Por Gabriel Saguias, para o Techtudo


Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) conta atualmente com sete mapas competitivos: Train, Dust2, Mirage, Cache, Inferno, Overpass e Nuke. A Train é um dos mapas mais antigos do game da Valve e, devido ao seu conceito aberto e grande número de posições, muitos jogadores principiantes têm dificuldades em decorar todos os nomes dos seus lugares. Conheça, a seguir, as call-outs mais utilizadas na Train. Vale lembrar que os nomes não são oficiais, mas são os mais comuns utilizados no match making.

Call-outs das principais posições do mapa Train no CS:GO  — Foto: Reprodução/Arte Gabriel Saguias Call-outs das principais posições do mapa Train no CS:GO  — Foto: Reprodução/Arte Gabriel Saguias

Call-outs das principais posições do mapa Train no CS:GO — Foto: Reprodução/Arte Gabriel Saguias

A Train é um mapa veterano e marcou presença em todas as edições do CS. A versão atual do mapa é de 2014, mas ele já teve ao todo quatro versões, duas delas no CS:GO. De acordo com as estatísticas do HLTV, Train é o quarto mapa mais jogado em campeonatos, atrás de Mirage, Cache e Inferno.

Alguns lugares de destaque do mapa valem ser citados. A região chamada por bomb antigo, por exemplo, era o bombsite A no CS 1.6 e CS:Source. Já a posição do Gaules, que também é chamada de B1 cima, ganhou esse nome devido ao jogador Alexandre "gAuLeS" Borba. Da mesma forma, as regiões boltz, forest, pava e fnx foram nomeadas devido aos atletas do game. A posição escanteio também é chamada, às vezes, por olof.

Assim como nos mapas mais antigos, os jogadores costumam chamar os bombsites A e B por B1 e B2. No caso da Train, o bombsite B é chamado de B1 e o bombsite A de B2.

MAIS DO TechTudo