Por Julio César Puiati, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

A final do Circuito Desafiante de League of Legends 2018 já está definida. No próximo domingo, as equipes paiN Gaming e Redemption brigam por uma vaga no CBLoL 2019. Na primeira semifinal, que aconteceu na segunda (20), a Redemption derrotou a Operation Kino de virada, por 3 a 1, enquanto nesta terça (21), a paiN Gaming venceu a Team One em uma série de 3 a 0.

Com os finalistas definidos, a segunda divisão do torneio de LoL se encerra no próximo domingo (26). paiN Gaming e Redemption disputam o acesso direto ao CBLoL 2019 a partir das 13h. Veja a seguir um resumo com os principais destaques das partidas.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Zuao comemora o resultado da Redemption — Foto: Divulgação/Riot Games Zuao comemora o resultado da Redemption — Foto: Divulgação/Riot Games

Zuao comemora o resultado da Redemption — Foto: Divulgação/Riot Games

Redemption 3-1 Operation Kino

A primeira semifinal do Circuito Desafiante, disputada na última segunda-feira (20), terminou com triunfo surpreendente da Redemption sobre a favorita Operation Kino. A organização gaúcha chegou a perder a primeira partida do confronto, mas logo se recuperou com três vitórias. Denilson "Céos" Oliveira, suporte da Redemption, foi o grande destaque da série com sete abates e 64 assistências acumuladas.

O duelo começou equilibrado. Se por um lado a Redemption conseguiu os dois primeiros abates e o first brick do mapa, a Operation Kino respondeu com um Dragão da Montanha e o Arauto do Vale. Os gaúchos estiveram levemente à frente do placar de ouro até os 24 minutos, mas se desorganizaram na transição para o late game. A OPK encaixou boas lutas, abusou das iniciações do Nocturne de Matheus "Freire" Freire e carimbou a vitória.

A Redemption se recuperou em grande estilo no embate seguinte. Liderados pelo Gragas do caçador João "Zuao" Morais, os garotos de Porto Alegre focaram em emboscadas na rota inferior, comprometeram o crescimento da botlane inimiga e comandaram o placar de ouro, abates e torres de ponta à ponta. Se na primeira partida a Redemption desperdiçou condições de vitória, nesta não voltou a vacilar. Com 28 no relógio, a base da OPK já estava arrasada.

Os representantes do Sul aproveitaram o bom momento na série e conquistaram mais duas vitórias seguidas, confirmando, assim, a tão sonhada vaga na final. Embora tenham terminado a temporada regular apenas em quarto lugar, a Redemption apresentou um ótimo crescimento durante a reta final do Circuito Desafiante. Vale lembrar que a organização foi fundada em fevereiro deste ano e já alcançou resultados satisfatórios.

Nappon e TinOwns comemoram a vitória da paiN Gaming — Foto: Divulgação/Riot Games Nappon e TinOwns comemoram a vitória da paiN Gaming — Foto: Divulgação/Riot Games

Nappon e TinOwns comemoram a vitória da paiN Gaming — Foto: Divulgação/Riot Games

paiN Gaming 3-0 Team One

A organização paulistana sofreu com o early game, viu a Team One roubar praticamente todos os bônus de sua selva, três dragões elementais, o Arauto do Vale e um Barão, além das primeiras torres do mapa. Os Golden Boys tinham tudo para confirmar o triunfo, mas esbarram na resiliência do adversário. Pouco a pouco, a paiN acumulou ouro, venceu todas as lutas, derrotou o segundo Barão e fechou o jogo.

A Team One voltou do intervalo com sua botlane reserva: Nikola "NikolaSenpai" Đorđević e Gabriel "Jojo" Dzelme. As substituições, entretanto, não surtiram efeito. A paiN apresentou uma atuação mais sólida, liderou as estatísticas do início ao fim e apostou em estratégias de cerco para dominar os Golden Boys. O confronto até foi equilibrado em boa parte do tempo, mas a Anivia do meio Thiago "TinOwns" Sartori foi determinante para o segundo triunfo da paiN.

Visivelmente abalada com as duas derrotas seguidas, a Team One não encontrou forças para se manter viva na série. A equipe de Murilo "takeshi" Alves até fez jogo duro e levou a definição do placar para os últimos segundos do relógio. A paiN Gaming, no entanto, mostrou, definitivamente, porque estava tão inspirada. Levou a melhor no late game, venceu as lutas finais, conseguiu triple kill nas mãos da Syndra de TinOwns e partiu em direção ao nexus adversário.

Rebaixada no 1º split do CBLoL 2018, a tradicional paiN Gaming ganha uma chance de retornar à primeira divisão. A organização paulista é bicampeã do torneio e dona da melhor campanha brasileira em mundiais, quando, em 2015, finalizou a fase de grupos com duas vitórias e quatro derrotas. A equipe apresentou altos e baixos durante o Circuito Desafiante e ficou em terceiro lugar na tabela de classificação: foram dois triunfos e três empates.

Final do Circuito Desafiante 2018

A grande final do Circuito Desafiante será disputada no próximo domingo, dia 26 de agosto, às 13h, nos estúdios da Riot Games. A transmissão do jogo poderá ser acompanhada via Twitch ou YouTube. O vencedor ganha acesso direto para o CBLoL 2019. Já o vice-campeão terá outra chance de garantir a vaga, mediante a Série de Acesso contra um representante da elite.

Qual a sua skin favorita de League of Legends? Comente no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo