Por Igor Nishikiori, para o TechTudo


A Minizinha, do PagSeguro, e a Point Mini, do Mercado Pago, são duas opções de máquinas de cartão de baixo custo vendidas no Brasil. Os modelos possuem praticamente os mesmos recursos e preços, não cobram mensalidade e aceitam somente cartões com chip. Além disso, diferente dos modelos mais caros, elas só funcionam se estiverem conectadas a um smartphone ou tablet com Internet, uma vez que não apresentam chip para uso de dados 3G ou 4G.

Confira no comparativo a seguir as especificações a respeito das taxas, custo de saque, movimentação de conta, entre outros detalhes de ambos os dispositivos. Saiba qual maquininha é a melhor para você.

Minizinha vs Mercado Point Mini — Foto: Arte/TechTudo Minizinha vs Mercado Point Mini — Foto: Arte/TechTudo

Minizinha vs Mercado Point Mini — Foto: Arte/TechTudo

Minizinha vs Mercado Point Mini

Tanto a Minizinha quanto a Point Mini são as máquinas de cartões mais baratas oferecidas por suas respectivas empresas. O aparelho do PagSeguro custa R$ 64,80 à vista – ou até 12 vezes de R$ 5,70. Enquanto isso, o dispositivo do Mercado Pago tem preço oficial de R$ 118,80, mas no site aparece com desconto, custando R$ 68,80 à vista – ou 12 vezes de R$ 5,73.

Ambas utilizam o mesmo modelo, o PAX D150, que pesa 85 gramas, tem medidas 10 x 5,93 cm e promete bateria com duração de até quatro horas. O modelo aceita somente cartões com chip e não possui nem Wi-Fi nem 3G embutido. Além disso, o aparelho não emite comprovante físico – na hora da compra, o cliente pode escolher entre receber via email ou SMS.

Para utilizar a máquina é preciso conectá-la via Bluetooth com um smartphone ou um tablet que tenha acesso à Internet. Depois de pareado, o vendedor precisa baixar o aplicativo (PagSeguro Vendas ou Mercado Pago), logar na conta que receberá o pagamento e realizar a transação. Portanto, nenhuma das duas é indicada para quem trabalha com serviço de entregas ou quem não tenha uma boa Internet móvel.

Na Minizinha e na Point Mini a transação é feita com o celular — Foto: Divulgação/PagSeguro Na Minizinha e na Point Mini a transação é feita com o celular — Foto: Divulgação/PagSeguro

Na Minizinha e na Point Mini a transação é feita com o celular — Foto: Divulgação/PagSeguro

Bandeiras

A Minizinha e a Point Mini aceitam pagamentos com as principais bandeiras de cartão, mas há algumas diferenças. Na Point Mini, por exemplo, os cartões de crédito aceitos são MasterCard, Visa, Dinners, Hipercard, Elo e Amex; enquanto no débito, apenas Mastercard, Visa e Elo.

A Minizinha, por sua vez, opera no crédito com MasterCard, Visa, Hipercard, Elo, Cabal e Hiper; e no débito com Mastercard, Visa, Elo, Banri e Cabal. Um ponto positivo para o modelo vendido pelo PagSeguro é a possibilidade de receber pagamentos de voucher, como vale-alimentação e vale-refeição.

Bandeiras aceitas

Tipo de cartão Minizinha Point Mini
Débito Mastercard, Visa, Elo, Banri e Cabal Mastercard, Visa e Elo
Crédito MasterCard, Visa, Hipercard, Elo, Cabal e Hiper MasterCard, Visa, Dinners, Hipercard, Elo e Amex
Voucher Alelo, Sodexo, Ticket, VR Nenhum

Taxas

No caso das taxas, quem leva a melhor é o Mercado Pago. O valor cobrado por cada transação é um pouco menor que o do PagSeguro, tanto no cartão de débito quanto no crédito.

Na Point Mini, a taxa por pagamentos no cartão de débito é de 2,29%, contra os 2,39% cobrados na Minizinha. Já no crédito, a taxa à vista depende do prazo de retirada, mas ela é sempre mais baixa no modelo do Mercado Pago.

Taxa para pagamento à vista no crédito

Prazo de recebimento Minizinha Point Mini
Um dia 4,99% 4,74%
14 dias 3,99% 3,79%
30 dias 3,19% 3,03%

No caso das compras a prazo, esse padrão muda. O Mercado Pago cobra uma taxa fixa por venda, além de uma tarifa extra que varia de acordo com a parcela. O valor pode chegar a até 16,15% para 12 prestações. Portanto, de uma compra dividida em 12 vezes para ser retirada em 30 dias, a administradora ficaria com 19,75% do valor. Em três parcelas, a taxa será de cerca de 9,01%.

Já no PagSeguro, é cobrado uma taxa fixa por venda mais uma tarifa de 2,99% por mês. Sendo assim, uma compra parcelada em três vezes com recebimento em 30 dias, geram 12,76% de taxa – ou seja, maior que a Point Mini.

Taxa fixa para pagamento parcelado

Prazo de recebimento Minizinha Point Mini
Um dia 5,59% 5,31%
14 dias 4,59% 4,36%
30 dias 3,79% 3,60%

Transações e saques

Além das taxas por vendas, há outras tarifas para se levar em conta. Tanto no PagSeguro quanto no Mercado Pago, transferir dinheiro da conta para um banco é gratuito desde que respeitadas algumas regras.

No caso do PagSeguro, é permitido realizar apenas uma transação bancária por dia. Em caso de duas ou mais, será cobrada uma taxa de R$ 3,50 por solicitação. O Mercado Pago, por sua vez, não cobra pelas transferências. Porém, a administradora exige que a conta tenha sido movimentada nos últimos 30 dias. Caso contrário, é preciso desembolsar R$ 3 por solicitação.

Ambas as empresas oferecem um cartão pré-pago gratuito e sem anuidade para que o usuário possa realizar compras e saques de forma direta. Apesar disso, para retirar o dinheiro em espécie, são cobradas taxas de R$ 9,90 para o Mercado Pago e R$ 7,50 para o PagSeguro.

Tanto a Minizinha quanto a Point Mini dão ao usuário um cartão pré-pago para usar o dinheiro das vendas — Foto: Divulgação/PagSeguro Tanto a Minizinha quanto a Point Mini dão ao usuário um cartão pré-pago para usar o dinheiro das vendas — Foto: Divulgação/PagSeguro

Tanto a Minizinha quanto a Point Mini dão ao usuário um cartão pré-pago para usar o dinheiro das vendas — Foto: Divulgação/PagSeguro

Benefícios e garantia

Para quem adquirir a Minizinha, o PagSeguro oferece em caráter promocional três meses sem cobrança de taxas por venda no débito e no crédito à vista – a isenção tem limite de R$ 1.500 durante o período. O vendedor que adquirir a máquina conta com cinco anos de garantia.

Já o Mercado Pago conta com um programa que oferece empréstimo de até R$ 50 mil, de acordo com as vendas feitas com o aparelho. A garantia da Point Mini é de três anos.

Para quem serve?

Tanto a Point Mini quanto a Minizinha têm como vantagem o preço baixo e a ausência de cobrança de mensalidade, que pode atrair profissionais que ainda não dispõem de um grande fluxo de caixa. Por outro lado, é preciso analisar o fato de a bateria durar apenas quatro horas, além de que ambas precisam estar sempre ligadas a um dispositivo móvel com Internet disponível.

No caso específico da Point Mini, também é importante levar em consideração que ela não aceita pagamentos com voucher e que há uma cobrança de saque para contas inativas por mais de 30 dias. Por outro lado, as taxas são menores em comparação com a concorrência, o que pode fazer diferença a longo prazo.

Já a Minizinha opera com mais bandeiras de cartões (incluindo vale-alimentação e vale-refeição), mas as tarifas maiores, sobretudo em pagamentos parcelados, podem ser um problema para os usuários.

Ficha Técnica

  • Conectividade: Bluetooth
  • Bateria: Até 4 horas de duração
  • Voltagem: Bivolt
  • Visor: Monocromático
  • Teclado: Físico
  • Peso: 88 g
  • Dimensões: 10 x 5,93 x 1,35 cm
  • Preço: R$ 68,80 (Point Mini) e R$ 64,80 (Minizinha)
  • Garantia: 3 anos (Point Mini) e 5 anos (Minizinha)

MAIS DO TechTudo