Por Gabriel Saguias, para o Techtudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Rainbow Six: Siege recebeu na última quinta-feira (7) a atualização Operation Para Bellum. A novidade trouxe elementos que podem mudar potencialmente o meta do jogo da Ubisoft. O novo tipo de câmera e os dois novos operadores da defesa, por exemplo, podem acabar com o famoso rush e plant com as smokes e flashs, estratégia do meta antigo para garantir um desarme seguro. Veja, a seguir, o impacto que a operação pode causar no meta de R6. Vale ressaltar, no entanto, que essas hipóteses só serão confirmadas depois que os jogadores profissionais se adaptarem à atualização e criarem novas jogadas.

Operation Para Bellum traz novas ferramentas de observação e ganho de informação para o jogo — Foto: Divulgação/Ubisoft Operation Para Bellum traz novas ferramentas de observação e ganho de informação para o jogo — Foto: Divulgação/Ubisoft

Operation Para Bellum traz novas ferramentas de observação e ganho de informação para o jogo — Foto: Divulgação/Ubisoft

A começar pelos novos operadores defensivos, Maestro e Alibi, percebe-se que o jogo quer trazer de volta o tático para as partidas. O acessório Olho Maligno, de Maestro, é uma câmera infravermelha com potencial para ferir e destruir gadgets dos atacantes. Ao enxergar na fumaça, o Olho Maligno torna a tática das smokes e flashes ineficaz e faz com que os atacantes tenham que lidar com o gadget antes. Além disso, o acessório pode impedir o plant ao disparar contra o inimigo.

O Olho Maligno funciona como câmera blindada, enxerga pela fumaça e também pode disparar contra inimigos e gadgets — Foto: Reprodução/Gabriel Saguias O Olho Maligno funciona como câmera blindada, enxerga pela fumaça e também pode disparar contra inimigos e gadgets — Foto: Reprodução/Gabriel Saguias

O Olho Maligno funciona como câmera blindada, enxerga pela fumaça e também pode disparar contra inimigos e gadgets — Foto: Reprodução/Gabriel Saguias

Os hologramas de Alibi, por sua vez, podem identificar inimigos que interajam com eles. Um jogador mais experiente pode colocá-los em pontos estratégicos do mapa, de forma que os adversários tenham que lidar com eles antes de avançar para o objetivo. Dessa forma, os inimigos serão identificados, e isso pode impedir o seu avanço ou até eliminá-los.

A habilidade Prisma de Alibi pode enganar inimigos e garantir informações utéis para o time defensor — Foto: Reprodução/Gabriel Saguias A habilidade Prisma de Alibi pode enganar inimigos e garantir informações utéis para o time defensor — Foto: Reprodução/Gabriel Saguias

A habilidade Prisma de Alibi pode enganar inimigos e garantir informações utéis para o time defensor — Foto: Reprodução/Gabriel Saguias

Além dos operadores, a nova câmera indestrutível chegou ao jogo como gadget secundário. O acessório funciona de maneira similar ao de Maestro, porém, tem um ângulo de visão fixo e não dispara. Uma câmera bem posicionada poderá garantir que os defensores tenham informação, mesmo que os atacantes usem as smokes. Além disso, de acordo com a necessidade, o time não precisará levar o Maestro na composição, já que o acessório é secundário e operadores como Doc, Castle e Frost o possuem.

Câmeras a prova de balas irão tornar o desarme para o exterior do mapa um pouco mais difícil, além de observarem através de smokes — Foto: Reprodução/Gabriel Saguias Câmeras a prova de balas irão tornar o desarme para o exterior do mapa um pouco mais difícil, além de observarem através de smokes — Foto: Reprodução/Gabriel Saguias

Câmeras a prova de balas irão tornar o desarme para o exterior do mapa um pouco mais difícil, além de observarem através de smokes — Foto: Reprodução/Gabriel Saguias

Há também o buff no Echo, que agora tem dois drones Yokai ao seu dispor. O buff, aliado ao novo sistema de interação com as câmeras, pode tornar o Yokai a câmera mais valiosa do jogo. O novo sistema de interação permite aos jogadores marcar inimigos e observar pelos gadgets dos seus aliados. Como o Yokai é quase invisível, ele se torna um instrumento de observação muito útil, até mesmo após a eliminação do Echo na partida.

Nova interface das ferramentas de observação é implementada em Para Bellum — Foto: Divulgação/Ubisoft Nova interface das ferramentas de observação é implementada em Para Bellum — Foto: Divulgação/Ubisoft

Nova interface das ferramentas de observação é implementada em Para Bellum — Foto: Divulgação/Ubisoft

É notável que os desenvolvedores querem tornar o jogo mais tático e desacelerar o desenvolvimento dos rounds. O time atacante deverá ter muito mais cautela ao avançar pelo mapa, pois com a vasta gama de câmeras possivelmente espalhadas pelo mapa, a chance de cair em uma armadilha é muito maior. Com todos esses ajustes, é seguro dizer que o meta será em torno do ganho de informação de uma equipe sobre a outra. Por ora, no entanto, é preciso esperar e ver como os jogadores vão usar as novas ferramentas.

MAIS DO TechTudo