Por Bruna Telles, para o TechTudo


A Valve conta com uma ferramenta que busca manter os ambientes dos jogos mais saudáveis e sem trapaças: o Valve Anti-Cheat System, ou VAC. Com ele a desenvolvedora monitora atividades em mais de 100 jogos do Steam, como Counter Strike: Global Offensive (CS:GO) e Dota 2, buscando usuários que usam cheats e hacks para ganhar vantagem nos jogos. Como resultado, milhares de jogadores já foram banidos, entre usuários casuais e pro players. Veja, a seguir, como o VAC funciona e quais as punições que ele aplica.

O que é o VAC?

Conta de Dota 2 suspensa após ser pega pelo VAC — Foto: Reprodução/Reddit (DotA2) Conta de Dota 2 suspensa após ser pega pelo VAC — Foto: Reprodução/Reddit (DotA2)

Conta de Dota 2 suspensa após ser pega pelo VAC — Foto: Reprodução/Reddit (DotA2)

O VAC é um sistema automatizado que monitora as ações dos usuários em comunidades gamers. A ferramenta observa desde a interação do jogador com os outros players até possíveis trapaças, para controlar os comportamentos tóxicos da rede e evitar o uso de cheats.

Assim, caso um usuário tenha algum comportamento considerado tóxico em um servidor protegido pelo VAC, pode ser banido temporariamente da rede. A punição é mais grave para os jogadores que usarem um computador com cheats instalados: o ban é definitivo.

Qualquer modificação de terceiros feita nos jogos para dar vantagem a um usuário é classificada como cheat ou hack. Isso inclui alterar os principais arquivos executáveis (EXEs) e bibliotecas de ligação dinâmica (DLLs). Qualquer jogador que detectar um usuário suspeito de trapaça pode fazer a denúncia para o VAC pelo e-mail vacreview@valvesoftware.com, ou através do Steam.

Em quais jogos o VAC funciona?

Jogo brasileiro Ballistic Overkill é um dos títulos do Steam protegidos pelo VAC — Foto: Divulgação/Aquiris Game Studio Jogo brasileiro Ballistic Overkill é um dos títulos do Steam protegidos pelo VAC — Foto: Divulgação/Aquiris Game Studio

Jogo brasileiro Ballistic Overkill é um dos títulos do Steam protegidos pelo VAC — Foto: Divulgação/Aquiris Game Studio

Ao todo, o VAC funciona em 106 jogos e 380 DLCs. Entre eles estão Call of Duty: WWII, ARK: Survived Evolved, DiRT 4 e Ballistic Overkill. Clássicos feito Killing Floor 2, Call of Duty: Black Ops 3 e Left 4 Dead também estão inclusos. Isso sem falar de nomes importantes dos esports, como Dota 2 e Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO).

Quais são as punições do VAC?

Foi pego pelo VAC usando cheats? Se você for um jogador casual, terá a conta Steam afetada e não poderá jogar em servidores protegidos pelo VAC, apenas servidores desprotegidos. Também não será possível mover itens e jogos para uma conta Steam diferente, presentear o jogo no qual ele foi banido, enviar guias ou artes para Centrais da Comunidade e nem votar em conteúdo da Oficina.

O que acontece com um pro player banido pelo VAC?

Um pro player pego pelo VAC será impedido de competir. Se isso acontecer em um torneio da ESL, a suspensão será de dois anos. Em outras grandes ligas e eventos a suspensão é permanente, mas a organização pode voltar atrás. O fato ocorreu com Josh "steel" Nissan, cujo ban VAC foi recentemente removido pela StarSeries, torneio de CS:GO. Agora, seu time, a Ghost Gamingm, poderá participar das qualificatórias para StarSeries i-League Season 6. Mas não são todos os pro players que têm a mesma sorte. Joel "Kamraten" Elmkvist, Patryk "Patitek" Fabrowski, Bjarki "BDSM" Viðarsson, por exemplo, foram acusados de cheats e banidos em definitivo do competitivo de CS:GO.

MAIS DO TechTudo