Redes sociais

Por Pedro Cardoso e Nicolly Vimercate, Para o TechTudo


O Instagram tem uma das maiores bases de usuários em redes sociais (chegou recentemente a 1 bilhão), mas também conta com 95 milhões de perfis falsos, de acordo com o The Information, que publicou um estudo realizado pela empresa Ghost Data. O resultado preocupa especialistas consultados pelo referido site, que lembraram como os bots estão sendo usados para espalhar notícias falsas. Procurado pelo TechTudo, o Instagram disse que as "contas de spam representam uma pequena fração mensal" e explicou como trabalha para solucionar com o problema.

Segundo o estudo divulgado nesta quinta-feira (19), 9.5% dos usuários são controlados por computador. Esse número é maior do que o resultado divulgado pela Ghost Data em 2015, quando a plataforma abrigava 7,9% de bots, em um momento que tinha apenas 300 mil pessoas conectadas.

Instagram tem 9,5 % de perfis falsos ou bot segundo estudo da Ghost Data — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo Instagram tem 9,5 % de perfis falsos ou bot segundo estudo da Ghost Data — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo

Instagram tem 9,5 % de perfis falsos ou bot segundo estudo da Ghost Data — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo

Para chegar a esses dados, a Ghost Data comprou 20 mil bots e, depois de analisá-los, procurou as mesmas características únicas desses perfis em milhões de contas, presentes principalmente entre seguidores de celebridades.

Apesar de a rede de fotos ter mais de 1 bilhão de usuários, cerca de 95 milhões de bots podem ser suficientes para alterar o resultado de uma eleição, como sugere o The Information, lembrando o que ocorreu em 2016, quando Donald Trump se tornou presidente dos Estados Unidos após muita propaganda política e desinformação no Facebook, Twitter e WhatsApp.

De acordo com o pesquisador da Universidade de Washington, Sam Woolley, que estuda o impacto de notícias falsas em redes sociais, o Instagram pode ser a próxima ferramenta usada para propagar desinformação. Um dos motivos para essa conclusão é justamente o fato de que a imagem e vídeo estão no centro das atenções do Instagram e esses recursos conseguem capturar a atenção do usuário mais rapidamente.

Perfis falsos no Instagram podem ser facilmente detectados observando alguns atributos que estão presentes em todos eles, como a pouca quantidade de fotos, por exemplo. Outros pontos detectados é que essas imagens sempre são de outras pessoas, geralmente encontradas no Google mesmo, e trazem links suspeitos na descrição do seu perfil.

Em resposta ao TechTudo, o Instagram afirmou levar muito a sério os spams, comportamentos não autênticos e abusivos: "consideramos os serviços que automatizam, vendem curtidas ou seguidores como spam, e os removemos continuamente da plataforma. Analisamos atentamente as atividades suspeitas e aproveitamos para entender como ajudar a evitar atividades semelhantes no futuro. Nossas estimativas internas mostram que contas de spam representam uma pequena fração mensal da base de usuários ativa Instagram”.

A empresa também garantiu que trabalha para combater e impedir a proliferação dos bots. Entre as ações da empresa estão "o bloqueio de contas e a remoção de conteúdo violador de uma só vez".

Instagram Stories: como usar o adesivo "Faça a sua pergunta"

Instagram Stories: como usar o adesivo "Faça a sua pergunta"

Como ver um Instagram privado? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo