Por Bruna Telles, para o TechTudo


Overwatch recebeu o patch 1.25 na última terça-feira (26). Além de trazer novos recursos e correções de bugs, a Blizzard fez ajustes em heróis, mudanças no mapa da Colônia Lunar Horizon e a reformulação da Symmetra. Veja, a seguir, como a atualização pode impactar no meta do jogo. É importante lembrar, no entanto, que os efeitos da atualização no metagame só serão confirmados quando os atletas se adaptarem às mudanças e criarem suas estratégias.

Nova função: Dano

Setas indicam a mudança no menu de escolha de heróis com nova categoria dos defensores e atacantes — Foto: Reprodução/Bruna Telles Setas indicam a mudança no menu de escolha de heróis com nova categoria dos defensores e atacantes — Foto: Reprodução/Bruna Telles

Setas indicam a mudança no menu de escolha de heróis com nova categoria dos defensores e atacantes — Foto: Reprodução/Bruna Telles

Algo que causava bastante discussão entre os jogadores de Overwatch era a função dos heróis ofensivos e defensivos. Com a diferença entre os dois grupos cada vez mais tênue, com muitos jogadores usando heróis de defesa na função de ataque (como a Junkrat, por exemplo), a Blizzard decidiu agrupar ambas as classes numa nova categoria: dano.

Colônia Lunar Horizon reformulada

Colônia Lunar Horizon antes (esquerda) e depois (direita) da reformulação — Foto: Reprodução/Bruna Telles Colônia Lunar Horizon antes (esquerda) e depois (direita) da reformulação — Foto: Reprodução/Bruna Telles

Colônia Lunar Horizon antes (esquerda) e depois (direita) da reformulação — Foto: Reprodução/Bruna Telles

A Colônia Lunar Horizon teve seu layout reformulado. O principal problema do mapa era a saída principal da sala de ressurgimento dos Defensores, que permitia o retorno dos mesmos para recuperar vida durante o combate, o que dava uma vantagem injusta. Entretanto, as mudanças vão além do ponto B do mapa.

O ponto A também foi reformulado de forma a ajudar os defensores e oferecer novas opções de estratégia que não se resumam a segurar um ponto pelo máximo de tempo possível. A ideia é proporcionar mais chances de reação no jogo com o acesso facilitado ao terreno alto e a limitação das rotas dos atacantes.

Ajustes nos heróis

A velocidade de movimento do Impacto Meteoro de Doomfist aumentou de 150% para 200%. Com isso, o herói passa a ter novas opções de como e onde utilizar o ataque. Sua habilidade passiva, "A Melhor Defesa...", também teve ganho de escudo aumentado de 30 para 35. Com a mudança na passiva, a ideia é oferecer mais resistência quando Doomfist mergulha em direção aos inimigos.

Orisa recebeu uma simples melhoria. Sua habilidade suprema, Amplificador, teve custo reduzido em 15%. A redução vem para incentivar o uso mais agressivo da habilidade, visto que a personagem poderá carregar a suprema um pouco mais rápido que antes.

Por fim, o Tiro Certeiro do McCree teve o alcance aumentado de 70 para 200 metros, para não ser um fator limitador à jogabilidade.

A nova Symmetra

Mesmo com a vida reduzida, o Teletransportador da Symmetra agora traz a possibilidade de teletransportar objetos através dele — Foto: Reprodução/Bruna Telles Mesmo com a vida reduzida, o Teletransportador da Symmetra agora traz a possibilidade de teletransportar objetos através dele — Foto: Reprodução/Bruna Telles

Mesmo com a vida reduzida, o Teletransportador da Symmetra agora traz a possibilidade de teletransportar objetos através dele — Foto: Reprodução/Bruna Telles

A grande - e aguardada - novidade da atualização 1.25 era a reformulação da Symmetra. Antes heroína de Suporte, Symmetra quase não era utilizada pelos jogadores, tendo 0% de pickrate na Overwatch League. Para mudar isso, seu conjunto de habilidades está diferente.

O Projetor de Fótons mudou e não trava mais em alvos, e teve seu alcance aumentado para 10 metros. O crescimento do dano agora leva dois segundos por nível de ano, em vez de um. Ele também aumentou de 30/60/120 para 60/120/180. Se certar uma barreira, o Projetor de Fótons gera munição, ao invés de gastá-la. Com isso, a munição foi reduzida de 100 para 70.

Por sua vez, o Disparo Alternativo não atravessa mais os alvos, porém explode ao entrar em contato. A velocidade do projétil e de carregamento foram aumentadas. O tipo de dano foi alterado para 60 de impacto/60 explosivo.

A Torre de Sentinela agora é posicionada como um projétil, e não manualmente. Embora tenha menos cargas máximas (3 ao invés de 6), e estando disponível em menor quantidade (3 torres ao invés de 6), cada torre teve seu dano aumentado, tornando-se mais ofensiva. O efeito de redução de velocidade foi aumentado.

Embora tenha menos torres disponíveis, as novas Torres de Sentinela da Symmetra estão mais ofensivas — Foto: Reprodução/Bruna Telles Embora tenha menos torres disponíveis, as novas Torres de Sentinela da Symmetra estão mais ofensivas — Foto: Reprodução/Bruna Telles

Embora tenha menos torres disponíveis, as novas Torres de Sentinela da Symmetra estão mais ofensivas — Foto: Reprodução/Bruna Telles

O Teletransportador agora é automaticamente colocado na frente da Symmetra, e não no ponto de ressurgimento da equipe. A nova distância limite é de até 25 metros da personagem, com a possibilidade de destruir a entrada. Caso isso aconteça, a saída é removida (e vice-versa).

A duração do novo Teletransportador é de 10 segundos. Apesar da vida ter sido reduzida para 300, é possível teletransportar objetos através dele, como o Pneu da Morte do Junkrat, por exemplo.

Por fim, sua nova habilidade suprema: a Barreira de Fótons. Com objetivo de impedir ataques adversários, esta barreira é tão grande que corta o mapa de ponta a ponta, e pode ter a sua direção alterada. Embora dure apenas 15 segundos, ela possui 5 mil de vida.

Nova habilidade suprema da Symmetra cria uma barreira tão grande que corta o mapa de ponta a ponta — Foto: Reprodução/Bruna Telles Nova habilidade suprema da Symmetra cria uma barreira tão grande que corta o mapa de ponta a ponta — Foto: Reprodução/Bruna Telles

Nova habilidade suprema da Symmetra cria uma barreira tão grande que corta o mapa de ponta a ponta — Foto: Reprodução/Bruna Telles

Com as mudanças citadas acima, a Blizzard planeja cimentar a personagem em sua nova função de dano, deixando Symmetra mais viável e flexível em áreas do jogo em relação ao que ela era antes. Por não ser mais uma heroína de suporte, é esperado que as novidades a tornem mais poderosa e interessante aos jogadores, reforçando ao mesmo tempo seus traços de ataque e defesa.

As novidades poderão ser vistas nos playoffs da Overwatch League, que usará o patch 1.25. Entretanto, em entrevista à Gamespot, o diretor assistente do jogo Aaron Keller informou que a nova Symmetra não poderá ser usada. Já a Season 2 da Overwatch Contenders usará o patch 1.24. Ainda não foi divulgado qual será o patch utilizado na Overwatch World Cup.

Via gamespot

MAIS DO TechTudo