Por André Luiz de Mello Pereira, para TechTudo


Jogos de esporte existem aos montes desde as primeiras gerações de videogame, trazendo estrelas do futebol, basquete ou boxe para o mundo virtual. Só que muitas dessas estrelas foram além na década de 90, estrelando seus próprios jogos, muitos que nem mesmo são de esporte. Pensando nisso, resolvemos reunir dez jogos estrelados por astros de esporte que foram lançados naquela época.

Pelé's World Tournament Soccer

Nada como começar com o rei do futebol, Pelé e seu Pelé’s World Tournament Soccer. Lançado em 94 para o Mega Drive, o jogo de futebol foi produzido pela Accolade para chegar ao console da Sega na mesma época da Copa do Mundo de 94.

Pelé's World Tournament Soccer — Foto: Reprodução/GameFabrique Pelé's World Tournament Soccer — Foto: Reprodução/GameFabrique

Pelé's World Tournament Soccer — Foto: Reprodução/GameFabrique

O jogo conta com todas as seleções que participaram do torneio, mas nenhum dos times traz os jogadores reais porque a licença de todos estava nas mãos da Electronic Arts, que a usaria na série FIFA. Mesmo assim, Pelé’s World Tournament Soccer se virou com o que tinha, além de apresentar um visual e gameplay bastante similares com os primeiros títulos da série da EA.

Shaq Fu

Em algum momento no início da década de 90, o jogador de basquete Shaquille O’Neal resolveu expandir o seu nome em outras mídias, como música e jogos de videogame. Nessa tentativa de ser algo além de um atleta, Shaq se juntou à Delphine Software International e a EA para criar Shaq Fu, um jogo de luta em que era estrela.

O astro do basquete troca de esporte e vai para as artes marcias em Shaq Fu (ReproduçãoYouTube) — Foto: Reprodução/YouTube O astro do basquete troca de esporte e vai para as artes marcias em Shaq Fu (ReproduçãoYouTube) — Foto: Reprodução/YouTube

O astro do basquete troca de esporte e vai para as artes marcias em Shaq Fu (ReproduçãoYouTube) — Foto: Reprodução/YouTube

Considerado por muitos como um dos piores jogos de luta já lançados, Shaq Fu trazia uma trama com personagens cheios de poderes, um torneio que não sabia se queria ser Street Fighter ou Mortal Kombat e uma jogabilidade que dava pesadelos naqueles que o jogaram.

Michael Jordan: Chaos in the Windy City

Shaquille O’Neal não foi o único astro do basquete a ganhar um jogo só seu na década de 90. Michael Jordan, considerado por muitos como o melhor jogador vivo é a estrela de Michael Jordan: Chaos in the Windy City, um game em que a ação sai das quadras e passa por trens, ruas e prédios em uma aventura de plataforma.

Michael Jordan: Chaos in Windy City — Foto: Reprodução/GameFabrique Michael Jordan: Chaos in Windy City — Foto: Reprodução/GameFabrique

Michael Jordan: Chaos in Windy City — Foto: Reprodução/GameFabrique

Parecendo bastante com um beat ‘em up, o jogo coloca Jordan em busca de companheiros do time de estrelas da NBA que foram sequestrados. Para lutar contra os sequestradores, ele usa socos, chutes e bolas de basquete mágicas, que podem pegar fogo ou congelar os inimigos.

Ayrton Senna's Super Monaco GP II

Um dos jogos de corrida mais clássicos do Mega Drive, Ayrton Senna’s Super Monaco GP II era um simples game de Formula 1 para o console, mas a sua qualidade e a presença da assinatura do corredor brasileiro apenas deixaram o título ainda mais na memória dos fãs.

Super Monaco Gp tinha a presença de Ayrton Senna — Foto: Divulgação/SEGA Super Monaco Gp tinha a presença de Ayrton Senna — Foto: Divulgação/SEGA

Super Monaco Gp tinha a presença de Ayrton Senna — Foto: Divulgação/SEGA

Eventualmente, o corridor receberia títulos em sua homenagem no PS1, mas é esse jogo de Mega Drive que sempre é lembrando quando o nome de Senna e videogames são mencionados juntos.

Joe Montana Football

Na década de 90, antes da série NFL realmente decolar nas mãos da EA, a empresa lançou um jogo de futebol americano para o Mega Drive chamado Joe Montana Football, estampando o jogador Joe Montana na sua capa.

Joe Montana Football — Foto: Reprodução/YouTube igcompany Joe Montana Football — Foto: Reprodução/YouTube igcompany

Joe Montana Football — Foto: Reprodução/YouTube igcompany

Uma coisa interessante é que em 91, data de lançamento do game, tanto EA quanto a Sega não tinham os direitos para usar times e jogadores das ligas. Por isso, todas as equipes receberam nomes baseados nas cidades de onde eram, sendo que o único jogador real em todo o game era Montana.

