Descubra a velocidade da sua Internet com a nova versão do SIMET

Ferramenta faz avaliação da conexão e apresenta mapa com a qualidade da rede

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Daniel Ribeiro, Para o Techtudo

O Sistema de Medição de Tráfego Internet (SIMET), instrumento que mede a velocidade da Internet, foi atualizado e está mais eficiente. A plataforma online avalia a conexão por meio de testes e o desempenho de downloads e uploads no seu pacotes de dados, tanto no celular quanto no PC. A nova ferramenta também registra em um mapa a eficiência de cada operadora, o que pode ser útil para descobrir qual empresa tem o melhor serviço na sua região.

O SIMET foi desenvolvido pelo Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), responsável por coordenar o registro e nomes de domínio brasileiros.

O Sistema de Medição de Tráfego Internet (SIMET) é uma eficiente ferramenta para avaliar a conexão da rede (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro) O Sistema de Medição de Tráfego Internet (SIMET) é uma eficiente ferramenta para avaliar a conexão da rede (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)

O Sistema de Medição de Tráfego Internet (SIMET) é uma eficiente ferramenta para avaliar a conexão da rede (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)

Para acessar a ferramenta, basta entrar no site (beta.simet.nic.br) e clicar no botão “Medir”, no centro da interface. SIMET faz uma medição completa ao testar, além da velocidade, os parâmetros de perda de pacotes (porcentagem de mensagens enviadas pela rede que não chegam ao destino), latência ou RTT (round trip time - medida de tempo para uma mensagem ir a um destino e voltar), e jitter (variação do atraso na transmissão sequencial das mensagens).

A perda de pacotes, latência, jitter são parâmetros medidos pelo SIMET a partir do Chrome, e os usuários também podem utilizar o navegador em dispositivos Android, como tablets e celulares, além do computador, para testar o desempenho da conexão.

Segundo Milton Kashiwakura, Diretor de Projetos Especiais e de Desenvolvimento do NIC.br, os usuários devem estar atentos a velocidade do tráfego de suas redes, pois “a perda de pacotes implica numa degradação grande do serviço, principalmente nos horários de pico”.

A atualização do SIMET também conta com um Mapa de Qualidade da Internet  que exibe uma estimativa do desempenho dos provedores do país (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro) A atualização do SIMET também conta com um Mapa de Qualidade da Internet  que exibe uma estimativa do desempenho dos provedores do país (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)

A atualização do SIMET também conta com um Mapa de Qualidade da Internet que exibe uma estimativa do desempenho dos provedores do país (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)

A nova versão do SIMET também traz o Mapa de Qualidade da Internet (simet-publico.ceptro.br/simet-maps), recurso que lista provedores de acesso que atuam no país, assim como os resultados de avaliações anteriormente realizadas.

Uma vez que o SIMET é um sistema colaborativo e que fornece dados para os usuários, este recurso estrutura um quadro geoespacial com a situação da rede. "Antes de contratar um serviço de conexão à Internet", afirma Milton, "os usuários podem consultar o Mapa para verificar empresas que atuam na sua região e também podem comparar o desempenho das operadoras".

O Mapa de Qualidade da Internet permite avaliar o desempenho das operadoras por regiões do país (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro) O Mapa de Qualidade da Internet permite avaliar o desempenho das operadoras por regiões do país (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)

O Mapa de Qualidade da Internet permite avaliar o desempenho das operadoras por regiões do país (Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro)

Como resolver redução na velocidade da Internet? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo