "brTT" Gonçalves também brilhou.

Flamengo e IDM apostaram em campeões "tradicionais" no terceiro e último jogo. E quem se saiu melhor foram os comandados do técnico Erick “Erickão” Cardoso. Os recém-promovidos ditaram um bom ritmo de partida, derrotaram todos os dragões elementais e conquistaram várias condições de vitória para confirmar o triunfo e selar os três primeiros pontos do torneio.

Classificação

Tabela: Segundo Split 2018

Posição Vitórias/Derrotas
1. Vivo Keyd 1-0
2. CNB 1-0
3. INTZ 1-0
4. IDM 1-0
5. Flamengo 0-1
6. KaBuM 0-1
7. RED Canids 0-1
8. ProGaming 0-1

O segundo split do CBLoL 2018 volta na próxima sexta-feira (15), em função do jogo do Brasil na Copa do Mundo, com mais quatro partidas. Confira a programação:

  • 15/06 – ProGaming Esports x Red Canids (13h)
  • 15/06 – Vivo Keyd x INTZ e-Sports (15h)
  • 16/06 – KaBuM e-Sports x Flamengo eSports (13h)
  • 16/06 – IDM Gaming x CNB e-Sports (15h)

MAIS DO TechTudo