Evander Holyfield's Real Deal Boxing

Apesar de Mike Tyson ter estrelado o seu próprio game na década de 80, e depois ter sido excluído dele por problemas com a lei, um dos seus mais conhecidos oponentes teve essa oportunidade em 92 com o lançamento de Evander Holyfield’s Real Deal Boxing.

Evander Holyfield's Real Deal Boxing — Foto: Reprodução/Filmes e Games Evander Holyfield's Real Deal Boxing — Foto: Reprodução/Filmes e Games

Evander Holyfield's Real Deal Boxing — Foto: Reprodução/Filmes e Games

Com um gameplay que misturava ação vista de lado ou de cima, permitindo ao jogador se movimentar por todo o ringue, o game segue a mesma linha de outros títulos de esporte da década de 90, contando apenas com Holyfield como personagem real, lutando contra boxeadores criados aleatoriamente.

Ronaldo V-Football

Apesar de ter sido a estrela de um conhecido hack de International Super Star Soccer, Ronaldo foi a capa e estrela de seu próprio jogo oficial de futebol. Lançado para Game Boy Color e PS1, Ronaldo V-Football foi o único game oficial de Ronaldo e trazia centenas de seleções para serem escolhidas.

Ronaldo V-Football — Foto: Reprodução/Moby Games Ronaldo V-Football — Foto: Reprodução/Moby Games

Ronaldo V-Football — Foto: Reprodução/Moby Games

Contando com modo de exibição e um campeonato que simulava a Copa do Mundo, Ronaldo V-Football não conseguiu chamar tanta atenção do público, mais focado na época com ISSS e FIFA. Isso acabou causando o cancelamento do seu lançamento na América do Norte, se tornando um título exclusivo da Europa.

Mia Hamm Soccer 64

Mia Hamm Soccer 64 surgiu de um jeito um pouco inusitado. Lançado para Nintendo 64 na Inglaterra com o nome de Michael Owen’s WLS 2000, o jogo acabou recebendo versões alemãs, francesas e americana com a mesma engine, mas visual adaptado. A que ficou mais conhecida é a americana, que trocou o jogador Michael Owen pela futebolista Mia Hamm e os jogadores por jogadoras.

Mia Hamm 64 levou o futebol feminino para os games alguns anos antes de FIFA 16 — Foto: Reprodução/YouTube Mia Hamm 64 levou o futebol feminino para os games alguns anos antes de FIFA 16 — Foto: Reprodução/YouTube

Mia Hamm 64 levou o futebol feminino para os games alguns anos antes de FIFA 16 — Foto: Reprodução/YouTube

Desenvolvido em pouco mais de dois meses e meio, o game vendeu relativamente bem nos EUA, graças ao interesse pelo esporte em 99, após o país vencer a Copa do Mundo de Futebol Feminino.

Dave Mirra Freestyle BMX

No final da década de 90, jogos de esportes radicais começaram a ganhar destaque no mundo dos games. Um desses jogos foi Dave Mirra Freestyle BMX, estrelado pelo atleta Dave Mirra. O jogo, que foi lançado para Game Boy Color, PS1, Dreamcast e PC, trazia o jeito despojado das competições do esporte para os videogames.

Dave Mirra Freestyle BMX — Foto: Reprodução/DicaMestre Dave Mirra Freestyle BMX — Foto: Reprodução/DicaMestre

Dave Mirra Freestyle BMX — Foto: Reprodução/DicaMestre

Um dos elementos mais conhecidos do jogo é a física usada nos ciclistas. Ao cair da bicicleta, o personagem caía como um boneco. Isso acabou sendo usado em um dos modos multiplayer, em que o jogador deveria ganhar velocidade e se bater em objetos, ganhado pontos por isso.

Tony Hawk's Pro Skater

Não tem como falar de jogos estrelados por atletas na década de 90 e deixar Tony Hawk de lado. Lançado para Nintendo 64, PS1, PC e Dreamcast, Tony Hawk’s Pro Skater pegou todo mundo de surpresa, praticamente abrindo as portas para diversos games de skate, bicicleta (Dave Mirra’s Freestyle BMX é um deles).

Tony Hawk foi o responsável por muita gente começar a se interessar por skate — Foto: Divulgação/Activision Tony Hawk foi o responsável por muita gente começar a se interessar por skate — Foto: Divulgação/Activision

Tony Hawk foi o responsável por muita gente começar a se interessar por skate — Foto: Divulgação/Activision

Tudo graças a um gameplay relativamente simples, bons gráficos, desafios interessantes e uma trilha sonora que com certeza moldou o gosto musical de vários jogadores. O jogo deu início a uma franquia que trouxe jogos incríveis (e outros nem tanto) e que fez história no mundo dos games.

Qual seu game de esporte preferido? Comente no Fórum do TechTudo!

MAIS DO TechTudo